News, Information, Recipes, for the Brazilian Community

Americano ou Estadunidense ?

– Posted in: Brazilian Ideas

Escrever este “post” é mais do que uma necessidade pra mim !

A grande moda agora dos “anti-americanos” é dizer : O americano é tão arrogante que se chama de americano como se apenas ele fosse americano, nós ( brasileiros ) somos americanos também, nós também nascemos na América. Eles são Estadunidenses.

Não…..tem coisa mais estúpida que isso ?

Primeiro porque isso me parece um enorme complexo de inferioridade por parte desses brasileiros.(Na verdade eu disse que parecia, mas devido a insistência de uma pessoa estou tendo certeza)

Segundo porque o que determina a nacionalidade de alguém não é o continente onde a pessoa nasceu e sim o país, e infelizmente pra esses brasileiros, o único país que tem AMERICA no nome é os ESTADOS UNIDOS DA AMERICA, portanto, se você nasceu nos Estados Unidos da America você é americano ou melhor, if you were born in United States of America, you are American, e a tradução para Português de American é Americano…..

Portanto, mesmo que os Estados Unidos da America fosse na Europa eles ainda seriam Americanos, ( não Europeus ) porque nasceram naquele país e não naquele continente….( me referindo ao nome apenas )

Nacionalidade = Nação = País de nascimento

Continuando esse festival de abobrinhas !

Os brasileiros podem se dizer americanos por estarem na America, no entanto, quando tem que responder qual a sua nacionalidade ? a resposta queiram ou não terá que ser Brasil, porque a nacionalidade vem do País ( de novo ! ) e não do Continente onde você nasceu. Republica Federativa do Brasil, nacionalidade ? ……. BRASILEIRA.

Os brasileiros podem falar estadunidense para os americanos ? sim, podem, já que em Português a tradução de United States of America é Estados Unidos da America, no entanto, o resto do mundo que não fala Português, continuará chamando-os de AMERICANOS, queiram os brasileiros ou não, e ainda, se um americano, por alguma razão estiver morando no Brasil e for preencher uma ficha qualquer de emprego por exemplo e perguntarem, qual a sua nacionalidade ? advinhem qual será a resposta ? AMERICANA pois é o que consta da sua certidão de nascimento, e não estadunidense.

Só para complementar o que parece que muita gente não entende ou insiste em fingir que eu falei outra coisa, NÃO é errado dizer estadunidense, é apenas uma outra forma de chamar aos nascidos nos Estados Unidos da America, NO ENTANTO, aos nascidos naquele país só lhes resta a palavra AMERICAN como já falei lá em cima e estou repetindo…..

Alguém discorda ?

UFA !!!

Sandra

P.S. O Post continuará on line queiram ou não é MEU espaço, no entanto me darei ao direito de não publicar aos comentários xenófobos, e quem não gostar, crie sua web e apareça , não será à minhas custas. 😉

COMPLEMENTANDO :

Devo avisar aos visitantes, e isso atualmente é direcionado a UMA PESSOA, que entra aqui quem quer, eu não chamo ninguém, deixa sua opinião se quiser NO ENTANTO, se quiser fazer com que eu MUDE a MINHA opinião, não vai acontecer, vou deixar bem claro que eu falo o que quero porque aqui é MEU espaço e eu NAÕ sou democrática hehehe pago a conta portanto escolho o menu, ou seja se vc quiser aparecer, monte um blog e coloque e exponha a SUA opinião, não será aqui, grosseria e falta de educação eu não vou permitir !
Enjoy !

431 Comments… add one

Related Posts

431 comments… add one
Alberto September 24, 2008, 2:31 pm

Com relação ao gentilicio vc tem toda razão os americanos são americanos mesmo, e até mesmo os outros povos se refrem à eles como americanos.
No entanto quando eles, os americanos, falam do país deles, geralmentte eles falam America e não United States, aí eu já acho arrogância pq o nome do país é Estados Unidos da América, e não apenas América. Entende,
mas enfim América para os americanos, não é mesmo

Cloez September 24, 2008, 2:42 pm

Oi Alberto, realmente acho que faz sentido o que você falou, mas pense bem, os ingleses não falam England, geralmente falam UK, eu acho que isso é mais um modismo ou até mesmo uma abreviação do nome né ? O Brasil já foi anos atrás Estados Unidos do Brasil, agora é Republica Federativa do Brasil, no entanto falamos apenas Brasil ! Suficiente pra nós e pro mundo, muitos americanos falam US, sabe a mania que eles tem de abreviar ? heheheh isso sem dúvidas só aqui.
Adorei seu comentário e a participação ! 🙂

Alberto September 26, 2008, 9:40 am

Quando é para abreviar realmente eles falam US, mas quando é para falar Estados Unidos, geralmente eles falam America ou United States, mas é mais America mesmo. Os ingleses falam UK para abreviar, ou falam United Kingdon, mas até ai tudo bem pq realmente eles fazem parte do UK. Já os americanos são parte da América mas não são a América toda.
Mas isso é bobagem tb, é mais modismo mesmo, todos já estão acostumados com isso. Na verdade o mundo já se acostumou a chamar os EUA de America. Eu morei na Europa e eles se referem aos EUA de America. Somente os latinos não os referem como tais. Mas sim como Estados Unidos, mas na hora de falar o gentilico vira americano mesmo pra nós.
Mas vc não concorda que é chato para nós que tb somos América referirmos aos EUA como America. Vc, por exemplo, se refere aos EUA como America.
É isso, Obrigado

Ps: quando falo America, sem acento, me refiro aos EUA, quando fala América, com acento, me refiro ao continente.

Cloez September 27, 2008, 11:32 am

Oi Alberto, concordo com você sim, e eu nunca me referi aos USA como América, sabe que nem depois de morar aqui, eu sempre falo Estados Unidos hehehe, mesmo aqui, quando vou falar com alguém eu falo US não America, acho que é realmente estranho como você falou. Agora isso ( como vc tb falou ) é modismo mesmo, porque sempre foi assim só que de uns tempos para cá o anti-americanismo cresceu no mundo, principalmente por causa do Bush 🙁 daí o pessoal começou a se implicar com pequenas coisas, coisas que na verdade o povo americano nem tem culpa. Eu até fico absimada quando ouço o pessoal falar mal dos americanos e dizer, eles elegeram o Bush DUAS VEZES, na verdade eles só elegeram uma vez, a segunda não foi realmente o povo, foi o colégio eleitoral… enfim, esse sistema eleitoral daqui não é direto nem nunca foi, tem uma pequena participacão do povo ..
Gostei da idéia do America com e sem acento, faz mesmo diferença !!
Obrigada novamente pela participação, é super legal ter pessoas inteligentes colocando as idéias aqui !! Valeu 🙂

Pinheiro October 22, 2008, 9:47 pm

O nome oficial dos EUA é Estados Unidos da América e o nome curto, Estados Unidos, os EUA não adotaram “América” como seu nome oficial. A preposição “DA”, do nome oficial, indica que alguma coisa pertence à América. Ou seja, um país chamado Estados Unidos que pertence à América. A América, portanto continua sendo um continente mesmo no nome oficial dos EUA.
Quando os EUA se tornaram independentes eles o foram como 13 países (estados) que resolveram se juntar, posteriormente, para se defender da Inglaterra já que esta não reconheceu a independência de suas ex-colônias e representava uma ameaça.
Portanto o nome EUA traz uma história: são as “nações da América (continente) que resolveram se unir e formar uma só nação”.
Portanto os EUA jamais poderiam estar localizados na Europa pois o nome traz o local ao qual pertencem, a América (o continente).
Como os EUA foram a primeira nação da América a se tornar independente ela serviu de inspiração para as demais que a copiaram e daí surgiram certas aberrações como “Estados Unidos do Brasil” e “Estados Unidos do México”, esses dois países não são resultado da união de nações independentes, ambos nasceram como estados unitários e adotaram o federalismo depois.
Mesmo República Federativa do Brasil é uma cópia do nome grande dos EUA, sem nenhuma necessidade já que, ser república e ser federativo são apenas forma de se administrar um estado, formas que poderiam ser outras. Quando o Brasil era império ele já era Brasil.
Já que o nome oficial é “Estados Unidos da América” o adjetivo completo deveria ser “estadunidense da América” ou “estadunidense americano”, como o nome curto é Estados Unidos, nada mais natural que o adjetivo curto seja “estadunidense”.
O termo estadunidense, em português, é antigo de muito antes dos Estados Unidos se tornarem uma potência.
Cristóvão Colombo descobriu a América (continente) mais de duzentos anos dos EUA nascerem como nação. Não há sentido em passarmos a chamar o continente de “Américas” e chamar os EUA de “América”.
Ademais não é porque eles se denominam “americans” que na língua portuguesa tenha de se traduzir para “americanos” o nome somos nós que damos. Por exemplo, para nós Peru é um país dos Andes que nos lembra daquela aves, para os de língua inglesa ao ouvirem Turquia (em inglês) e que os faz lembra da mesma ave.

Cloez October 23, 2008, 5:08 pm

Oi Pinheiro, gostei do seu parecer, muito bom,e dá pra ver que você é uma pessoa muito inteligente 🙂 e concordo com quase tudo que você escreveu, no entanto, no final do seu comentário você chegou no ponto que acho eu não consegui te passar :

“Ademais não é porque eles se denominam “americans” que na língua portuguesa tenha de se traduzir para “americanos” o nome somos nós que damos”

Como você mesmo disse, na tradução queiramos ou não é americano, agora se você quiser dar outro nome, ok, concordo com você e coloquei isso no meu texto, errado não é, se você quiser chamá-los de estadunidenses, você estará correto, no entanto eles só poderão chamá-los a eles mesmos de americanos, não há outra forma em inglês. Esse é meu ponto.
Quanto ao exemplo de USA na Europa, foi um exemplo hipotético absurdo que coloquei apenas pra dizer o quanto absurda é a idéia…
Valeu pelo seu “post”
🙂

Pinheiro October 26, 2008, 3:29 am

Só reforçando Cloez, se de “american” fosse obrigatório traduzimos “americano” de “canadian” (em inglês), deveríamos traduzir “canadiano”, como fazem os portugueses, todavia o traduzimos para “canadense”.
Por curiosidade, a embaixada dos EUA também usa a palavra “estadunidense” em seus formulários.
Veja a página https://evisaforms.state.gov/DS156_Portuguese.asp

Cloez October 26, 2008, 11:35 am

Oi Pinheiro, obrigada mais uma vez por sua colaboração, tá aí algo que eu não sabia, de qualuqer forma, como eu falei, o brasileiro pode chamar ao americano do que ele quiser hehehehe… até FDP se quiser, mas ele mesmo só tem uma alternativa né ?
Thanks again ! 😉

David October 28, 2008, 5:27 am

Gostaria de acrescentar alguns pontos ao que o Pinheiro disse muito bem.

Em primeiro lugar, acho que a Cloez faz uma tremenda confusão entre nacionalidade e continente de origem. Não há nada de errado em se chamar de americano alguem que é do continente americano, independente de haver ou não a palavra América no nome do seu país. Da mesma forma chamamos outros povos de europeus, africanos, asiáticos, etc, nos referindo nestes casos ao continente de origem e não a uma nacionalidade específica. Continente de origem é uma coisa, nacionalidade é outra, ok, Cloez?

Outro ponto é que americano é quem é do continente americano, estadunidense é aquele que nasceu em um país específico do continente americano, os EUA, assim como brasileiro é quem nasceu no Brasil. Todo brasileiro é americano, mas nem todo americano é brasileiro; também tem os chilenos, os argentinos, os uruguaios, etc que também são americanos. Mesmo a denominação norte-americanos, muito utilizada aqui no Brasil até alguns anos atras, também é equivocada, uma vez que há três diferentes países na parte do continente americano denominada América do Norte e, portanto, mexicanos e canadenses também são povos norte-americanos.

Para finalizar, em vários países da america latina se utiliza a denominação correta para fazer referência a quem é dos EUA, ou seja, estadunidense. O Brasil é dos poucos países do continente americano em que se comete esta barbaridade de chamá-los de americanos. É mais ou menos como se os portugueses passassem a se referir aos ingleses como europeus. Não está intrinsecamente errado, já que os ingleses também são europeus, mas fica estranho outros europeus chamando-os desta forma. Mas se é pra ser assim, então também poderíamos chamá-los de terrestres, já que eles são do planeta terra. Alguém se arrisca?

Cloez October 28, 2008, 5:16 pm

Oi David, primeiramente obrigada pela participação.
Vamos lá, eu não me lembro de no meu “post’ ter colocado que continente e nacionalidade são a mesma coisa, mas agradeço a sua explicação de qualquer forma hehehe..
Adorei seu “post” o que veio mais ainda complementar a minha idéia, de que os americanos podem chamar-se a eles mesmos de americanos.. esse era meu ponto que acho não consegui passar…
Você explicou e concordo plenamente com você, eu não acho que seja errado chama-los de estadunidenses, o meu ponto é “: porque os brasileiros acham que é errado os americanos chamarem a si próprios de americanos ? Não há em inglês outra forma…
Eu tb concordo com vc, todo brasileiro é americano, mas nem todo americano é brasileiro, só que nós temos o Brasil em nosso nome e podemos dizer que somos brasileiros, já os americanos tem o America no nome e só America , não tem outro nome como Brasil, Peru, Mexico …
Espero que tenha te passado meu ponto de vista e gostei de conhecer o seu.
Seja sempre bem vindo para trocarmos idéias 😉

Pinheiro November 3, 2008, 10:52 am

Olá Cloez! Parabéns pela escolha do tema.
Na verdade o assunto não é pacifico mesmo nos EUA.
Lá também se usa a palavra “American” para se referir a qualquer um do continente. Como no caso de um discurso do presidente Bill Clinton, na Nicarágua, ao dizer “todos nós somos americanos”, ao dizer que os estadunidenses e nicaragüenses tinham algo em comum.
Os estadunidenses são conscientes de que Colombo descobriu a América, o continente, e não os EUA somente.
Existem por lá correspondentes, em inglês, para a palavra “estadunidense” embora “american” seja o mais comum, como por exemplo: “United Stater”, “United Statian”, “United Statesman” (“Stateswoman”) ou abreviadamente, como é mais comum, “U.S.”, e muitos outros adjetivos.
É muito usado também “U.S Citizen” pouco aquém de “American” e, menos comum, “U.S American”.
Particularmente prefiro esse último quando converso com algum estrangeiro, em inglês. Mesmo os estadunidenses não o estranham, já que o uso de “U.S” e “American”, separadamente, é muito comum por lá.
“U.S. American”, portanto, fica perfeitamente compreensível para os de língua inglesa e evita-se qualquer ambiguidade.
Em português uso, em regra, “estadunidense”, quando falo algo relativo aos EUA.
Quando escrevo, uso também “ianque” ou “americano”, mas só depois de haver escrito “estadunidense”, deixando claro a que me refiro.
“Norte-americano” nunca uso, pois acho que foi uma tentativa malfadada de se resolver a ambigüidade trazida pela palavra “americano”, criando-se outra palavra ambígua.
Embora esteja em inglês, é interessante visitar a página abaixo que detalha a respeito de outros adjetivos para a palavra “american”, nos EUA e em outros países:
http://en.wikipedia.org/wiki/Adjectives_for_U.S._citizens

Cloez November 3, 2008, 4:55 pm

Hey Pinheiro, ADOREI .. acho que agora você calou minha boca hehehe.. não tenho mais o que falar… agradeço o seu “post’ porque da mesma forma que eu não sabia muita gente também não sabe e com certeza aprenderá, essa é a “mágica” da internet né ? fazer com que pessoas aprendam com pessoas que nunca haviam tido contado anteriormente !
Ainda não tive tempo de ver o seu link porque estou trabalhando duro aqui em casa, mas depois eu volto com calma e olho ok ?
Thanks again !! and Please come back always …. 🙂

Liz Thompson December 28, 2008, 10:16 am

Interessante o teu artigo Sandra. Ja discuti com muita gente a respeito desse “american thing” tambem. Alias ate ja discuti a respeito da palavra “football” (american football, not soccer), obviamente em ingles mas que pode deixar qualquer brasileiro doido, se realmente parar pra pensar. E o proprio “americano” nao consegue explicar. Como pode o esporte ser chamado de “football” se e basicamente jogado com as maos, uh?!
De pirar, ne?

Cloez December 28, 2008, 4:09 pm

Liz, você levantou um ponto que eu nunca havia pensado e dá mesmo pra pirar hehehehe.. o que também acho engraçado é o fato dos americanos ( estadunidenses ? ) quando vencem o campeonato de Football são campeões mundiais hehehe isso porque só existe aqui o jogo!

Luiza January 19, 2009, 12:20 pm

“Nacionalidade = Nação = País de nascimento”.
Nem sempre. Eu por exemplo. Tenho 16 anos, nasci no Japão e tenho como nacionalidade brasileira. Por quê? Porque pra ser registrado como japonês, pelo menos um dos pais tem que ser japonês também. Triste, mas foi melhor assim, amo ser brasileira.
Eu sei que você sabe que existem exceções, mas eu tive que fazer esse comentário retardado. Você levantou um assunto um tanto quanto polêmico, tem que ficar atenta em tudo. Mas ninguém é perfeito. Sei lá, acho que tinha que achar alguma coisa, não gostei do que li. Hehehe…E também quem sou eu pra dar conselho pra alguém, né?
Beijos!

Cloez January 19, 2009, 1:31 pm

Oi Luiza, primeiramente obrigada pela participação. Realmente o assunto é polêminco e está aberto a opiniões que concordem ou não comigo.
Como você falou há exceções, mas quando a gente escreve geralmente escreve pensando em linhas gerais né ?
O que significa “nacionalidade”? Se levarmos em conta a etimologia, a palavra indubitavelmente, originou da vocábulo “nação.” Daí que muitas vezes se pense que “nacionalidade” só pode ser entendida em função da nação. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, versão online, apresenta seis definições para este substantivo feminino: 1. “grupo social unido pela mesma origem histórica, pela mesma língua e por tradições, interesses e aspirações comuns; nação;” 2. “comunidade política autónoma; Estado independente;” 3. séries de particularidades que definem uma nação;” 4. “unidade dos grupos de pessoas que constituem uma nação;” 5. “país onde alguem nasceu e que é cidadão; pátria; naturalidade;” 6. “condição jurídica e política própria de um cidadão nacional, adqueirida por nascimento ou por naturalização.”
A minha definição não está errada hehehehe.. embora seja um termo dinâmico …….Mas …. adorei saber que no japão não basta nascer lá, é necessário ter pais ( ou pai ou mãe), japonês para receber a nacionalidade….
Acho que o grande “favor”que a internet presta a nós que a usamos é ensinar .. cada dia aprendo um pouco com pessoas que nunca em outras épocas teria oportunidade de conhecer, como você ..
Mais uma vez obrigada, mesmo que não concorde comigo hehehe
Beijos 😉
Sandra

Liz Thompson January 19, 2009, 10:43 pm

Oi Sandra, sobre o seu comentario de 27 de setembro de 2008, que voce diz ficar abismada quando o pessoal fala mal dos “americanos”, dizendo que eles até elegeram o Bush duas vezes… Lembre a eles que isso não foi nada… Incrivel mesmo foi eleger o “Lula” pela PRIMEIRA VEZ.. O resto é … you know what!

Antônio Lídio Gomes March 5, 2010, 9:51 pm

Não, espere aí Liz, não misture.
Estáa se falando de coisas distintas.
Não misture, porque o assunto está em nível elevado, por favor…

Cloez January 19, 2009, 11:20 pm

Oi Liz, realmente hehehehe fala sério, ninguém merece né ?
hehehehe… Coloquei a sua carta na imigração, que é onde eu deixei para assuntos “americanos”
Thanks !
Sandra 🙂

Liz Thompson January 20, 2009, 12:04 am

x.x.x.x.x.x.

Cloez January 20, 2009, 10:39 am

Interessante, recebi a sua pergunta se eu a havia bloqueado, vi no celular, entrei no site a pergunta não está aqui… não eu não bloqueei, não tem como, porque você já é frequentadora do site, a primeira vez eu tenho que “moderar”mas depois disso entra automaticamente, a não ser que tenha algum “link”daí vai pro spam, mas também não tem nada lá, vai saber… sumiu ! hehehehe .. Eu até perguntei pro meu marido ele também não sabe porque… sorry !
🙁

Pinheiro January 20, 2009, 5:10 pm

Olá Sandra, como vai?
tanto o “futebol” quanto o “futebol americano” têm uma origem comum: a inglaterra do século 19 onde um jogo (com o nome de futebol) era praticado nas universidades e em cada uma variava-se as regras. Em umas não se podia jogar com as mãos e em outras podia-se. Em determinado momento quizeram fazer um campeonato entre universidades mas as regras eram tão diversas que tiveram de defini-las primeiramente.
Mas justo devido serem tão diferentes tiveram de criar dois esportes: a um chamaram “futebol” (que era predominantemente jogado com os pés e cuja bola era redonda) e ao outro de “rúgbi” (cuja bola é oval e passada de mão em mão entre os jogadores).
Antes dessas definições porém o “futebol”, com as regras parecidas com as do rúgbi já havia chegado aos EUA e por essa razão manteve-se o nome de “futebol” naquele país.
Para se evitar ambiguidade os estadunidenses passaram a chamar o nosso futebol de “soccer”, os demais países de língua inglesa entretanto (Inglaterra, Canadá, Escócia, Gales, Austrália, África do Sul, etc) o chamam simplesmente “football”.
Em português, em minha opinião, o “futebol americano” deveria se chamar “rúgbi estadunidense” ou “rúgbi americano” já que se assemelha muito aquele esporte.
No Brasil o rúgbi também é conhecido como “bola militar” porque é mais praticado entre as forças armadas e auxiliares.
Abraços.

Cloez January 20, 2009, 5:36 pm

Oi Pinheiro, que bom vê-lo por aqui novamente ! Obrigada por sua “aula” sobre futebol e “soccer”, realmente faz muito sentido , agora existe o esporte rúgbi né ? é diferente do futebol americano ? eu realmente não entendo muito dessas coisas… Eu vivo brincando com meu marido eu falo que americano é tudo errado, eu falo pra ele olha só essas medidas, num tem sentido, o mundo todo (quase todo) usa o sistema métrico, porque vcs tem que usar isso ? parece que estão sempre na contra mão hehehe…. com o soccer é a mesma coisa né ? hehehe
Obrigada novamente !
🙂

Liz Thompson January 20, 2009, 7:52 pm

Curioso o Pinheiro ter voltado a colocar comentario justo hoje.
Sabia que o comentario que “tentei” colocar ontem e nao consegui, foi a respeito do comentario dele de 3 de novembro de 2008? Pois e… agora eu entendo… havia deixado um link do wikipedia (por isso nao deu certo) pra ele se informar a respeito da palavra “Ianque” (Yankee em ingles) e principalmente nao deixar de ler a parte de “COMTEMPORARY USES – WITHIN THE US…” Alguns “estaunidenses”, com ele os chama, podem se sentir ofendidos quando chamados de Yankees.

Cloez January 20, 2009, 8:50 pm

Que interessante, se quiser tente mandar novamente o link, se por acaso não entrar tente me mandar por mensagem, como vc mandou a carta que eu copio e coloco aqui pra vc ok?
🙂

Liz Thompson January 20, 2009, 9:33 pm

Ok… aqui vai o link de novo…
http://en.wikipedia.org/wiki/Yankee

Liz Thompson January 20, 2009, 9:33 pm

Funcionou!!!

Cloez January 20, 2009, 9:52 pm

Good for you Liz ! Vou dar uma olhadinha amanhã !
bjs 🙂

Pinheiro January 23, 2009, 9:47 am

Olá Cloez! Grato por tuas palavras e uma satisfação debater contigo e com os demais. Bom, vamos a tua pergunta:
Eu não entendo as regras do futebol-americano e do rúgbi para diferenciá-los com precisão, mas pelo que pude observar, de semelhante vejo que as traves têm forma de H, e que se marca pontos dando-se uma arrancada até a linha de fundo do campo adversário carregando-se a bola oval ou então a chutando na forquilha da parte de cima do H. Também reparei que em ambos os esportes os jogadores tentam segurar o time adversário para que eles não detenham o sujeito que está com a bola oval tentando chegar a linha de fundo. Os campos são gramados e parecem ter o mesmo tamanho só que o campo de futebol-americano possui diversas linhas paralelas à linha de fundo; porque, eu não sei.
As diferenças que vejo estão principalmente no uniforme, no futebol-americano os jogadores usam uma espécie de armadura enquanto que no rúgbi o uniforme se parece com o do futebol.
Quanto às unidades de medidas, existe uma convenção, da qual Brasil e EUA são signatários para que seja adotado o sistema métrico e haver uma padronização mundial. Nessa questão parece que o Brasil está mais avançado embora também tenhamos um pouco de resistência. Por exemplo os sítios e fazendas ainda são negociados e registrados em cartório em “Aires” e “alqueires”; bois são negociados na bolsa em “arroba” (vide Globo Rural) e muitas medidas ainda são dadas em “léguas”.
Achei interessante o sítio que a Liz queria que eu olhasse; não sabia das diversas definições para a palavra ianque nos diversos países. Achei interessante principalmente o país que chama os EUA de “Ianquelândia”. Mas ela se enganou, eu havia dito que escrevia “ianque” nos textos, em português. Não uso “Yank ou Yankee” em inglês, mas sim “U.S. American”.

Cloez January 23, 2009, 6:54 pm

Oi Pinheiro, mas então na verdade não importa muito se eles tivessem esse nome de “Rugbi Americano”porque de qualquer forma seria diferente do rúgbi né ?
Quanto às medidas eu uma vez discuti isso com um amigo canadense, o Canadá mudou não faz muito tempo para o sistema métrico e ele me disse que ficou caríssimo para fazerem as mudanças, acho que essa é a principal razão da não mudança né ? Tudo bem que faz mais sentido pra nós porque nós ( brasileiros ) crescemos acostumados com esse sistema, mas como a grande maioria dos países usa o sistema métrico ao meu ver faria mais sentido mudar aqui….
Você tem mesmo razão sobre algumas medidas como “arroba” eu lembro mesmo disso…e eu me lembro também da gente comprar televisão de 27 “polegadas”hehehe eita confusão né ? hehehe
Obrigada mais uma vez por sua explicação sobre os jogos !
🙂

Liz Thompson January 23, 2009, 5:29 pm

Independente da palavra Yankee ser escrita ou falada, quando nos referimos a um “estadunidense” devemos ter cuidado.
Principalmente quando nao temos intencao de ofender.
Como ja disse antes, alguns americanos podem se sentir ofendidos quando chamados de Yankee. Toda regra tem excessao, e claro, mas fora dos EUA e comum ouvir a palavra yankee sendo usada por “nao americanos”, geralmente em sentido pejorativo.
Meu marido e militar americano, por isso ja tive a chance de morar em varios estados aqui nos EUA, conhecer pessoas e aprender sobre culturas e costumes locais. Em particular dos estados do sul. Isto nao me torna perita no assunto, alias, quanto mais diversificado um assunto, mais me interesso em aprender 🙂

Cloez January 23, 2009, 6:45 pm

Eu estou aprendendo muito aqui e agradeço a participação de todos ! 🙂

Pinheiro January 24, 2009, 8:08 am

Não há de que Sandra! é um prazer.
Creio que a maior resistência as mudanças nos sistemas de medida sejam mais culturais que financeiras porque as financeiras são compensadas a longo prazo. Acho que mudanças só são totalmente assimiladas nas gerações seguintes.
Por exemplo: a partir de janeiro de 2009 entrou em vigor um acordo ortográfico do Brasil com Portugal pelo qual o trema deixa de existir. Para mim é estranho não grafar com o trema. Ainda não sei se a palavra “estadunidense” continuará a ser escrita assim ou será escrita “estado-unidense” como em Portugal.
Até 1947 a palavra “fase” era escrita “phase”. Achei lúdico quando li alguém, da época, criticar a mundança dizendo que a escrita com F seria feia, sem poesia, sem romantismo. Para mim seria estranho é grafá-la com PH.
Quanto a palavra “futebol-americano” é essa que deve ser usada, pois é a consagrada na língua portuguesa e a que está nos dicionários, eu só quis dizer que, pela natureza do esporte ele é um tipo de rúgbi, do qual é descendente e não um futebol. Por isso que tu estranhaste um esporte chamado (football) ser jogado com as mãos; porque o nome não corresponde a natureza. Da mesma forma a palavra “peixe-boi” não corresponde a sua natureza já que o animal é na verdade um mamífero e não um peixe.
Abraços e felicidades.

Cloez January 24, 2009, 11:53 am

Oi Pinheiro, claro, você tem razão em relação ao esporte hehehe acho que não estava pensando quando respondi pra você, e olha que eu não sou loira hein ? hehehe mas também falar bobagem num é privilégio de loira né ? hehehehe…
Essa mudança ortográfica não sei não, eu acho que não gostei, o trema ainda é o de menos, muita gente já não usava, agora o hífen, sei lá, vai complicar ainda mais, essa molecada que já escrevia errado antes não sei como será agora…. por outro lado acrescentarem o K e Y acho que vai ajudá-los já que tinham mania de usar no famoso “internetês”que eu particularmente ODEIO.
🙂

Pinheiro January 24, 2009, 9:14 am

Olá Liz Thompson! cada palavra, em cada idioma, está inserida em um contexto histórico e cultural próprio.
Quem estudar um idioma estrangeiro deve também conhecer a cultura em que está essa palavra. A palavra “ianque”, em português, não têm sentido pejorativo como sua versão possa ter nos EUA ou em outros países. Por isso se algum estadunidense ouvi-la ou lê-la não deve se sentir ofendido, pois a palavra “ianque”, em português é simplesmente sinônimo de “americano” (estadunidense), assim como “Yanqui” na Argentina e Uruguai.
Já na Islândia poderá ter o direito se sentir ofendido se ouvir ou ler “kani” (versão islandesa de “Yankee”).
Da mesma forma o estadunidense que falar em português não deve simplesmente traduzir a palavra “ordinary” para “ordinário” porque a palavra “ordinário”, no Brasil, é também usada para xingar, ele deve preferir usar a palavra “comum”.
É claro, depois que tu me deste a dica tomarei cuidado de não usar a palavra “ianque” se me dirigir, a um norte-americano, embora minha preferência, em português, seja o uso da palavra “estadunidense”, justamente por não trazer qualquer ambiguidade.
Um abraço e muita saúde.

Cloez January 24, 2009, 11:57 am

Pinheiro, me intrometendo um pouco aqui no diálogo de vocês, achei interessante sua observação quanto ao “ordinary” é isso mesmo, eu já havia pensado em outra palavra que é o “absolutely” que em inglês tem a conotação positiva, em português negativa.. absolutamente não hehehehe
😉

Liz Thompson January 25, 2009, 9:29 pm

Voces tem razao, Pinheiro e Sandra. “Ordinary” e “absolutely”. Palavras que a gente usa praticamente o tempo todo e que raramente pensamos no significado, seja em portugues ou ingles.
E ja que estamos falando de diferentes significados para a mesma palavra… Entao, o que acham de uma palavra bem comum, usada frequentemente tanto no Brasil como aqui e
que tem significados bem parecidos, ou quase.
Traducao exata:
Portugues: Cachorra (cadela)
English: Bitch (female dog)

Cloez January 25, 2009, 10:41 pm

Hehehe.. interessante né ? se pararmos pra pensar tem muita coisa.. veja só, no Brasil quando está tudo bem… está tudo azul !!! Aqui… I ‘m feeling blue !! Não está se sentindo legal .. completamente oposto heheheheh
🙂

Liz Thompson January 25, 2009, 10:01 pm

E quando se tem amigos “desbocados” que nem eu, o uso vai ainda mais longe. Meu marido as vezes diz:
-“You got a potty mouth, for a girl!
Falar portugues, ele nao fala. Mas entende todos os palavroes.
Na minha opiniao, se voce sabe onde e quando usar, tudo bem.
Eu nunca falei nem m-rda na frente da minha mae ou do meu pai.
Nao que eu seja santa, nao. Respeito, acho.

Cloez January 25, 2009, 10:41 pm

Hehehehe 🙂

Liz thompson January 25, 2009, 11:19 pm

Ja tricotou (de verdade) alguma vez? Sabe quando a gente encontra a ponta perdida dentro do novelo? Pois e… com nosso cerebro e assim mesmo. Agora e so comecar a puxar as palavras que sai…

Cloez January 25, 2009, 11:44 pm

Hehehehe verdade, sim eu fiz um casaquinho de bebê, mas há muito tempo atrás, por enquanto estou só praticando pontos ( cachecol )depois vou ver se consigo mesmo fazer algo, você tem razão, acho que tem que pegar no tranco né ? hhehehe vai tentando , tentando uma hora sai hehehehe
😉

Pedro May 9, 2009, 3:16 pm

“…seja o uso da palavra “estadunidense”, justamente por não trazer qualquer ambiguidade.”

Mas a palavra “estadunidense” também é ambígua, pois o nome por extenso do México é ‘Estados Unidos Mexicanos’, logo os mexicanos também são “estadunidenses”.

Cloez May 10, 2009, 11:53 am

Interessante seu ponto de vista, realmente você tem razão.
Eu não sei se você sabe, mas o Brasil já foi também, Estados Unidos do Brasil hehehe..
Valeu pela participação !
Sandra 🙂

Pinheiro May 30, 2009, 6:10 am

Bom dia Cloez! Olá Pedro!

Não há ambiguidade no uso da palavra “estadunidense”, pelo menos não oficialmente. Os dicionários, em língua portuguesa, só a registram como adjetivo relativo aos EUA.

Ao contrário, os termos “americano”, “norte-americano” e “ianque”, além de referir-se aos estadunidenses, pode-se se referir a outros também. A que eu saiba nem os mexicanos se auto-denominam estadunidenses.

Diga-se de passagem haverem sido criados “Estados Unidos do Brasil” ou “Estados Unidos do México” foi um tremendo absurdo já que, ao contrário dos EUA, tanto México quanto Brasil são federações oriundas de estados unitários, não houve “união” de espécie alguma, aliás ambos foram originalmente, impérios.

Ao contrário, os EUA se formaram da união de países independentes e são realmente estados unidos.

Acho uma tremenda falta de autenticidade copiar a expressão “estados unidos” dos EUA, como fizeram México e Brasil. Ainda bem que, no Brasil, isso teve vida curta e a correção foi feita rapidamente.

Abraços.

Cloez May 30, 2009, 12:07 pm

Oi Pinheiro, welcome back ! Vocêsempre com colocaç~ões interessantes e inteligentes… Do ponto de vista oficial, como você diz, só é mesmo relativo aos Estados Unidos, mas se o Mexico possui o termo no nome poderia ser também dirigido a eles né ? e acho que foi isso que ele quis dizer, pelo menos foi o que entendi. Concordo com você não fazer sentido o termo, e ainda bem mesmo que o Brasil corrigiu hehehe 😉
Abraços !
Sandra

Pinheiro May 31, 2009, 1:02 pm

Grato Sandra! felicidades e parabens pelo espaço de discussão.

“…mas se o Mexico possui o termo no nome poderia ser também dirigido a eles né ?”

Poderia, mas não porque o México possui a expressão “estados unidos” no nome. Não há obrigatoriedade de o adjetivo pátrio guardar similaridade com o nome geográfico ao qual qualifica, isso geralmente acontece porque fica mais facil de se fazer a associação porém não é regra (pelo menos em português). Quem é da cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, é carioca e não “rio-janeirense”.

Por isso que os mexicanos, mesmo tendo “estados unidos” no nome oficial, chamam os “Americans” de “estadounidenses” ou gringos, e a si mesmos de mexicanos.

Primeiro porque já se dominavam “mexicanos” antes que algum político, sem autenticiadade, acrescentasse o “estados unidos” ao nome e segundo porque já chamavam os dos EUA de estadunidenses (“estadounidenses” em castelhano) e não haveria porque adotarem para si (ou adotarmos nós) um termo ambíguo.

Abraços.

Cloez May 31, 2009, 8:35 pm

Tá certo, concordo com você em tudo, mas ainda acho que o “estadunidense”em inglês não tem outro termo para chamar a si próprio senão “americanos”, pelo menos eu não conheço… como eu já falei, o brasilerio pode chamar o americano do que quiser, agora ele mesmo não tem muita escolha, em inglês….
De qualquer forma, é sempre bom ler suas explicações, valeu ! 😉
Abraços
Sandra

Pinheiro June 1, 2009, 5:36 pm

Valeu Cloez!

Felicidades.

Cloez June 1, 2009, 10:25 pm

Pinheiro, é sempre um prazer ler seu parecer, por favor continue participando. !
Abraços 🙂

felipe August 14, 2009, 5:38 pm

tem gente que está é de saco cheio de anglicismos, apesar de ser o que mais uso por obrigação e bom senso na minha profissão.
Não tenho ódio de Estadunidenses. Porém evito ser coloquial. E acredito que chamá los por Americanos que é coisinha de gente desinformada que ouve funk e assiste bbb

Cloez August 14, 2009, 9:15 pm

Felipe, na verdade eu acho que como brasileiro qualquer um pode chamar aos Norte Americanos de americanos, estadunidense ou gringo ou o que quiser !! Mas o próprio americano só pode dizer que sua nacionalidade é americana, assim como nós brasileiros somos brasileiros; Mesmo que moremos na America a nossa nacionalidade não é americana e sim brasileira…..
Quanto ao ouvir funk e assistir bbb acho que tem gosto pra tudo e respeito sem ser preconceituosa, afinal tá cheio de intelectual que gosta do Paulo Coelho né ? hehehehe
Obrigada por participar ! 😉
Sandra

jujuh August 26, 2009, 2:09 pm

Eu não sei de nada disso 🙁

Cloez August 26, 2009, 8:59 pm

Oi Juju, na verdade ISSO fica ao critério de todos nós !
🙂
Sandra

Wellington November 15, 2009, 6:20 pm

Olá, em relação as suas explicações sobre essa peleja queira me desculpar, mas você não está por dentro do assunto, pois a utilização desse termo estadunidense não tem relação alguma com complexo de inferioridade muito pelo contrário e para piorar sua situação o mesmo não é utilizado apenas no Brasil e sim em todos os países de lingua espanhola.Outra coisa, pouco importa como os americanos se intitulam e sim o que é mais adequado historicamente, haja vista, que esses Estado “Unidos” da América não foram unidos, mas sim usurpado dos Mexicanos, comprados em dinheiro de algumas nações européias e o que é pior tomados a força dos índios, ou seja, o conteúdo é mais importante que a forma ou melhor a forma também é conteúdo.Por fim, é possível utilizar tanto o termo Norte americano quanto o termo estadunidense, pois ambos são permitidos pela nossa lingua portuguesa e a simples utilização do termo já mostra de que lado você está ou pelo menos quase(o primeiro é utilizado pela direita ou pelos perdidos e o segundo pela esquerda que luta por um mundo melhor) Até mais!

Cloez November 15, 2009, 9:36 pm

Wellington, vou te desculpar sim hehehe porque acho que você realmente não entendeu meu ponto de vista.
Essa é MINHA opinião, se é certa ou errada, é como EU penso.
Quanto ao fato de se intitularem americanos ou nao, eu me refiro ao termo em inglês porque eu não conheço outro em inglês que se aplique, caso vc conheça por favor me diga. Quanto aos brasileiros, europeus e outras nações utilizarem o termo estadunidenses, tb acho que está no direito deles e de quem quiser.
Eu não vou discutir história americana com você porque eu honestamente não sou formada no assunto, mas posso te garantir uma coisa, as terras foram sim tiradas dos índios e são pagas a preços de ouro até hoje a todo descendente de índio, por isso é muito fácil vc ver cadilacs com chapas de navajo nation … mas como te falei, não sou expert no assunto, estou apenas dando minha opinião que pode não ser certa, porque eu não sou nem pretendo ser a rainha da verdade.
Obrigada por sua opinião, que apesar de não ser a mesma que a minha respeito !
Sandra

Jane December 15, 2009, 3:09 am

só uma coisa, a nacionalidade é brasileira (no feminino) pois nacionalidade é um substantivo feminino e o adjetivo deve concordar
Deus abençoe o continente!!!

Cloez December 15, 2009, 9:09 am

Jane, vc está absolutamente correta, não vou dizer que não sabia disso não, sabia sim, e cooquei certo quando respondi brasileira, mas escrevi errado no americano hehehe, mas errar todo mundo erra né ? hehehe Já corrigi…
Obrigada pelo puxão de orelha ! hehehe
Bjs
Sandra 🙂

Pedro martins January 21, 2010, 3:20 am

Se você esta viajando da europa para o Brasil você diz, vou para a américa, américa do sul ou Brasil?
Os Americanos ou Estadunidenses, como queiram, podem dizer que vão para a américa, pois queiram os frustrados ou não, o único país que tem américa no nome é o deles. Portanto da mesma forma que dizemos Brasil, e não Republica Federativa do Brasil, eles dizem América. E até podem se dar ao luxo de dizer Estados Unidos, caso queiram.

Cloez January 21, 2010, 10:39 am

Oi Pedro, obrigada por ser parecer, por incrível que pareça eu não havia pensado nisso, mas vc está certíssimo….
E como eu sempre digo, os brasileiros podem chamá-los norte americanos, americanos ou estadunidenses, no entanto em inglês só existe uma palavra “american”
Obrigada !
Abs
Sandra

David February 10, 2010, 2:03 pm

Senhora Liz Thompson com todo respeito que uma senhora merece, e tenha certeza, que eu lhe tenho, comparar a eleiçao do Sr. Presidente Lula com a eleiçao do Sr. Bush me parece estar fora do proposito deste excelente espaço, se e que eu logrei entender finalidade do mesmo. Com relaçao ao tema em discussao me parece mais adequado o uso do termo estadunidense para os que tem sua cidadania concedida pelos EUA,seja por nascimento em seu territorio,por descendencia o por naturalizaçao, ja que americanos sao todos os que nascem do Alasca a Patagonia.Porem esta e uma opiniao pessoal e por formaçao e convicçao respeito a todas as opinioes aqui expostas.

Cloez February 10, 2010, 3:30 pm

Oi David, obrigada pela participação !
Eu concordo com vc em relação ao termo americano, sim somos todos americanos, norte ou sul americanos, no entanto o que sempre digo, os brasileiros podem chamar aos estadunidenses como vc assim prefere, estadunidense, no entanto, só eles podem se chamar de americanos porque o país é o que possui América no nome, assim como apesar de sermos todos americanos só os brasileiros podem se chamar de brasileiros por possuírem Brasil no nome do país, o fato dos americanos se chamarem assim também é porque é a única forma em inglês, não existe outra forma em inglês, certo ?
As vezes eu sinto é isso acontece simplesmente por um anti americanismo que tomou conta do mundo …
😉
Sandra

Ty Koln Ray March 3, 2010, 11:55 am

Isso mesmo. É simples.
Um exemplo: o nome do país é “Estados Unidos da América”. O do Brasil é “República Federativa do Brasil”.
Eles são “americanos” porque nós somos “brasileiros”. Se fôr pra chamá-los de “estadunidenses”, teremos que nos chamar de “federativorepublicanos”, ou algo assim.
Na verdade, “Estados Unidos” foi adicionado ao nome pra trazer união e espírito nacionalista para a população, coisa que a propósito é importante quando se cria um país.
Se alguém acha que eles se chamam americanos porque estão tentando dominar o continente inteiro, ou sei lá, pode até estar certo, porque até hoje são a maior potência econômica. Mas se quiser contrariar mesmo assim, pare de assistir filmes e seriados americanos, não compre mais playstation, xbox; não compre mais nada que seja americano. O que será de ti?

Cloez March 3, 2010, 2:00 pm

Obrigada pela participação Ty, adorei !
Sandra 🙂

Pinheiro March 5, 2010, 6:51 am

Olá Cloez como estás, tudo bem? voltando à discussão do tema, gostaria de lembrar que a escolha de um adjetivo não está obrigatoriamente atrelado ao substantivo que qualifica.
Se assim fosse não poderiamos chamar quem nasce no Espírito Santo de capixaba (Já que o Estado do Espírito Santo não possui “capixaba” no nome), não poderíamos chamar quem nasce no Rio Grande do Norte de potiguar, porque a palavra “potiguar” não está no nome do Estado, etc. Nada a ver.
Assim, não é porque o EUA tem “América” no nome que o adjetivo correspondente tem de ser “americano”, necessariamente. Não existe tal regra. Fazemos isso apenas porque fica mais fácil para o cérebro correlacionar, nada mais. E se tal regra existisse e o adjetivo relativo aos EUA devesse ser “americano” por ter “América” no nome, por mais razão deveria ser “estadunidense” pois há “estado e unidos” no nome (dois contra um).
Em segundo lugar gostaria de ressaltar que essa é uma discussão de língua portuguesa e não inglesa, como tu bem o disseste os estadunidenses podem se chamar pelo adjetivo que quiserem, não é da nossa conta. Como não é da conta deles o nome que damos.
Aliás essa é uma discussão de português brasileiro porque, como se sabe, brasileiros e portugueses têm algumas palavras diferentes para designar as mesmas coisas.
Ao contrário do que alguns deixam transparecer, não existe um DIREITO, dos estadunidenses de serem chamado “americanos”. A palavra “americano” é sinônimo de estadunidense porque assim foi estabelecida pela Academia Brasileira de Letras (essa sim tem a competência legal de falar quais palavras fazem parte do português brasileiro).
Como se vê é uma discussão brasileira e as pessoas devem evitar o estadunidismo (influência dos EUA), nessa discussão. Os estadunidenses não se denominam “americanos” e sim “Americans”. Reparemos que em português os gentílicos são escritos com “O” e em letra minúscula; em inglês sem o “O” e em letra maiúscula. Portanto “American” e “americano” são palavras diferentes em idiomas diferentes apesar de parecidas. Em Portugal “canadian” é “canadiano”, no Brasil é “canadense”, ou seja, cada país dá o nome que quiser. Ao contrário do que muitos confundem o tema do blog é: “americano ou estadunidense”, e não “American or United Statian”.
Da mesma forma a palavra “América” (com assento em português), não é a mesma palavra “America” (sem acento), em inglês. Elas são parecidas por questão histórica e porque tanto o português quanto o inglês usam letras latinas.
Há certa razão dos estadunidenses de se denominarem “Americans”, por questões históricas de formação do estado federado (o que demandaria aqui outra discussão) mas para nós brasileiros chamá-los de “americanos”, em português, não tem muita lógica.
Primeiramente porque a América já era assim conhecida desde o século 15 e seus habitantes já eram denominados “americanos” desde o século 15 também. Os EUA só começaram a ser colonizados no século 16. Ou seja, já existiam americanos muito antes de existirem os estadunidenses.
O descobridor da América (Colombo), morreu muito antes dos EUA serem colonizados e, a que eu saiba, jamais esteve no que hoje é o território dos EUA.
A América ganhou esse nome em homenagem a Américo Vespúcio que ao viajar pelo litoral da América do Sul verificou que Colombo não atingira as Indias mas que havia descoberto UM NOVO CONTINENTE. Aliás Américo também morreu antes do início da colonização dos EUA. O primeiro mapa da América trazia esse nome na posição do que viria a ser o Brasil hoje.
Portanto chamamos os estadunidenses de “americanos” por causa do estadunidismo (influência dos EUA), no jornalismo, no cinema, nos manuais técnicos, principalmente a partir do início do século 20, com o maior desenvolvimeto dos EUA.
Os brasileiros devem ser patriotas e não permitir a alteração de nossa língua por influência estrangeira, quer seja proposital ou não (nosso idioma é assunto nosso).
A palavra “patriota”, significa amor a aquilo que seja da pátria, não é “frustração”, é resistência a uma nova colonização (contra a qual morreram muitos de nossos antepassados americanos). Se nos tornamos independentes {aliás independência é parte do ideário americano (não só estadunidense)} é para sermos realmente independentes, nada de independência “meia-boca”.
Para sermos livres hoje muitos dos nossos antepassados tiveram de entregar a própria vida, não podemos entregar o que é nosso só porque heradamos de graça (perdoai-me pela redundância). Lembrai-vos, se não assumirmos nossa herança, alguém a tomará, aí sim a valorizaremos.
Abraços Cloez e parabéns pelo tema.

Cloez March 5, 2010, 4:35 pm

Oi Pinheiro, welcome back ! hehehe
Olha, hoje estou com tanta coisa pra fazer que daqui a pouco eu leio seu post com calma e respondo ok ?? já volto
Até mais
Sandra
Oi Pinheiro, voltei, vc sempre da uma aula né ? muito bom, como sempre…
Realmente, agora que não faz sentido não faz, pelo menos “sonoramente”né ? tipo quem nasce em Salvador Bahia ser , soteropolitano, claro que se vc for olhar as origens ( claro que fui pesquisar né ? hehehe ) tem lógica, Soter quer dizer Salvador e Polis quer dizer cidade, mas sonoramente não parece correto, a mesma coisa com o americano, sonoramente e oralmente é muito mais simples, aliás eu já estou acostumando com termo hehehe
Mas como eu já falei e vc reiterou, como o brasileiro vai chamar não importa, pode chamar até de FDP, gringo ou do que quiser, mas os nascidos nos USA só podem se chamar de americans ….
Deixa eu complementar… muitas pessoas que passaram a usar o termo Estadunidense (não é o seu caso) é por puro anti-americanismo, e vc sabe disso, é apenas por acharem que eles querem dominar a América.. honestamente os “Americans” pouco se importam com isso, muitos se auto denominam gringos … acho que certas coisas vc só vem a descobrir depois de conviver e viver o país, eu como estrangeira vou te dizer, eles recebem muito bem o estrangeiro, se interessam, perguntam do país e já ouvi muitas vezes a frase : mas porque vc mudou pra cá morando em um país tão lindo como o Brasil ?
Mais uma vez adorei a “aula”sua participação sempre traz muita informação
Obrigada !
Sandra 🙂

Antônio Lídio Gomes March 5, 2010, 10:59 pm

Desculpem a intromissão, na verdade a grande maioria das pessoas no mundo designam (errado?) o termo, em particular no Brasil. A maioria dos países de lígua castelhana, acertadamente, creio eu, os denominam corretamente como estadunidense. Por exemplo no cinema, europeus falam que vão para a América, os soviéticos os denominavam como Amerika se referindo à nação estadunidense, e por aí vai… Alguns ainda falam norte-americanos, porém, ainda é errado (no meu modesto entendimento), pois norte-americano também podem ser os canadenses, mexicanos e dinamarqueses (Groenlândia).
Mas qual o motivo para que se tenha tornado tão comum o uso do termo norte-americano? O mais provável, é que esse costume deva ter começado através da tradução de conteúdos técnicos com origem nos países hispânicos ou de fala portuguesa da América do Sul, América Central e Caraíbas, ao quererem distinguir-se, enquanto dos mesmos continentes denomindado de América, dos outros americanos ao norte deles.
Mas como entenderiamos essa informação? “Em 2010, os norteamericanos tem que sustentar mais de seis milhões de desempregados” Isso quer dizer que os canadenses, os mexicanos, os povos da Groenlândia, ou só os americanos dos EUA?
Os europeus não nem sequer sentem necessidade de fazer tal distinção, pois para eles, é com naturalidade que se referem a americano, como termo oriundo do nome abreviado dos EUA e não no nome do continente. Detalhe, não sou anti americano no sentido da s pesoas, mas sim no sentido
Como a opinião é pessoal, creio que os termos mais corretos sejam estadunidense e estado-unidense. Mas a pergunta é, porque a Academia Brasileira de Letras não corrige esse desvio?
Ainda vou questioná-los!
Muito Obrigado.

Cloez March 5, 2010, 11:15 pm

Oi Antonio, não tem que se desculpar, pelo contrário, agradeço a sua contribuição…Pois é , norte americanos são chamados mesmo apenas os nascidos nos EUA, pelo menos quando vc lê a matéria da forma que vc colocou é assim que entendemos…
Agora porque será que isso só começou a acontecer depois da “onda anti americana que surgiu no mundo com o ex presidente Bush ? ” Tanto você como o Pinheiro provam e defendem um ponto de vista lógico e coerente, mas não é o que vejo por aí na internet…infelizmente… o Obama está tentando mudar a face do país, mas não sei não…
Mas fico feliz que com esse “post” eu tenho aprendido muito por aqui e tenho certeza muitas outras pessoas que passam por aqui também….
Obrigada
Sandra 🙂

Pinheiro March 6, 2010, 11:17 am

Olá Cloez! é um prazer trocar informações. Tenho aprendido muito aqui.
Não havia pensado que alguém pudesse ter problema com a sonoridade da palavra “estadunidense”, para mim soa natural (Estados Unidos logo estadunidense). Conheço essa palavra desde de criança e por isso sempre me soou natural e para mim americano era a pessoa de toda a América. Creio que a sonoridade seja só questão de constume, como bem disseste.

Lembro-me de, quando criança, assistir um filme estadunidense, sobre a Segunda-guerra (dublado) e quando ouvia uma frase do tipo: “os americanos estão atacando os alemães”, pensava que se tratasse de uma coalisão e que ali haveriam brasileiros também atacando os alemães (pois eu sabia que o Brasil também havia guerreado contra a Alemanha), porque eu já tinha em mente que “americano” era qualquer um da América.

Só mais tarde é que fui descobrir que dublavam o termo “American” para “americano”, sem levar em consideração a diferença de visão dos dois povos, e que aquele “americano” se referia, na verdade, a “estadunidense”, ou seja os dubladores não se importavam com a ambiguidade, o que me causava confusão.

O termo “estadunidense” é muito antigo, pode até ser usado por antiamericanos (ou antiestadunidenses) atualmente, mas ele é mais antigo e usado desde que surgiu essa nação (os EUA), que na verdade eram várias nações (estados). Como denominá-los? O primeiro nome surgido foi estadunidense.

Mas, me permita discordar, acho que o que importa é exatamente como os brasileiros vão chamá-los, pois a discussão é em português e a razão de ser da página. Creio que não exista tal ambiguidade por aí, portanto a questão é nossa mesmo.

Se usarmos “americano”, “norte-americano” ou mesmo “ianque” (em português), corre-se o risco da ambiguidade, usando-se “estadunidense”, não há risco de ambiguidade. É o que defendo.

Como te disse conheço a palavra “estadunidense” muito antes do Bush assumir o poder e sobre mim não teve qualquer influência antiestadunidense. Alás até admiro o povo estadunidense: quisera eu que o povo brasileiro tivesse a metade do patriotismo que eles têm (pelo menos me parece ter). Já vi estadunidense até falar com orgulho do cachorro-quente como algo do seu país. E olha que cachorro-quente não é algo nada saudável a meu ver.

Olá Antônio Lídio, na verdade o mundo todo sofre a influência dos Estados Unidos devido a sua pujança atual. O país hegemônico sempre influencia mais fortemente os demais e isso é natural. Como citei acima, no meu exemplo, o cinema e o telejornalismo estadunidense estão presentes em todo o mundo e é claro não deixam de exercer influência especilamente no povão. Mas a questão não é pacífica mundo a fora. Essa mesma discussão que temos aqui ocorre em outros países. Nos países de língua inglesa, que não os EUA, também se denomina, por exemplo, o estadunidense de “Yank”, inclusive Inglaterra, país europeu. Vê o “link” abaixo:

http://en.wikipedia.org/wiki/Adjectives_for_U.S._citizens

Já li um texto de um jornalista inglês que, hospedado na casa de uma família espanhola, soube que uma das moças tinha um namorado americano e para sua surpresa ele não era dos EUA, porém do Chile.

Portanto o grau dessa inflência somos nós que determinamos, se formos passivos ela será total e perniciosa, se formos ativos, assimilaremos apenas o que nos for conveniente. Se formos patriotas essa influência não destruirá nossos valores.

Ser patriota não é odiar o que é estrangeiro, mas amar o que é da pátria.

Abraços.

Cloez March 6, 2010, 11:29 am

Pois é Pinheiro vc estava à frente do tempo, porque eu nunca havia pensado nisso até há pouco tempo atrás quando comecei a ver as pessoas usando o termo mesmo como forma vamos dizer.. vingativa…
Eu consigo entender e enxergar coerência em suas afirmativas e gostei muito da sua frase final “Ser patriota não é odiar o que é estrangeiro, mas amar o que é da Pátria” seria muito bom que assim todos pensassem, porque muitas vezes o que vejo é que, para enaltecer algo do Brasil é preciso desmerecer algo de outro país e não é o certo, mesmo porque na minha visão há espaço para todos.
O que eu gostaria muito é que o mundo todo melhorasse, fico feliz que o Brasil esteja se encaminhando para o primeiro mundo e espero que chegue rapidinho lá, não tem como não torcer para o Brasil mesmo morando em outro país, é como ver o Brasil jogar contra os USA, alguém me perguntou um dia, para quem vc torce? eu disse, precisa mesmo responder ? hehehe ….
Abs
Sandra

Antônio Lídio Gomes March 6, 2010, 3:40 pm

Cloez, esse é um dos poucos blogs que a gente aprende se divertindo!
Aliás, se voce aceita uma sugestão, que tal tocarmos na “ferida” do Acordo Ortográfico entre os países lusófono? (hehehe)
Olá Pinheiro, prazer em conhece-lo!
Mas só para complementar, Um raciocínio nos apresentado é que a origem está no nome oficial do país, sendo que, quem nasce na Republica Federativa do BRASIL é brasileiro; Estados Unidos do MÉXICO é mexicano; Estados Unidos da AMÉRICA é americano. Sim, América é o nome do continente, mas é também o nome do país.
Realmente Cloez, ser patriota é além do que torcer para um time de futebol, porque quem está ganhando são os atletas.
Abraços.

Cloez March 6, 2010, 3:46 pm

Hehehe Antonio, eu como dizem por aqui “you made my day” hehehe achei ótima a colocação do time de futebol, a gente além de não ganhar $$$ainda sofre quando um Zico da vida perde um pênalti na final 🙁
Abs
Sandra

Diego Pimentel March 6, 2010, 5:44 pm

– Isto é uma vergonha para todos vocês! Não acredito como uma nação que têm uma boa consciência chamam-os de “Americano” ou “Norte-Americano”. O certo é Estadunidense, e se for levar a história seriamente o certo seria “Ianque”.

O uso do termo “American” no Inglês é um erro na história da América (Continente). Revolto-me quando estou assistindo a jornais e os apresentadores chamam os Estadunidense de “Americano” ou “Norte-Americano”.

“América para os Americanos!” Essa frase foi usada para toda a América e não apenas aos Estados Unidos. Pois, todos nós Americanos deveriamos parar de aceitar a colônia dos Europeus!

Eu sou Brasileiro, sou! Eu sou Americano, sou mais ainda! ;D

Eles são estadunidense, são! Eles são Americanos (Pelo fatos dos E.U está na América), sim, são!

A nacionalidade vem do nome do país, sim. Mas o gentílico por morar em um continente também! EU SOU AMERICANO, PORR*!

OBS: Quando eu estou conversando com um Estadunidense em Inglês, falo “U.S. Citizens”, “USAmerican” ou “Yankee”, mas nunca, nunca mesmo “American”.

Cloez March 6, 2010, 7:25 pm

Diego !!!! CALMA !! Vai ter um ataque cardíaco !!! hehehehehe… assim vamos ter que suspender a discussão até vc se acalmar, respira fundo, relaxa !!! Amanhã a gente conversa !!
🙂
Sandra
Obrigada pela participação !!!

Oziel March 7, 2010, 12:23 pm

Achei este Blog hoje, e gostei muito do conteúdo.

Tambem me refiro a “eles” como estadunidense. hehehe

Abraços.

Cloez March 7, 2010, 4:09 pm

Oi Oziel, obrigada pelo cumprimento e pela participação !!
Sandra 🙂

Pinheiro March 10, 2010, 8:39 pm

Olá Antônio Lídio, me é um prazer te conhecer também. Os EUA não adotam o nome do país como “America” os estadunidenses o dizem informalmente. Formalmente os EUA se apresentam (repara nas situações oficiais), como “USA” ou “United States”. vê as plaquetas das reuniões da ONU e OEA {Organização dos Estado Americanos (países da América)}, por exemplo.

Um dos critérios mais forte (senão o mais forte) para a Academia Brasileira de Letras acrescentar algum nome oficialmente à relação de palavras do idioma português (vertente brasileira) é estar essa palavra sendo usada por grande número de brasileiros e de forma esparsa.
A questão dos EUA ter “América” no nome ou não, não influenciou os acadêmicos, pelo menos diretamente.

Como insisto em dizer aqui a questão é “caseira”, nós brasileiros é que adotamos os nome que queremos. Nos EUA não se diz “americano”, se diz “American”. Se adotamos “americano” como sinônimo de estadunidense, a “culpa” é nossa, no mínimo nos deixamos influenciar principalmente através de nossa imprensa e nossas agências de dublagem de filmes, e através de traduções mal feitas de manuais técnicos (está aí o uso exagerado de gerúndio que não me deixa mentir).

Olá Diego Pimentel, oficialmente no Brasil, a palavra “ianque”, além de sinônimo de “estadunidense”, também é o adjetivo relativo à Nova Inglaterra (um estado-membro dos EUA). Embora, creio, a maioria dos brasileiros não saibam que exista a Nova Inglaterra, (espero que não haja alguém da Nova Inglaterra lendo isso) há alguma possibilidade de ambiguidade, deve-se tomar cuidado.

É Cloez, cada um na sua. Não sei quanto a ti mas aprecio muito o brasileiro arroz com feijão. Quando no estrangeiro é bom ficar com saudade do arroz com feijão, dá vontade de voltar para o lar. Mas já pensou que sem graça se no mundo inteiro se comesse arroz com feijão. Variar é bom e comida diferente caracteriza aquele lugar em que se vai passear. Se bem que o teu caso deve ser diferente já que moras no exterior.

Abração.

Cloez March 10, 2010, 8:58 pm

Oi Pinheiro, nossa vc tocou no meu ponto fraco hehehe arroz com feijão! Eu SOU brasileira, e essa é minha comida todo dia, posso até fazer alguma coisa daqui, aprendi alguns pratos muito bons, mas continuo apaixonada pelo nosso arroz com feijão, aliás deve ser uma comida muito boa porque no Brasil não existem gordos ….
Isso me faz pensar…. os brasileiros costumam dizer que a comida brasileira é a melhor do mundo ( eu também acho )mas, nem todos os estrangeiros pensam assim, conheço muitos que não gostam da nossa comida, o que mostra o quão influenciados nós somos pela cultura e maneira como nos alimentamos quando crianças…
Muitos estrangeiros quando mudam para o Brasil se acostumam com a comida e gostam, no entanto alguns são resistentes como vejo tb o contrário, brasileiros que nem querem experimentar a comida daqui porque dizem que não presta, no entanto comem fast food… vai entender….
Aqui tem algumas comidas ótimas, e meu paladar já se acostumou com algumas coisas daqui por exemplo, leite, yogurt, sorvete, arroz, e quando vou ao Brasil estranho e muito…..
Meu marido é americano do New Mexico, como vc falou em New England tem gente que pensa que New Mexico é no México portanto realmente não é de estranhar que não conheçam, mas tb, ninguem é obrigado a conhecer tudo de todos os países né ? Por coincidência meus vizinhos são de New England !! hehehe
Abs
Sandra
P.S. fiz uma salada nesse comentário hehehe !!

EFV April 5, 2010, 11:52 am

Note bem!
Estados Unidos “DA” América.
É bem diferente de:
Estados Unidos “A” América.
Portanto, são sim Estadunidenses “DA” América até o momento em que eles decidam destruir todo o resto do continente apertando o botãozinho no aviãozinho numero um deles.

Cloez April 5, 2010, 11:58 am

EFV
Eu não me lembro de ter dito que que não eram …. eu disse apenas que não existe outra forma de os ESTADUNIDENSES como vc prefere chamá-los, chamarem-se (a eles mesmo) que não de AMERICANS queira ou não queira !!!In english there is only one way !
Obrigada por sua participação !
Sandra 🙂

Gustavo May 16, 2010, 7:43 am

Se numa reunião esportiva houver atletas de vários países um deles falar:
“Sou americano” Isso basta para sabermos sua nacionalidade?

Pensem nisso….

Eles são muito folgados em dizer que moram na américa….

Se vc visitar qualquer país sul-americano que fala espanhol, verá que ninguém se refere a eles como “americanos”, e até te criticam se vc falar assim. Isso eu já vi. Minha professora de espanhol é boliviana e fala assim perto dela pra ver o que ganha….

Cloez May 16, 2010, 9:15 am

Oi Gustavo, sinto te informar, mas se vc estiver em um grupo com pessoas de várias nacionalidades e falarem os americanos fizeram isso por exemplo, todos entederão que vc está se referindo às pessoas nascidas nos EUA, duvido que alguem pergunte, que americanos ? os sul americanos do Brasil ou os da Argentina ?
Eles não são folgados não, porque eles moram na America e o país deles possui América no nome assim como o nosso possui Brasil e por isso nos intitulamos de brasileiros embora o nome completo seja Repubica Federativa do Brasil e já tenha sido Estados Unidos do Brasil e já tenha possuído uma bandeira igual à dos EUA só que em verde e amarelo.
Eu já visitei países sul americanos e se referiam à eles como americanos sim, será que dei azar ? hehehe… enfim.. fale para sua professora não ficar tão brava porque ela, você e todos que quiserem podem se referir aos nascidos nos EUA como quiserem, mas infelizmente eles só podem chamarem-se por americans” porque é a palavra em inglês para a nacionalidade dos nascidos nos EUA.
Adorei sua participação !!
Abs
Sandra

Victor May 20, 2010, 11:14 pm

Opa Opa.

Cloez eu só não entendi uma coisa, você insisti em dizer que no inglês só existe uma forma de nomear quem nasce nos EUA.

exemplo:

“… infelizmente eles só podem chamarem-se por americans” porque é a palavra em inglês para a nacionalidade dos nascidos nos EUA.”

É muito comum reportagens estadunidenses usarem o termo “unitedstatian” em seus textos. Sendo assim, apesar deles usarem o “americans”, essa não é a única forma existente. Acredito que tudo não passa de uma questão de (mau) costume.

Parabéns pelo belo tópico.

Cloez May 21, 2010, 5:54 am

Oi Victor, Eu insisto em dizer isso porque é o termo que está na constituição americana… “Americans”, derived from “The United States of America”, existem outras formas de chamá-los, mas honestamente como vc citou, eu nunca vi ou ouvi aqui, é correto ? pode ser, mas não é comum, nem a forma “oficial” de chamar aos nascidos nos EUA.
O brasileiro pode se chamar de americano tb, mas terá que completar, sou americano do Brasil caso contrário pensarão que vc é dos EUA, aliás eu me orgulho de dizer que sou brasileira e quero ser conhecida como tal, não me incomoda de forma alguma que alguém se diga americano, me parece um pouco de complexo essa coisa de não querer que usem o termo americano, como vc falou e todos sabem, americano é geral, brasileiro é só nosso e se os estadunidenses usam o termo é porque como falei, está no nome do país tb ….
Acho também interessante que nós brasileiros somos latino-americanos pois nascemos na America latina, no entanto, agora nos USA está sendo realizado o senso e os brasileiros daqui se recusam a colocar que são latinos, embora geograficamente o sejam, claro que por não falarmos o espanhol podemos não ser classificados como tal, mas acho que isso é um certo preconceito, aliás um bom tema para um outro “post” hehehe…
Obrigada pela participação !
Sandra

ANDRE STUDART June 2, 2010, 8:50 pm

É tudo uma imensa bobagem. Quando estou na Europa ou Oriente Médio, tenho o maior orgulho de dizer que sou “brasileiro”. Somos até mais bem tratados que se dissermos que somos “americanos”, embora o sejamos mesmo (do Sul, como eles são, do Norte). Mais válido ainda é disseminar o futebol brasileiro, que é um verdadeiro “passaporte”. Certa vez, indo da Jerusalém israelense para a Jerusalém Palestina, na fronteira fomos parados. Guardas armados com AR-15 pra todo lado. Mas foi só dizer que éramos do Brasil para que estampassem um sorriso no rosto, embora lembrem mais do Pelé e do Romário do que do Kaká. O Brasil, realmente, é um país abençoado. Agora, a questão de encrencar com os “unitedstaians”, é o mesmo que os cearenses encrencarem com alguns paulistas e cariocas que os chamam de “baianos”, “paraíbas” ou “nortistas”: ignorância geográfica pura dos sudestinos. Sulistas não, são o povo mais educado do Brasil!!!

Cloez June 2, 2010, 9:23 pm

Oi André, é isso aí, concordo com vc, eu sou muito orgulhosa de dizer que sou brasileira tb, e como meu irmão diz pra mim: se for pra Europa esconde o passaporte americano hehehe os europeu e aliás por que não dizer, o mundo adora o Brasil e os brasileiros hehehe….
Nada contra os “estadunidenses” (americanos), tenho orgulho também de ser uma deles, mas não deixa de ser sua segunda nacionalidade e quando me perguntam minha nacionalidade eu nem penso para responder que sou brasileira !
Obrigada por participar !
Abs
Sandra 🙂

Camila Momesso July 23, 2010, 2:49 pm

Adoro essa moda e acho que todos deveriam acatar, se é que é modismo….

– A palavra “Estadunidense” existem, está correta e pode ser usada;
– A frase: “Conheci um americano” por exemplo, pode gerar confusões, não pensando em política, mas de simples entendimento… americano de onde? Ou mesmo, “conheci um norte americano”…
De onde?! do Canadá!?
– Todos os outros habitantes de países da América do Sul que conheço, falam, em espanhol, “Estadunidense” e, desde sempre…Não é moda nos nossos países vizinhos…

Furada é achar que é modismo e criticar… se todos os modismos fossem para melhorar a nossa vida, melhorar o entendimento das coisas, melhorar o uso de um bom português, eu ficaria é muito mais feliz e nós, brasileiros, seríamos vistos como mais inteligentes!
Que sabe não seríamos mais valorizados também.

Cloez July 23, 2010, 3:17 pm

Oi Camila, eu não me lembro de ter dito que era modismo, no entanto concordo, é modismo sim, nada contra quem quiser aderir, isso já falei várias vezes .
A palavra Estadunidense existe sim em Português, a que questionei se vc prestou atenção, foi o fato de existir (sei que existe) em inglês, no entanto não é usada e expliquei no comentário aí em cima o por quê…
Agora Camila, fala sério, se alguem te falar que conheceu um americano vc realmente pergunta de que país ??
Ou se te apresentarem um americano vc questiona ?
Na teoria até tem lógica, na prática passa a ser ridículo, mas, como já disse, é um direito de todo e qualquer pessoa do mundo assim chamá-los e repito, não tenho nada contra….
Quanto ao fato de criticar modismo eu não me lembro de te-lo feito será que fiz ? não sei, mas nada contra… pode ser que se perpetue, se ajudará a mudar a imagem do brasileiro? duvido, esteriótipos existem e não creio um simples modismo seja suficiente para isso…mas.. esperança é a última que morre não é mesmo ?
bjs
Sandra

Diego August 21, 2010, 8:35 pm

Contradição?!

“Oi Camila, eu não me lembro de ter dito que era modismo…”

No seu texto diz:
“A grande *moda agora dos “anti-americanos” é dizer…” disse sim rapaz, disse sim.

Ou agora vai negar a negação também? XD

Diego August 21, 2010, 8:38 pm

Com o perdão da palavra, disse sim “moça”.

Cloez August 22, 2010, 8:49 pm

Sem problemas !! 🙂 Diego !

Cloez August 22, 2010, 8:48 pm

Diego, qualquer coisa fora de contexto fica sem sentido, foi o que vc fez, tirou do contexto, mas eu realmente não tenho problemas algum em admitir que comiti erros, mesmo porque é minha opinião e como vc tem a sua eu tenho a minha e ninguém precisa concordar comigo e eu tb não pretendo convencer niguém é como eu penso e continuando a sentença que vc tirou do contexto é sim modismo !
Valeu pela participação 🙂
abç
Sandra

fabiano July 25, 2010, 9:18 am

Não é complexo de inferioridade, é ter identidade mesmo, é ter pensamento critico.
TODOS TEMOS VENGONHA DE NOS INTITULAR-MOS, AMERICANOS .
Por que isso ? É uma vergonha sem noção. De onde vem essa minha vergonha ??
É como se tivéssemos nos passando pelo os verdadeiros americanos (estadunidenses).
Quem nunca se referiu a um africano (do continente da Africa) ou a um europeu ( continente da Europa ).
Imaginem a Africa do sul roubar o termo o termo africano só para ela.

Cloez July 25, 2010, 11:31 am

Oi Fabiano, respeito sua opinião mas, discordo, não creio que tenhamos vergonha de intitularmo-nos americanos, simplesmente acho que não há necessidade para tanto uma vez que o nosso país chama-se Brasil então seria, sou americano do Brasil, para que ? é só dizer ou brasileiro, para que complicar ?
Já os USA possui a America no nome, aliás vc deu um bom exemplo, quem nasce na Africa do sul é Sul africano, usa tb o nome Africa quando se refere à sua nacionalidade…

abç
Sandra

Zene July 25, 2010, 6:04 pm

Estava assistindo hoje, o Programa Roda a Roda Jequiti do SBT
e aconteceu algo que me surpreendeu. Na rodada final que vale
R$ 100.000,00 a dupla vencedora tinha que acertar a palavra chave
apartir de uma pista. O que me surpreendeu foi que a pista foi nacionalidade e a palavra chave foi AMERICANA, que não foi acertada pelos participantes.
Entrei aqui para pesquisar e você me confirmou o que eu já imagina: americana não é nacionalidade.

Cloez July 26, 2010, 4:12 pm

Zene, contou o milagre e não contou o santo ? temrina aí ! explica pra gente o que é Americana !
bjs
Sandra

Vinícius August 9, 2010, 1:21 am

O fato de os Estados Unidos terem incluído o nome do continente no nome do país não desqualifica “América” como continente, e apenas isso, mesmo que mundo afora o termo “América” seja utilizado para designar o país em questão e o gentílico “americano” seja utilizado para os estadunidenses. Acho que cabe a nós, também americanos, desfazer essa confusão, e isso não é nenhum “antiamericanismo”, aliás, como poderia se também sou americano? Mesmo se o Brasil tivesse o nome de “Brasil da América” ainda assim seríamos chamados de brasileiros e não americanos. O mais sensato, evitando confusão, é o termo estadunidense, não é modismo, é afirmação da nossa identidade perante o mundo. Se queremos ser conhecidos primeiro devemos dizer quem somos.

Cloez August 9, 2010, 6:42 am

Oi Vinícios, adorei seu parecer ! Concordo com quase tudo mas veja bem, vc tem que concordar comigo que quando falo anti-americanismo vc se lembra os anti Estados Unidos da America certo ? ou vai me dizer que vc pensa em todos que moram na America?
Outra coisa, é sim modismo essa coisa do estadunidense e começou justamente com a era Bush que fez com que o mundo odiasse o país e seus moradores, antes disso era bem o contrário e vc deve saber disso…
Não acredito que haja confusão alguma em relação ao termo americano, se eu falar para vc que sou americana com certeza vc primeiramente lembrará dos EUA, mas, como já falei e repito, é direito de todos chamarem aos nascidos nos EUA de estadunidenses, agora eles não tem outra opção inclusive porque o que consta da sua constituição.
Obrigada por participar !
abç
Sandra

Wander Torres August 11, 2010, 6:32 pm

Estados Unidos da América do Norte – Isso está deixando claro que a nação é intitulada de Estados Unidos, e como complemento, da América do Norte, sendo assim, a nacionalidade é Estadunidense. Eu sou americano, eu sou Brasileiro, os Argentinos também são americanos, não podemos usar o termo americano para designar a nacionalidade de um país, já que o mesmo se refere a um continente onde se localizam outras várias nações.

Cloez August 11, 2010, 7:35 pm

Oi Wander, o nome do País, que eu saiba é Estados Unidos da America, não tem norte. E os americanos da America do Norte devem ser chamados de americanos pois o nome deriva do nome do seu país, agora vc pode chamar do que quiser, e na verdade eu sou brasileira tb e me sinto ridícula dizendo que sou americana do Brasil, sou brasileira e BASTA, não há necessidade de explicar assim como os americanos ou estadunidenses como vc prefere se apresentam com americanos e só não entende quem não quer… Argentino, não precisa explicar nada, ele fala Argentino e basta ….
Entendo o seu ponto de vista no entanto..
abç
Sandra

Joao Felipe August 21, 2010, 4:59 pm

Qual é o elo que une a nação estadounidense…….de norte a sul……..a lingua….não…no sul se fala mais esponhol (informalmente) que ingles……no norte o frances é ceifado…… a religião cada qual tem uma……. as lei (direitos humanos) cada um tem seu conceito…. forca , gas, ingeção… so restou uma unica identidade …..o lucro! Nem eleições diretas existe nessa porra de pais….nem sempre o preferido do povo é quem ganha as eleições….. h[a uma especie de censura… que o colegio eleitoral define a conveniencia de tal e qual serem eleitos….. o unico e inusitado merito estadounidense foi unir culturas totalmente diferentes em prol de uma propaganda libertaria (pseudo democracia) que atraiu os fanaticos protestantes da europa, bem como os judeus fugidos da guerra……. a nação americana foi formada por meritos de excelentes politicos ….nada foi natural….. mataram todos os indios…….acabaram com as florestas…….. refugio de fundamentalistas cristãos e judeus…. O brasil sim foi formado naturalmente………..

Cloez August 22, 2010, 8:34 pm

Oi João Felipe, fico feliz então que vc tenha nascido onde queria né ? Good for you !
Abç
Sandra

Joao Felipe August 21, 2010, 5:10 pm

O primeiro nome do Brasil foi Estados unidos do Brasil, poderia ser estados unidos da america do sul, já que nossas dimensões permitiam isso… Quem estudar um pouco de direito constitucional internacional percebe…… Vejo os EUA como uma pesoa legal, inteligente, mas que faltam valores…… idependente de religiao……. os caras não respeitam ninguem….. ainda hj acreditam que moramos junto a macacos…..numa selva….. Se fose assim estariammos felizes pois ainda temos selvas…..ao contrario deles nosso pais é metade fleresta e agua, e não deserto e areia como é o Texas ….o amazonas deles…

Mesmo o Brasil sendo um pais idependente de qualquer outro, se hj a inglaterra guerriasse com a Argentina….na hora nos entrariamos na cena (junto com a Am Lat) inteira……… e ainda seriamos apoiados pélos arabes……

Joao Humberto August 24, 2010, 9:26 am

Infelizmente o Brasil é infestado por nefastos ” socialistas ” por ocasiao. Algo muito hipócrita, pois utilizam-se de serviços capitalistas como o computador que escrevem.

De fato, o brasileiro sempre teve um complexo de inferioridade em relação aos países de maior desenvolvimento.Prefere culpá-los dos problemas enfrentados pelo país.Forças obscuras, o imperialismo americano, a doutrina ianque.Triste saber que cada vez mais os jovens desse país passam a defender ideias tolas e retrógradas.

Talvez seja hora de crescer e encarar os fatos.Devemos perceber que a culpa pela fragilidade desse país é exclusivamente de nós, brasileiros.

Cloez August 24, 2010, 8:57 pm

Oi João Humberto, comentário impecável !
Obrigada por participar !
Sandra

Luciana Glazier September 1, 2010, 12:46 pm

Gente, que conversa comprida?
Concordo com voce, Cloez: o povo nascido nos EUA pode se chamar de Americano sem ser acusado de metido a besta. America e a ultima palavra no nome do pais deles. No nosso caso, o nome da nossa terrinha e Republica Federativa do Brasil. Sera que teremos que dizer que somos republicanos, federativos? Claro que nao. Quem critica nao sabe falar Ingles, viu cantar o galo e nao sabe aonde. Os Americanos nao sao arrogantes – generalizacoes sao sempre incorretas. Dizer que os brasileiros sao todos simpaticos tambem e incorreto 🙂
Um abraco, luciana

Cloez September 1, 2010, 6:46 pm

Oi Luciana, obrigada por seu parecer !! 🙂 principalmente porque concorda comigo hehehe ! 🙂
bjs
Sandra

Ely September 12, 2010, 5:04 pm

Ja tinha lido sobre o assunto antes e ao acaso, cheguei a esse site e achei o tema muito interessante. Não sou americana ou estadunidense (como preferirem) nem brasileira; sou angolana e antes disso africana ou vice-versa, dependendo do ponto de vista de qualquer um.
Eu acredito que no fundo o que esteja em causa aqui não seja se os cidadãos dos Estados Unidos de América deveriam ser chamados de americanos ou n mas sim, se o país deveria ter esse nome em primeiro lugar!!!
Todos os países da América (continente) cm igual ou semelhante constituição poderiam aderir ao nome Estados Unidos de América. Não seria errado, seria apenas interpretado como uma afronta aos Estados Unidos da América. Mas porquê?? Porque o nome em si do país foi mal escolhido, colocado ou aderido.
Talvez sim alguns tenham o seu complexo de inferioridade em relação a esse assunto mas eu acho que isso vai muito além de um complexo.
Eu sinto-me livre em dizer que sou africana ou angolana, naturalmente, sem ter antes de pensar se dizendo que sou africana estou a ferir a sensibilidade alheia ou a insultar alguém q decidiu roubar a um povo esse direito de livre expressão. E é esse o grande problema; foi roubado (consciente ou inconscientemente) ao Brasil e aos mais restantes países da América (continente) esse direito sem ter antes de pensar se as pessoas achariam estranho ou se questionariam se padecem de algum complexo.
Com certeza se alguém chega a mim e diz que é americano, a primeira opção é Estados Unidos da América mas não devia ser assim; porque é correcto dizer que a nacionalidade de alguém é dependente do país em que se nasce mas depois disso há que se identificar também com o continente a que o nosso país pertence sem medo de estarmos a ser nós os errados.
Simplesmente acho que Estados Unidos da América foi uma má escolha de nome para esse país e que mesmo não querendo, roubou um pouco da autonomia e identidade dos mais restantes países.

XX

Cloez September 12, 2010, 5:31 pm

Oi Ely, eu discordo de seu ponto de visto, claro que é válido, mas discordo, todos tem o direito de colocar o nome que assim desejarem, afinal o próprio Brasil já se chamou Estados Unidos do Brasil, e se quisermos poderemos nos chamar de Sul Americanos porque o somos com certeza , mas para que se podemos dizer apenas brasileiro e fechar a questão ? No seu caso, se vc falar sou africana, alguém perguntará de onde certo ? agora se vc disser apenas angolana fecha a questão, para que complicar se se pode facilitar ? acho que é muito procurar pelo em casca de ovo..e não acho que ofenda ninguém tb ..
Vc diz que há necessidade de identificar com o continente, eu não acho que haja essa necessidade, vc diz sou Italiano, não precisa explicar que é da Europa e se vc disser sou Argentino tb não precisará identificar que é da América todo mundo sabe, pelo menos a maior parte das pessoas com um pouco de cultura sabem….enfim… agradeço sua participação a colocação de e seu ponto de visto 🙂
bjs
Sandra

Ely September 12, 2010, 5:54 pm

Depende, porque para muitas pessoas o africana basta como para outras não! Da mesma maneira que existam pessoas que se sintam à vontade só com o brasileiro (que é o seu caso); como há quem isso não lhe baste ( o que tem que se respeitar). Há uma grande percentagem de pessoas que não saiba aonde Angola fica.
Sim, seria suficiente eu dizer sou angolana e cortava qualquer margem de dúvida para alguns; mas a verdade é que eu também me identifico como africana e como tal não há razão nem motivo em achar que tenha de simplificar as coisas até porquê muitas das vezes dizer africana é a forma mais simplificada possível. Porque o africano em si é um povo e muitos só conheçam o continente e não aos países constituintes do mesmo; como são os europeus, asiáticos e como deveriam ser os americanos do continente. E é essa deficiência da América se puder defender e afirmar como continente que enerva muitos.

Um exemplo é: O Mundial de Futebol 2010 foi agora na África do Sul, e nós (africanos) ficamos todos muito felizes e celebrarmos porque embora não tivesse sido no nosso e nos mais restantes países de África, foi antes em África, como continente. O que me pergunto é se os demais países americanos festejam ou sequer sentem-se felizes por saber que o próximo mundial será no Brasil???
Eu não creio; e isso porquê?? Porque não há a unidade de América como um continente mas apenas de América como um país que fica a norte do continente Americano.

Cloez September 12, 2010, 6:19 pm

Oi Ely, na verdade para mim o ser brasileiro é mais importante do que americano, para mim o Brasil é maior que a America (claro não no sentido literal) eu quero dizer que o Brasil é único e não precisa de mais nada para se identificar.
Concordo com vc agora hehehe, não há união na America como na Africa e isso não é exatamente por causa dos USA, acho que o brasileiro tem um preconceito tão grande em relação à Argentina quanto em relação aos USA..
Vivendo nos USA e posso te dizer que o estadunidense ou americano tem menos preconceito em relação aos demais povos da America do que o próprio brasileiro, vc acredite ou não, existem americanos aprendendo português por causa das olimpíadas, esse preconceito é mais um estereótipo … só para te contar uma estorinha, outro dia eu estava em uma loja e ao falar um rapaz notou meu sotaque e perguntou de onde eu era, respondi Brasil e ele na hora me disse, ah, sinto muito por o Brasil ter sido desclassificado da Copa hehehe, eu mesma nem estava lembrando disso, ele disse, o Brasil não merecia ter saído fora e por aí foi.. portanto essa imagem de americano preconceituoso está ultrapassada, achei bem legal porque eu nunca tive esse tipo de atitude em relação a outros países …

Ely September 12, 2010, 6:36 pm

Pois… É bom qd as pessoas conseguem ultrapassar certas barreiras, e tb n acho que a falta de união se deva unicamente aos americanos; caso fosse assim seriam todos os demais países americanos contra os Estados Unidos, o que é desnecessário e inexistente. O q acho certo é cada um afirmar-se como quer e a como tem direito sem se preocupar com: Aqueles americanos (Estados Unidos da América) roubam o americano de todos nós!! Se eles acham ser os únicos americanos, isso é um problema dos mesmos e ñ dos outros países. Depois de tantos anos, acho improvável os Estados Unidos mudar o nome do seu país por revolta dos demais!!
Se acha certo ser brasileiro, diga! Se quer simplesmente dizer americano, diga!! O grande problema é em se preocupar cm o que os outros iram pensar se assim o fizer…

Cloez September 12, 2010, 6:39 pm

É isso aí Ely, acho que chegamos num comum acordo, cada um que se chame como quiser !
Obrigada pelo saudável bate-papo ! Volte sempre ok ?
🙂
Sandra

Ely September 12, 2010, 6:43 pm

Volto sim…
XX

Cloez September 12, 2010, 6:45 pm

🙂

Lucas garcia October 7, 2010, 9:23 am

totalmente de acordo.Por que nao chamam os brasileiros de americanos,ou os mexicanos,colombianos?O adjetivo patrio deriva do nome do pais:estados unidos,deve ser estadunidense.

Cloez October 8, 2010, 6:54 am

Oi Lucas, mas America está tb no nome do país certo ? portanto Americano faz sentido né ?
Porque o Brasil tem o nome de Republica Federativa do Brasil, no entanto todos falam Brasileiros ….
orque não Estados Unidos da America = Americanos ?
abç
Sandra

Joao November 18, 2010, 3:54 pm

Modismo não, oque e certo e certo. Nos somos americanos tambem, e a unica pessoa aqui que ta se achando inferior e vc, que deve se mais uma acomodada e paga pau dos estadounidense. Deve sonha em mora naquelas ruas arborizadas onde tudo e perfeito.
Talvez em vez de brasiliero devemos ser chamados de republicanos pq temos a republica no nome do pais tmb e se otro pais ter americano no nome tmb? E se fosse Brasil da America, entaum nos seriamos americanos tmb certo???
Nao eh pq os otros paises naum tem outros termos (eu acho que devem ter) que nos naum devessemos ter o nosso, ja que nos diga-se de passagem estamos certos
So acho que as pessoas precisem começar a mudar pequenas coisas como essas justamente para nao ser inferior. Mas sem da aquelas de revolucionarios fervorosos
Acorda ai!!!

Cloez November 18, 2010, 4:44 pm

Oi João, eu poderia não publicar seu comentário pois achei-o muito grosseiro, no entanto, vou fazê-lo para que outras pessoas vejam o que acontece com quem não estuda, não consegue coordenar idéias ou usar o português corretamente.
Por esse motivo, não perderei o meu tempo em discutir com vc !
abç e volte daqui uns aninhos quando melhorar o português.
Sandra

Godoy November 23, 2010, 5:01 pm

Creio que o correto é Estadunidense, pois não podemos reduzir um continente a um país. Quando alguém diz: “uma empresa americana faliu”, não está citando o país, pode ser Argentina, México, Venezuela. Se ele diz que uma empresa Estadunidense faliu, não ficará dúvida.

Qualquer um que tenha nascido do Chile até Canadá, é americano.

Cloez November 24, 2010, 8:46 am

Oi Godoy, pode até ser correto dizer estadunidense, mas pensa bem, porque alguém se referiria a uma empresa chilena como americana se pode usar Chilena, ou Argentina ou Brasileira, todos esse países possuem nomes que permitem usá-los como identificadores, enquanto os USA possui o America no nome que é tb o nome do continente e é o identificador do país.
Agora fala sério, quando alguém fala empresa americana vc realmente fica pensando em que país da America ? You wish né ?
Obrigada pelo comentário volte sempre !
Abç
Sandra

Godoy February 19, 2011, 6:15 am

Apenas quis expressar que tanto americano como estadunidense estão corretos. Apesar de que o segundo é mais específico. Confesso que quando ouço algo como: “um americano morreu”, fico pensando de qual país seria esse americano, pois cresci e aprendi com meus pais e escola ouvindo se referirem ao povo do referido país como estadunidense.
Até a moeda deles é USD (United States Dolar), e não AD (American Dolar). Só para efeito de dar nome aos bois corretamente, seguindo a regra geral de se chamar diretamente pelo país e não pelo continente, onde a abrangência fica gigante, prefiro chamá-los de estadunidenses. Hoje em dia muita gente chama assim, e é mais objetivo.
Abraço Cloez.

Cloez February 19, 2011, 6:50 am

Perfeito Godoy !
Obrigada por participar 🙂
Sandra

Tiago December 26, 2010, 8:13 am

olha, se vcs acham corretíssimo o termo americano, que dizer de um ditado criado pelos habitantes de lá dos EUA: “A América para os americanos”. O que será que eles estavam querendo dizer com isso? O continente americano para os habitantes da América inteira, ou o continente americano para os EUA? Acho o termo estadunidense totalmente correto, não humilha os habitantes dos EUA, apenas resgata a forma linguística correta.

Cloez December 26, 2010, 7:38 pm

Oi Tiago, eu concordo com vc, tb acho correto o termo estadunidense, só não acho errado o Americano, porque faz parte do nome do país.
abç
Sandra

Ocho January 7, 2011, 10:19 am

Tanto faz “americano” ou “estadunidense”. Não é porque americano não nasceu nas Américas e sim, nos EUA. Tanto que os japoneses não mencionam “United States” e sim “America” como país deles. Para eles “America”, são os EUA e “Hokubei” é a América do Norte.

PS: “Nanbei” é a América do Sul.

Cloez January 7, 2011, 8:15 pm

Oi Ocho, obrigada por me ensinar algumas palavras em japonês ! Valeu por sua participação !
abç
Sandra

helena radosch January 15, 2011, 4:20 pm

Sou uma cidadã estadunidense do Brasil, pois meu país se chama Estados Unidos do Brasil.
Quem discorda?

Cloez January 15, 2011, 5:02 pm

Oi Helena, sinto muito discordar de vc, mas o Brasil deixou de se chamar Estados Unidos do Brasil em 1967, com a primeira Constituição da ditadura militar à partir de então o Brasil passou a chamar-se República Federativa do Brasil….. 😉

abç
Sandra

Rafael January 20, 2011, 6:18 pm

Concordo com a autora do texto. Isso aí é tudo mágoa/complexo com os americanos… afinal, nao se trata de justica – senao estariam brigando tambem para mudar a palavra “índio”. Lembrando que os indios sao chamados assim pq os navegadores acreditavam ter chegado na India … em portugues os nomes sao diferentes [indio e indiano], mas em ingles a palavra eh a mesma: indian.

Acredito que os americanos se auto intitulam assim por razoes historicas, e nao pq se acham os donos da america…

Cloez January 20, 2011, 9:40 pm

Oi Rafael, muito interessante sua obrservação.
Obrigada pela participação !
abç
Sandra

Rafael January 20, 2011, 6:22 pm

Além, é claro, o fato inteligentemente observado: “america” eh parte do nome do pais USA, sendo ainda o unico que dá origem a um nome decente: vcs queriam q eles se chamassem de

united statian? unitian? statian?

Cloez January 20, 2011, 9:41 pm

heheheh valeu Rafael ! 😉
Sandra

Vitor February 8, 2011, 12:45 pm

Vocês esquecem que eles, os estadunidenses, tem a sociadade mais patriótica do mundo. A questão não é inferioridade por parte dos brasileiros, mas sim a “superioridade” que eles impôem sobre o resto do mundo. Se você conversar sobre isso com alguém de fora do Brasil, a pessoa vai achar esquisito, mas irá dizer que nunca havia pensado nisso. Ora, claro que não, desde sempre ouvimos dizer que quem nasce nos Estados Unidos (prestem atenção) DA AMÉRICA é americano. Quem nasce no Reino Unido é o que então? É umaimbecilidade por parte da populção, seja ela da onde for. O Reino Unido abrange vários países, e nem por isso eles são chamados de Reino Unidenses or whatever. Vale lembrar também, que durante a colonização dos EUA, eram apenas 50 estados dependentes, não existia o nome (prestem atenção novamente) US *OF* A nem nada, somente após a independência do mesmo é que o nome surgiu. Então quem nascia num daqueles estados era o que? Inglês? Quer queiram ou não, o termo “americano” é um tanto quanto pejorativo (pelo menos para mim que também me considero americano, nascido no continente Sul Americano), claro que não existe uma tradução para o inglês, mas enquanto eu for brasileiro, continuarei a utilizar o termo estadunidense.

Cloez February 8, 2011, 4:59 pm

Vitor, respeito seu ponto de vista e como disse, vc como brasileiro tem sim o direito de chama-los como quiser, agora vc tem que concordar que a eles só resta americanos …
Agora respeitosamente discordo de vc.
Esse papo que os americanos tem mania de superioridade é lenda , trabalhei minha vida toda no Brasil com americanos e nunca senti isso, moro aqui e nunca senti isso, pelo contrário, eles só tem elogios ao Brasil e aos brasileiros, claro, não vou generalizar totalmente , sempre tem a laranja podre…..
Veja bem esse papo do nome que vc colocou é meio sem sentido porque o que interessa é o que é e não o que era, e o Brasil que já foi Estados Unidos do Brasil.
E eu falo do complexo dos brasileiros porque essa preocupação só existe em relação aos americanos e é bem recente.
Quanto ao Reino Unido é uma comparação meio sem sentido porque são Países diferentes e não estados de um mesmo país.
Obrigada por participar
Sandra

Godoy February 19, 2011, 6:29 am

Chamar esse povo do país em pauta de americano, é como chamar o leão de felino. Não está errado, o leão é um felino. Mas o nome específico dele, que o difere dos outros felinos, é leão. Mesma coisa quando chamamos os estadunidenses de americanos. Não está errado, só não estamos especificando o país. O contexto da criação do país estados unidos, não permitiu que fosse pensado a longo prazo, pois na verdade eles não são os únicos estados unidos da américa. O mundo todo é um aglomerado de estados unidos, que por sua vez formas os inúmeros países, percebem? Então, quando quiseram ser independentes, a mentalidade deles, naquele momento, era limitada. Porque se alguém ali tivesse pensado que pare usar esse nome, teriam que ocupar a américa toda e não apenas uma parte (américa possui mais de 20 países), teriam batizado o país com outro nome. Mas isso é compreensível, pois eles foram os primeiros a ter o privilégio de alcançar a independencia da europa, num pedaço do imenso continente americano. Talvez imaginassem que iriam conseguir se alastrar e propagar sua excelente ideologia por todo território americano, o que não foi possível, devido as questões geográficas e depois políticas.
Abraço a todos.
Godoy – prof de História da PUC.

Cloez February 19, 2011, 6:49 am

Oi Godoy, adorei seu parecer, muito bem colocado, será que mudo minha opinião ? hehehe .. não creio que mudarei porque como sempre disse, que acho que todos tem o direito de chamá-los como quiserem e como vc citou e adorei, a coisa do felino, é mesmo assim, no entanto, para o nascido aqui, em inglês ainda permanece americana como nacionalidade.
Sei que todos somos americanos pois nascemos todos na America, mas não há necessidade de especificarmos o país se apenas dissermos, brasileiro, peruano, chileno, e o estadunidense pode dizer americano pois é o único que possui American no nome do país e para ele em inglês a palavra é American.
Você disse que cresceu ouvindo estadunidense, e eu só fui ouvir essa palavra há alguns anos, nunca antes, sei que está crescendo essa denominação e talvez daqui há alguns anos o americano fique mesmo só em inglês.
Obrigada pela “aula”
Sandra

Pedro ferrer February 19, 2011, 1:36 pm

Olá! Concordo com o autor, o nome do país tem “America” no final. Por isso, eles se denominam como “americans” ( americano em português) esse é o adjetivo utilizado por eles e é a gramática do país. Concordo também que o nome do país foi mal pensado e por isso causa tanta polêmica. Mas, atuamente podemos usar o termo americano para se referir a quem nasce nos EUA ou a quem nasce no continente américa ( ou seja a palavra pode ser usada de duas formas, isso é muito comum- veja no Wikipédia, por exemplo) Mas, a maneira específica de nos referirmos na língua portuguesa é de estadunidenses, realmente.
Para finalizar, cada país tem a forma culta de se referir à nacionalidade do outro ou até mesmo ao nome da nação. Por que os EUA escrevem Brasil com Z? Porque é mais fácil para eles, ora……..

Obrigado,
Parabéns pelo post

Cloez February 20, 2011, 7:03 pm

Oi Pedro, obrigada por participar e pelo cumprimento 🙂 Gostei muito do seu parecer !
abç
Sandra

Cassiano G. Lima February 19, 2011, 6:33 pm

A verdade é que esses comunistas latino-americanos e seus asseclas sempre tiveram uma baita inveja dos EUA há muito tempo ! Essa palavra estadunidense só existe na américa latina e nem é de uso geral,além de não ter tradução para o inglês; e na minha opinião, deveria ser retirada da internet,sobretudo do wikipedia,que por ser uma enciclopédia,não deveria passar informações erradas.
A respeito desse tal professor Godoy que afirma ter passado a vida ouvindo falar de estadunidense,devo salientar que só ouvi falar dessa palavra na internet ! Na tv ninguém fala asim ! Também pudera ! Na internet não se tem controle de nada,pois cada um posta o que quer,sempre com a intenção de denegrir pessoas,instituições e etc..
Professor da PUC ? Essa universidade além de ter uma qualidade duvidosa,deveria mudar seu nome para “pontifícia universidade comunista” que seria mais apropriado.

Cloez February 20, 2011, 7:05 pm

Oi Cassiano, obrigada por participar, a liberdade de expressão é a grande vantagem da internet não é mesmo ?
abç
Sandra

Debora February 21, 2011, 5:58 am

Oi sandra,
Será que vivemos no mesmo país?Jamais ouvi alguém falar estadunidense no Brasil.Porque falamos você e não vossa mercê?A palavra falada tem poder.Alguém aí já ouviu o Willian Bonner ou a Fátima Bernardes se referir a um cidadão americano como estadunidense no Jornal Nacional?Quanto a sermos chamados de americanos também, não vem ao caso.Sou brasileira com muito orgulho e prefiro ser chamada de brasileira.Amo o meu país e assim como você não vejo o menor problema em admirar e porque não, gostar dos Estados Unidos e seu povo?O preconceito existe sim,mas principalmente na cabeça das pessoas.Se os brasileiros tivessem a metade do patriotismo dos AMERICANOS,com certeza,o Brasil seria um país muito melhor.E só para os mais desinformados,hoje em dia os americanos já sabem que no Brasil existe luz elétrica e asfalto.Esse tempo de ignorância em relação ao que se situa ao sul do Equador não existe mais.Abraços,
Debora

Pedro ferrer February 21, 2011, 6:32 am

Gostaria de exclarecer uma coisa: O fato da mídia não usar a adjetivação “estadunidense” não significa que a palavra não exista e não esteja correta. Eles apenas preferem utilizar americano (corretamente). O que não é aceitável é alguém dizer “norte-americano”, uma vez que os EUA não são o único país da América do Norte e essa adjetivação não condiz com o “americans” da língua inglesa que apenas é traduzida para “americano”.

A mídia pode cometer erros grotescos, por isso temos de ter um olhar crítico. Por exemplo: sabiam que é errado chamar alguém que quebra e invade sistemas de segurança de “hacker”? Porque o termo correto para isso é cracker…..no entanto, a mídia usa a primeria palavra erroneamente! Para facilitar: os dois termos se referem às pessoas com grande conhecimento em sistemas de informação, mas, o hacker utiliza seus conhecimentos para o bem e o cracker para o mal…

Por que a maioria das pessoas utiliza “americano” e não “estadunidense”?

Porque a primeira, apesar de estar correta, é muito difundida na mídia. O que tem que acontecer é o brasileiro parar de ser ignorante e ampliar os seus conhecimentos sobre a sua língua materna, expandindo o seu vocabulário ao máximo para ser uma pessoa que saiba coordenar ideias e não tratar um assunto desses como questão política, e sim como questão gramatical e histórica. Apenas isso!

Porque falamos você e não vossa mercê?

A língua falada pode sofrer várias alterações ao longo dos anos. Ela é mutável e representa a cultura de um povo de determinada época. Por isso, essa palavra citada sofreu tantas alterações.

( respondi à pergunta de débora)

Eduardo March 25, 2011, 12:43 pm

Olá Pedro!

Só um adendo. A palavra “hacker” tem a seguinte definição de acordo com o MacMillam Dictionary => “someone who uses a computer to connect to other people’s computers secretly and often illegally, so that they can find or change information”

Traduzindo: alguém que usa um computador para conectar com outros computadores secretamente e muitas vezes ilegalmente, desta forma eles podem encontrar ou mudar informações.

Cloez March 25, 2011, 9:55 pm

Oi Eduardo, nem sempre a tradução ou o significado exato da palavra é o que se conhece popularmente né ? O maior exemplo disso em português é a famosa palavra “enfezado” quem já não ouviu alguém dizer, “Nossa o cara tá todo enfezado”no sentido de irritado, sendo que o sentido original é apenas “cheio de fezes”…
Em todo caso agradeço a participação 🙂
Sandra

Debora February 21, 2011, 8:16 am

E a cultura ou forma de falar da época em que vivemos é chamar o cidadão que nasceu nos Estados Unidos da America de americano e não de estadunidense..Assim como ”vossa merce” caiu em desuso por ser muito mais prolixo que ”você”,foi simplesmente um exemplo de adaptação ou modo de linguagem.No caso convencionou-se ”americano”,ninguém disse que está errado estadunidense!!!!Entenda quem quiser ou puder.Todas as questões nesse caso são interligadas,políticas,sociais e históricas.Sempre vão coexistir,não é uma questão de ignorância de língua portuguesa e sim de simplificar as coisas.Quanto à ignorância da língua portuguesa eu acho que exclarecer se escreve com ”s”,ou estou enganada?
Debora

Godoy February 21, 2011, 2:54 pm

Explicar o porque dos Estadunidenses serem patriotas e nacionalistas nos faz regredir a um distante passado. O Brasil foi colonizado com claros propósitos de exploração pelos portugueses, enquanto os Estados Unidos da América foi colonizado por ingleses que tinham o interesse de começarem uma nova vida num novo lugar. É difícil obrigar um republicano brasileiro ser patriota em baixo de uma saraivada de corrupção, onde os políticos (não a política) elaboram toda uma estratégia para deixar a maioria da população alienada dos reais propósitos que deveria ser exigido de alguém que ocupa um cargo na política.

Como esperar patriotismo num país onde alguém é eleito por dar 100 reais por mês às classes pobres, que sequer percebe a manipulação?

Quando o brasil parar de achar bonito o estilo de vida estadunidense e se preocupar mais em estudar e uma busca profunda pelo saber, talvez o quadro mude.

Mas não quero atirar pedras em alguém sequer, a culpa não é desse sofrido povo batalhador. Há todo um contexto histórico que explica (não justifica) o porque o índice de corrupção no Brasil é maior que 57% enquanto em países desenvolvidos às vezes não chega a 1%.

No Brasil somos “treinados” a bater palmas para os políticos (não para a política), enquanto estão ali enriquecendo ilicitamente.

A mais recente forma de protesto, foi a vitória do humorista Tiririca. Já que no Brasil a política é uma palhaçada, coloquemos um profissional do ramo lá então.

Brincadeiras a parte, somente quando melhorarmos a cultura do saber (não estou falando de carnaval, samba, cultura popular) e a educação, aí sim estaremos caminhando para, quem sabe um dia, termos os mesmos motivos que os Estadunidenses tem de ser patriotas e nacionalistas.

Godoy – Prof de História – PUC

Henrique February 22, 2011, 1:54 pm

Americanos, em teoria, são as pessoas que nascem na América, e devem ser tratados como tal, não somente os estadunidenses!
Chamar uma pessoa que nasce nos EUA somente de americana/o, é mais que um erro, e sim uma submissão!
Remete-nos ao termo “América para os americanos”, sendo que para ser considerado um americano você deveria ser branco, anglo-saxão e protestante (WASP).
Portanto, chamar um estadunidense única e exclusivamente de “americano” só prova uma coisa, que você é mais um dos milhões de alienados!

*** Comparação absurda da autora ***

“Portanto, mesmo que os Estados Unidos da America fosse na Europa (…) ”

—–> Se os Estados Unidos ficasse na Europa não seria Estados Unidos da América, e sim, Estados Unidos da Europa!!!

Cloez February 22, 2011, 3:51 pm

Henrique, acho que só vê submissão quem se acha submisso e acho que esse é seu caso… eu não tenho esse problema e se sou alienada pelo menos não sou complexada..
Quanto à comparação foi um exemplo do que é um nome apenas um nome, se vc não entendeu, desculpe, vou te dar um outro exemplo ..
Porque as pessoas nascidas na Grã Bretanha são britânicas no entanto apenas as nascidas na Inglaterra são inglesas , eu nunca vi um escocês que tb é britânico ser chamado de britânico, no entanto não está errado ele tb é britânico mas, o bom senso faz com que chamemo-os de escoceses e não britânicos percebeu ? Os brasileiros não se preocupam com isso, mas apenas com o que os AMERICANOS nascidos nos Estados Unidos da America fazem, acho que esse é seu caso né ?
🙂
Sandra

RAVEL March 18, 2011, 11:51 am

DISCORDO de VC CLOEZ …. vamos debater de igual pra igual !!! libera meu primeiro comentario ai vai !!! de ditadura o mundo esta cheio .. nao perca a razão deixando de debater ….

Cloez March 18, 2011, 2:45 pm

Ravel, vc deve ser um estudante que não faz nada mais do que ir à escola e ficar no computador hehehehe .. eu não liberei seu outro comentário porque eu não entrei no computador antes, e não porque vc DISCORDA de mim, se vc prestou atenção, a grande maioria das pessoas que colocam comentário nesse post é justamente por discordar de mim….e eu não me importo, cada um tem o direito de pensar como quiser e eu respeito…..embora discorde.
Sandra

ravel March 21, 2011, 3:52 pm

oi Sandra eu nao tinha lido esta tua resposta …
mas enfim eu li agora e vou fazer minha réplica.
Sou sim estudande de Filosofia e Historia. E eu dedico meu raro tempo a debater a frente do computador em sites sem fundamento como o teu … falha minha, ou nao ,, acaba corroborando com meu ideais e com os de muitas pessoas realmente sensatas … Nem se preocupe, continuarei discordando da sua ideologia leviana, independente de voce se importar ou não. Fato é que voce ja concorda que a maioria discorda de ti … ! é uma questao de educação ! com todo respeito, sempre.

Cloez March 21, 2011, 5:43 pm

Ravel, vc dedica seu raro tempo a debater em sites sem fundamento de pessoas com ideologia leavina… não faça isso, o tempo é valioso demais, use melhor seu tempo, é o que eu vou faço quando vejo pessoas que não conseguem debater sem ofender, eu apenas ignoro…
Boa noite !
Sandra

Pedro February 23, 2011, 12:42 pm

O termo “Estados Unidos” se refere a organização política de um país, tanto que o Brasil já se chamou “Estados Unidos do Brasil”. Hoje o Brasil se chama “República Federativa do Brasil”, sendo o termo “República Federativa” referente a organização política do Brasil. Mas o nome do país é Brasil, assim como, queiram ou não, o nome dos Estados Unidos da América é americano. Portanto, se você chama um americano (que nasceu no país América) de estadunidense deve chamar um brasileiro de republicanofederativo para ser coerente.

Cloez February 23, 2011, 2:43 pm

Oi Pedro, tem gente que ainda pensa que esse é o nome do Brasil heheehe
Obrigada por participar
abç
Sandra

ravel March 21, 2011, 4:00 pm

se nosso continente tivesse um nome adverso eu concordaria com vc, mas nao tem ,,, portanto existe sim uma confusao com relacao aos estados americanos em geral e aos eua … Nao precisa ser muito esperto pra ver que America é o nome do nosso continente e que Americano seria o nome a se dar aos moradores do nosso continente, assim como um sul-Africano nao deixa de ser um Africano do continente Africa. BASTA !

ravel March 17, 2011, 7:17 pm

é isso ai pessoal, vamos divulgar o termo ESTADUNIDENSE e utiliza-lo para identificar/diferenciar os irmãos do pais “Estados Unidos da América”, nome que por sí só já causa confusão …. Afinal eu pertenço ao Estado Brasileiro e definitivamente NÃO ESTOU UNIDO com isso SEJA LA O QUE FOR, assim como a maioria dos paises do continente……. E convenhamos, nosso continente se chama AMERICA e essa confusao é proposital na intencao de fazer frente ao oriente … como se fossemos um unico bloco … LEDO ENGANO !!!!!!!!!!

Cloez March 18, 2011, 2:28 pm

Ravel,que confusão que causa esse termo ? se vc se confunde com isso o que diria se eu dissesse que nasci na Escócia e sou britânico hein ? Acho que se vc resolver char ou usar o termo estadunidense porque VOCÊ acha coerente ok, agora dizer que causa confusão é querer colocar pele em ovo.
Essa “confusão ” que eu saiba NUNCA existiu, há sim uma certa mágoa por os Estados Unidos da America terem assumido um nome que tem o nome do continente inserido, mas infelizmente isso foi feito muito antes dele se tornar uma potência, portanto não creio que tenha sido com intenção alguma de domínio ou possessividade.
abç
Sandra

estel March 18, 2011, 1:12 pm

Não creio que o uso da palavra estadunidense seja um modismo de anti-americanos, mas não mais vivemos em uma guerra-fria onde o bloco capitalista é o bonzinho (ou mau, dependendo do ponto de vista). Vivemos em um mundo multipolar e a influência de alguns países da América Latina vem crescendo, especialmente no quesito econômico, enquanto a economia estadunidense é superada pela Chinesa. O fato de finalmente estarmos nos livrando da hegemonia estadunidense permite uma consolidação de identidade de países os quais sempre ficaram subjugados aos mandos e desmandos dos EUA devido a vinculações e dependências financeiras. Permite nosso direito de chamar de nosso um continente o qual até há pouco era dominado pelo Grande Irmão.
E antes de qualquer coisa, idiomas refletem culturas. Por que estadunidenses se refeririam a si mesmo como estadunidenses?

Cloez March 18, 2011, 3:38 pm

Estel, seu comentário reflete exatamente o que eu disse, que há um complexo de inferioridade em relação aos americanos, vc diz claramente que agora os USA estão com a economia em queda, e o Brasil com a economia em alta e isso permite chamar de nosso o continente ? Não, me desculpe, o continente SEMPRE foi nosso, chama-los de americanos ou estadunidenses não altera absolutamente em nada, é APENAS um nome, estabelecido antes do Brasil ter sido descobertoe não há absolutamente razão para achar que o continente americano pertence aos americanos só porque eles tem America no nome….
Porque os americanos se refeririram a eles próprios como estadunidenses ? eles não farão isso proque consta da constituição deles que quem nasce nos Estados Unidos da America é Americano (e não estadunidense mesmo porque essa palavra não existe em inglês), assim como quem nasce na Republica Federativa do Brasil é brasileiro e não republicativense….
abç
Sandra

Ravel March 19, 2011, 9:52 pm

Oi Sandra !
Este termo causa confusao, sim. Se fosse diferente nem estariamos eu, vc e mais um monte de gente discutindo isso, ou seja É UMA CONFUSÃO SIM !! Independente de os USA terem assumido este nome antes de se tornarem potencia (nao tenho base cientifica para confirmar tua afirmacao e voce tb nao apresentou nenhuma, mas estou pesquisando) voce ha de convir comigo que a interpretação fica prejudicada, principalmente junto às novas gerações. Tenho acompanhado o ensino distorcido no primeiro ciclo escolar. E, citando teu exemplo, um escoces nato ou um ingles nato podem me chamar de americano, e vão faze-lo. Mas isso nao significa que sou dos EUA. Posso dizer que um escoces é europeu, mas ele jamais será ingles. Britanico sim. Posso dizer que um brasileiro é americano, ou sul-americano. Estadunidense JAMAIS. É uma questao meramente geografica. Assim como quando assistimos às revoltas orientais contra as recorrentes invasoes estadunidenses em busca de combustivel fossil e demais interesses é comum ouvir/ler o termo “MORTE A AMERICA”. Poxa, meu estado brasileiro nao faz parte dessas invasoes porem em nivel mundial estamos dividindo a conta. Afinal eu estou na america, afinal eu sou americano.
Entendeu agora ?
E Eu (I) nao estou aqui discutindo o merito, a intenção disso … (que alias daria mais uma centena de caracteres) porem fica claro a distorção da questao GEOGRAFICA. OS EUA querem SIM se mostrar ao ocidente como um bloco americano unico e vc ja sabe, mas volto a dizer, nao nao nao nao NAO NAO somos um bloco unico … assim como a EUROPA não esta fadada a acatar o comando da Inglaterra ou outra nação.
Agora voce querer colocar isso como mágua … me parece mais a sistematica empregada pelas religiões tentando manipular minhas emoções … em vão !!
Mas no fundo no fundo, qual seria tua intenção com este levante ? Tenta explicar ai pra gente !! abraços

Cloez March 19, 2011, 10:15 pm

Oi Ravel, como esse termo pode causar confusão se os demais países da America possuem um outro nome que os identifica, ou seja, Mexico, Peru, Chile, Brasil, todos americanos e também chilenos, brasileiros peruanos, etc,. o único país que possui América no nome e portanto pode se identificar apenas como americano é os USA, vai me dizer que quando alguém te diz que uma amigo americano mandou um presente vc pergunta, americano de onde ?
Claro que tudo que vc diz procede, mas é tudo simplesmente por uma questão de picuínha.
Veja bem, eu sou BRASILEIRA não quero dizer que sou americana/brasileira, para mim brasileira BASTA não preciso de nada mais ou melhor não preciso provar nada para ninguém, sou maior do que isso e acho que as pessoas que se preocupam com isso se preocupam porque querem provar que são melhores e eu não preciso provar nada pra ninguém sacou ? essa é minha intenção eu eu gostaria que os brasileiros todos parassem de olhar os USA como o big brother que ele não é ….o mundo mudou e os brasileiros continuam a olhar os USA como se fosse melhor, te garanto uma coisa, o Brasil está muito perto dos USA e infelizmente só não chegou lá ainda porque nossos políticos pensam mais neles do que no povo porque potencial existe há muito tempo….
abç
Sandra

ravel March 21, 2011, 3:45 pm

Sandra boa noite !!!
Pra nós é suficiente sim sermos Brasileiros de carteirinha, e somos com todo orgulho.
mas e para nossos jovens ? estamos sendo engolidos !
Vai argumentar com um pueril e dizer que seu ensino esta errado … ja cansei de ouvir sobre “a professora brava” que nao concorda com as alegações minimas de nossos jovens. Dentre elas que somos americanos no sentido amplo da palavra, mas nao americanos resumidos a um pais. Caramba … sera possivel tanta confusao com uma coisa tao simples e lógica ??!!
E isso não é picuinha, isto chama-se Identidade Nacional, Soberania, principios nacionais basicos dos quais os EUA não abrem mao ! Não seria o caso de seguir o exemplo de seus idolos e adotarmos a mesma postura ? Inclusive cobrando nossos politicos os quais vc mencionou ? (e eu concordo 100% com vc na questao geo-politica) mas estamos muito ocupados para isso naum eh mesmo ?
Se for muito pro teu publico me avisa que eu paro !
abraço Sandra

Cloez March 26, 2011, 6:04 pm

Werther, aceitando ou não, você demonstra claramente seu complexo de inferioridade, pois você não quer aceitar uma realidade, o nome America só existe nesse país queiram ou não…. acho que vocês deveriam começar a colocar no passaporte nacionalidade americana brasileira, já que não são apenas brasileiros o que você acha ?
Sandra

Cloez March 27, 2011, 4:44 pm

Werther, caprichou na enciclopédia hein ? heheheh
Olha eu já falei isso e REPITO…
Você e quem quiser pode chamar aos nascidos nso USA de Estadunidense, norte americano, Americano, Gringo, e o que mais vc desejar, no entanto, eles só podem chamar a eles mesmo de AMERICANS, é o que consta da constituição deles queira vc ou não.
🙂
Sandra

Cloez March 28, 2011, 5:32 pm

Werter, eu nunca usei nem o termo submissão, nem monopolização, isso quem está falando é vc, e aliás quem está achando tb porque além do fato de os nascidos nos USA terem que se chamar americanos eu nunca vi nenhum deles batendo boca porque alguem de outro país se disse americano/chileno ou americano/brasileiro etc
Uma preocupação de quem se preocupa com os outros mais do que com si mesmo….
😉

Cloez March 29, 2011, 6:40 pm

Interessante seu ponto de vista, eu tanto não me preocupo com isso que uso o nome do país na própria língua, e se vc considera isso submissão então acho que no Brasil deveriam parar de usar termos como overnight, bus, mouse, offline, design, performance, show , fashion e por aí vai …..
Acrescente isso então na sua listinha de conscientização hehehe
enjoy !
Sandra

Cloez March 30, 2011, 9:30 am

Werther, vc aprendeu a palavra alienada e não largou mais, já entendi, agora faça-me um favor, aprenda tb a palavra respeito ou seja, pensar diferente de vc não significa que está errado e vc sabe disso, se não sabe o alienado é você.
Quanto à listinha eu não preciso porque meu vocabulário é muito maior que esse, essa lista é só um exemplo das muitas que são usadas freqüentemente por brasileiros no dia a dia, caso vc não tenha percebido ainda …
Já vi que vc prefere ser submissivo ao espanhol vá em frente e procure um site espanhol para debater, quem sabe eles te apoiarão né ?
Sandra 😉

Cloez March 30, 2011, 2:15 pm

Werther, prefiro parar por aqui do que me rebaixar ao seu nível !
Sandra

Cloez March 27, 2011, 4:45 pm

Ok

Cloez March 27, 2011, 4:45 pm

Valeu !

Perez March 29, 2011, 12:14 pm

Nós Americanos temos que sentir orgulho da América. A despeito de todos os problemas que ela tem, é um lugar muito visitado. Os europeus amam vir para o Rio de Janeiro, Miami, Foz do Iguaçu, entre outros lugares. E viva os Americanos (inclusive os Estadunidenses)!!!!!!!!!!!!!!

Fernanda March 29, 2011, 12:17 pm

Quem mora no Mato Grosso do Sul é Sulista ou Matogrossense? Quem mora em São José dos Campos é Campista ou Joseense? Quem mora em Embu das Artes é Artista ou Embuense?
Seguindo a lógica, quem mora nos Estados Unidos da América, é Estadunidense.

Cloez March 29, 2011, 4:15 pm

Oi Fernanda, segundo a sua lógica quem nasce em Salvador na Bahia deveria ser salvadorenho e não soteropolitano né ? Entendi !
🙂
Sandra

Fernanda March 30, 2011, 4:06 pm

Sim, Soteropolitano é ridículo. Nada a ver. Deveria ser Salvadorenho ou algo parecido. Assim como deve ser Estadunidense, e não pelo nome do continente. (afinal, o nome do país deles é um nome ou uma frase indicativa??? Estados Unidos da América, ou seja, eles são alguns estados que se uniram e estão situados na américa, porém não são a américa, apenas estão nela).

Cloez March 30, 2011, 4:16 pm

Fernanda, lembre-se que o Brasil já foi Estados Unidos do Brasil.
Esse tipo de criticismo lembra mais a despeito, nome é nome, lembre-se que o Brasil é Republica Federativa do Brasil ….
Bjs
Sandra

Diogo Reis March 29, 2011, 12:36 pm

Na verdade esse país não tem bem um nome. O nome do país é uma indicação: Estados Unidos da América. Eles não tem um nome próprio como a Bolívia, ou a França. O nome do país é uma explicação, uma frase sintética. É como se batizassem os animais como: peixe de escamas da lagoa de água azul, ou então o Brasil se chamasse: Cidades Unidas da Terra. Nosso nome pátrio seria então “Terráqueos”. A verdade é que a tecnologia encurta as distâncias, permitindo que o cruzamento de idéias se cruzem de forma rápida, e logo eles serão chamados como Estadunidenses de uma forma geral.

Cloez March 29, 2011, 4:17 pm

Oi Diogo, repetindo e copiando :
Você e quem quiser pode chamar aos nascidos nso USA de Estadunidense, norte americano, Americano, Gringo, e o que mais vc desejar, no entanto, eles só podem chamar a eles mesmo de AMERICANS, é o que consta da constituição deles queira vc ou não.
Sandra

Alex March 29, 2011, 10:19 pm

Em Espanha o legalmente correto é estadounidense, caso eles precisem preencher algum documento por lá terá que ser “estadounidense”, sendo irrelevante o que consta na documentação do país de origem. Diferente do Brasil, o padrão na Europa é “traduzir”, mesmo o nome. Por exemplo, se chama-se IZabel e for morar em Portugal todos os documentos que tirar por lá virá ISabel, pois em Portugal é iSabel e não iZabel.

Cloez March 30, 2011, 7:07 am

Alex, legalmente no Brasil tb se traduz (nomes), acho que faz até sentido porque alguns nomes como os chineses soam estranho em português além de serem difíceis, mas extra oficialmente cada um fala como prefere certo ?
Quanto ao estadunidense não é usado no Brasil porque foi uma palavra criada pelos espanhóis, daí o uso, não sei se isso mudou, até onde tive conhecimento não havia mudado
abç
Sandra

Alex March 29, 2011, 10:32 pm

Só para completar “estadunidense” está presente no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras. Assim, sendo o VOLP a norma legal para a grafia de todas as palavras existentes em português brasileiro, não cabe discusão quanto ao poder ou não se usada. Mais que isso, vai do gosto.

Cloez March 30, 2011, 7:14 am

Oi Alex, o poder usar eu nunca discuti, como vc disse, vai de gosto, eu discuto o porquê?
Obrigada pela informação.
Sandra

Leandro Soares March 30, 2011, 10:06 am

Até o google já conhece os Estadunidenses. Quando a gente escreve “estadu” ele já mostra o resto, kkkkkkkkkkkk.

A moeda deles começa com US, depois vem o D de dolar.

Se eles mesmo se chamam apenas por americanos, pq colocaram o símbolo US (de united states) e não A no símbolo da moeda? Deveria ser, então, AD (american dolar), e não USD (United States Dolar).
A tradução da moeda deles seria: Dolar dos Estados Unidos, ou, para simplificar, Estadunidense.

Logo logo todos chamarão eles de Estadunidenses, como chamamos os demais países por seus nomes e não pelos continentes.

Na escola que minha mãe trabalha, as duas professoras de Geografia (ensino médio e fundamental II) ensinam e chamam eles de Estadunidenses.

E viva a América (inclusive os Estadunidenses #2).

Cloez March 30, 2011, 1:26 pm

Oi Leandro, veja bem, o nome do Brasil é Republica Federativa do Brasil, o que tem no dinheiro ? R
Eles estão sendo chamados pelo nome que coincidentemente é o mesmo do continente, simples assim ok ?
Não disse que é errado usar o termo estadunidense, se vc leu com atenção, eu disse que a eles só lhes resta americans pois o outro termo não existe e nem consta da constituição do país.
Sandra

Leandro Soares March 30, 2011, 3:48 pm

Não consta na constituição do país deles. Só que eles são apenas parte de um enorme planetinha da galáxia. Muuuitos países e lugares já chamam eles pelo nome Estadunidense e não pelo nome do continente o qual eles pertencem. O fato é que eles serão os únicos a continuarem usando o nome do continente para se referir a si próprios.

E viva nós Americanos (inclusive os Estadunidenses #3).

Cloez March 30, 2011, 6:41 pm

Leandro, lembre-se que o nome do continente tb é o nome do país deles.
Leia aquiThe adjective “American” originally referred to the landmass known as the Americas or America. “Americans” originally referred to the indigenous peoples of the Americas, and later to European settlers and their descendants.[1] English use of the term “American” for people of European descent dates to the 17th century; the earliest recorded appearance is in Thomas Gage’s The English-American: A New Survey of the West Indies in 1648.[1] “American” especially applied to people in British America, and thus its use as a demonym for the United States derives by extension.[1]

The United States Declaration of Independence of 1776 refers to “the thirteen united States of America”,[3] making the first formal use of the country name; the name was officially adopted by the nation’s first governing constitution, the Articles of Confederation, in 1777.[4] The Federalist Papers of 1787-1788, written by Alexander Hamilton, John Jay, and James Madison to advocate the ratification of the United States Constitution, use the word “American” in both its original, Pan-American sense, but also in its United States sense: Federalist Paper 24 refers to the “American possessions” of Britain and Spain,[5] i.e. land outside of the United States, while Federalist Papers 51[6] and 70[7] refer to the United States as “the American republic”. People from the United States increasingly referred to themselves as “Americans” through the end of the 18th century; the 1795 Treaty of Peace and Amity with the Barbary States refers to “American Citizens”,[8] and George Washington spoke to his people of “[t]he name of American, which belongs to you in your national capacity…” in his 1796 farewell address.[9] Eventually, this usage spread through other English-speaking countries; the unqualified noun “American” now chiefly refers to natives or citizens of the United States in all forms of the English language. Although “American” may refer to all inhabitants of the continent, this is generally specified with a qualifier such as “Latin American” or “North American.”[1]
[edit]
Leandro, como vc afirmou aí em cima que não está na constituição e vc está correto, está na declaração da independência, acredito que vc já conheça, mas em todo caso aqui vai. Veja que o ultimo parágrafo reforça que o termo é usado pelos americanos mas se refere tb a todos os habitantes do continente.
abç
Sandra

Senegal Miranda March 30, 2011, 3:58 pm

Eu concordo com os amigos que disseram que as escolas estão ensinando Estadunidense. Dia desses meu filho me indagou: -Pai, América é um país ou um continente?. Respondi: -Filho, todos sabemos que é um continente. Ele retrucou: -Então porque chamamos um país pelo nome do continente? O país deles não tem nome? Porque hoje minha professora de Geografia disse que o nome deles é Estadunidense e americanos são todos que moram na américa.

Confesso que fiquei estupefato. Não discordei. Acho que o mundo gira, se renova, enfim, as coisas mudam, não é? Apenas incorporei a palavra ao meu velho dicionário e pretendo usá-la para acompanhar o que tem sido ensinado atualmente.

Para mim tanto faz chamá-los pelo continente ou de Estadunidense. Serão os mesmos patriotas e nacionalistas de sempre.

A propósito, ele estuda no Colégio Adventista.

Cloez March 30, 2011, 4:09 pm

Senegal, muito bom seu ponto de vista, chegou no ponto direto e correto, é isso aí, está corretíssimo, agora o termo é recente e futuramente poderá até ser incorporado por todos, no entanto o que eu digo aqui é que para os nascidos no país que tem no nome do continente no nome do país, só lhes resta se auto denominarem americanos , para os brasileiros chamá-los de estadunidense tudo bem, não está errado, assim como não está errado chamá-los de americanos tb, é apenas uma outra forma.
Eu conheço o colégio adventista e é uma instituição muito bem conceituada.
Obrigada por participar.
Sandra 🙂

Marinho March 30, 2011, 4:20 pm

Na copa eles sem chamam americanos também? Porque nunca vi jogar América X Nigéria, ou América X Espanha. Acho que eles não tem time de futebol. Pois se eles são os americanos, o time deles teria de se chamar América, correto?

Cloez March 31, 2011, 7:32 am

Marinho, lembre-se que America é PARTE do nome do país portanto na COPA eles usam o nome inteiro, caso você não saiba Estados Unidos da America, se as pessoas pronunciam apenas os dois primeiros nomes isso é problema de quem fala.
Além do mais americano é a nacionalidade ou o Brasil entra na copa como brasileira e não como Brasil ?
Sandra

Marinho March 31, 2011, 2:29 pm

Ahhhh, pensei que o “américa” era indicação de localidade, como por exemplo: Santo Antonio dos Pinhais – que faz referência que o local, antes de se tornar uma cidade, era tomado por árvores que dão pinho. Então o “Estados Unidos da América” é nome e não indicação de que estão situados na América? Poderia ser o Estados Unidos da América mas estar na África então. Entendi.

Cloez March 31, 2011, 8:07 pm

Marinho, que bom que entendeu !
Sandra 😉

Theo April 2, 2011, 6:10 am

Corretíssimo. Estadunidense (é até difícil pronunciar) é coisa de socialista recalcado. Imaginem chamar o brasileiros de Republicofederense (já que somos a República Federativa do Brasil).

Cloez April 2, 2011, 7:25 pm

Pois é Theo, complicado né ? hehehe
Obrigada por participar.
abç
Sandra

Francine April 3, 2011, 7:32 am

Eu acho que todos tem o direito de dar a sua opinião aqui no blog, mas antes de qualquer coisa temos que respeitar o dono da casa.

Cloez April 3, 2011, 9:37 am

Oi Frrancine, obrigada e seja bem-vinda
bjs
Sandra

Eder Silvestre April 4, 2011, 5:12 pm

O nome do país deles tem américa no nome, e esse “américa” do nome deles é apenas nome, não faz referência à localização, assim como o “paulista” do sport club corinthians paulista é apenas nome, não significa que o time seja de são paulo (glup, risos), portanto, o nome dos torcedores deveria ser paulistanos e não corintianos! (gargalhadas).

Cloez April 4, 2011, 9:44 pm

OI Eder, finalmente alguem me entendeu ? OBRIGADA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 🙂 hehehe adorei sua explicação corintiana ! hehehe
abç
Sandra

Cloez April 4, 2011, 9:34 pm

Jameson, claro que não né ? o nome do País é USA (UNITED STATES OF AMERICA) … eles se referem a si mesmo como americanos (NACIONALIDADE) , deu pra perceber a diferença entre nome de país e nacionalidade ? Coincidentemente o nome do país e a nacionalidade do Brasil começam com as mesma iniciais ..
Sandra

Cloez April 5, 2011, 7:52 am

Jamenson, se você pretende aparecer procure outro lugar ok ?
Bye
Sandra
P.S. Deletei seu comentário porque fiquei com pena da sua estupidez ! Mas se quiser eu coloco de volta hehehehe

Jameson April 5, 2011, 12:12 pm

Não usei palavrões, não xinguei alguém, apenas expus meu ponto de vista. Mas o blog é seu, faça como quiser.

Cloez April 5, 2011, 8:34 pm

Jameson, tá certo, é que eu realmente cansei, eu respeito a opinião dos outros desde que não tentem menosprezar a minha inteligência me chamando de imbecil por tabela…
Sandra

Claudio Gomes April 5, 2011, 8:04 am

Se eles são a américa, digo, os americanos, porque na TV são citados como Estados Unidos? Ontem mesmo vi o apresentador dizer: “-No Estados Unidos a taxa de inadimplência na área imobiliária…”. Como eles são americanos, o correto não seria: “-Na América a taxa de inadimplência na área imobiliária…”?

Se eles são os americanos, o país deles deve ser chamado de América, e não de Estados Unidos.

É fácil:
Quem nasce no Brasil: brasileiro
Quem nasce na Venezuela: venezuelano
Quem nasce no Uruguai: uruguaio
Quem nasce na América: americano
Quem nasce no Egito: egípcio
Quem nasce nos Estados Unidos: estadunidense

Cloez April 5, 2011, 10:29 am

Cláudio, fica aqui seu comentário para que alguém se disponibilize a debater com você…

Sandra

Cris April 5, 2011, 12:02 pm

Sandra,

Vc não está cansada de tantas pessoas que querem aparecer através de seu blog? Meu Deus!!!!!!!!

Se não gostam ou não concordam com o que estão lendo, existe a opção de não mais entrarem nesta página.

E já que são tão entendidos façam uma página para trocarem suas idéia cheias e complexo e preconceito e de preferência rasguem seus vistos americanos, pq com certeza vcs devem ser muito superiores aos Americanos ou Estadunidenses e não devem ter interesse nenhum em visitar a terra do Tio Sam, não é mesmo? Caso contrário, só posso denominá-los de hipócritas!!!!

Sandra,
Desculpe o desabafo, mas entramos aqui para saber das maravilhas de LV e já não aguento mais esta gente besta…

Bjs,

Cris

Cloez April 5, 2011, 8:30 pm

Oi Cris, cansei sim hehehe
Obrigada pela força !
bjs
Sandra

Alvaro Gutierrez April 5, 2011, 3:24 pm

Essa questão vai muito além de ser antiamericano, ou esquerdista, ou defensor da América como um bloco único. Essa questão entra muito no patamar da linguística. Dado o fator de que o mundo não possui apenas um idioma, dentro de cada um desses inúmeros idiomas, há suas regras específicas, ditames a serem respeitados.

No Brasil e em muitos países que herdaram a raiz da língua portuguesa, havia e há um artigo que une ou dá sentido de pertencimento/grupo a algumas palavras/frases.

Por exemplo, temos a santa Nossa Senhora da Aparecida. O nome dela é Nossa Senhora, de onde? da cidade de Aparecida (do Norte). Geralmente, nos países que citei anteriormente, essa palavra final, no caso do exemplo “aparecida”, tem a função de dar pertencimento, informar a procedência, a origem. Então, racionalmente falando, se ela é da cidade de Aparecida do Norte, logo ela não pode ser a cidade, ela é da cidade, mas não é a cidade. Ela é alguém que foi ou é da cidade.

Isso acontecia muito nos nomes das famílias. José Sereviro da Silva (onde o “da Silva” dava o pertencimento a família da Silva, ou Alencar Jesuíno de Oliveira, onde Oliveira dava a origem a família Oliveira, e assim suscessivamente).

Isso é quase que uma regra geral nas línguas oriundas da raiz da língua portuguesa. Devido a essa questão, a frase “Estados Unidos da América” será interpretada, dentro da linguística de nosso idioma, como o América sendo o fator determinante da procedência, ou seja, se eles são da América, logo não podem ser a América, mas sim pertencer a ela.

Mesmo que a sequência da frase fosse alterada para “Estados da América Unidos”, por exemplo, a palavra América continuaria soando como pertencimento.

Temos países com o nome de Emirados Árabes Unidos, que aqui no Brasil é interpretado da forma que está escrito: São emirados da arábia e estão unidos – esse é o sentido da palavra.

Penso que essa questão de chamar de Americanos ou Estadunidenses vai além de realmente apenas querer se referir a eles, está mais próximo de um certo teor de descontentamento por alguns se sentirem usurpados.

Isso só seria resolvido se fosse criado um continente com outro nome, e deixassem a América para os Estadunidenses. Aí sim poderia chamar o país de América pois a América não seria mais um continente.

É como se um leão dissesse: eu sou os felinos. Não tem como o leão os felinos, mas ele pode ser um dos felinos.

Devemos respeitar que no idioma deles, América não tem conotação de pertencimento, mas aqui no Brasil e muitos outros países a palavra América contida na frase que compõe o nome deles sempre será referência à procedência.

Cloez April 5, 2011, 9:02 pm

Álvaro, muito boa sua colocação.
O fato do nome do país ser o mesmo do continente faz com que as pessoas como vc mesmo disse “com certo teor de descontentamento”usem esse fator para vamos dizer assim “culpá-los”por usarem esse nome como o nome de sua nacionalidade.
Alem disso é preciso lembrar que todo somos americanos no entanto a America é dividida em Norte, Central e Sul, sendo que a grande maioria dos países fazem parte da America Latina, honestamente nunca vi um brasileiro se referindo a si próprio como latino, portanto se quiserem se diferenciar é possível, a confusão pode acontecer apenas entre os países da america do norte.
Enfim, obrigada pela ótima participação 🙂
Sandra

Elivelton Batista April 6, 2011, 7:18 am

Acabei de ver um site “americano” que não usa o termo “americano” para se referir às coisas deles: http://www.sheppardsoftware.com/Geography.htm

Tá escrito assim:
U.S. Geography Games

Se eles são os americanos, era para estar escrito:
American Geography Games, ou não?

(ou será que isso prova que eles mesmos sabem que se usassem dessa forma estariam se referindo a América inteira e não somente a eles???)

Cloez April 6, 2011, 9:55 am

Elivelton, quando vc souber a difrença entre, nacionalidade, nome de país, sigla e continente, volte aqui e a gente conversa ok ?
abç
Sandra

Diego Silva April 6, 2011, 7:34 am

Poxa, vamos parar com essa discussão. Todos sabem que o país Estados Unidos quer manipular e comandar o mundo todo. Mas como a Europa com seus países de primeiro mundo – França, Inglaterra, Suiça, Alemanha, entre outros – faz frente a eles, pelo menos da América eles querem ser os donos. E qual país americano pode peitar os Estados Unidos? Nenhum.

Cloez April 6, 2011, 9:56 am

Entenda como quiser Diego
abç
Sandra

ClaudioCRF May 19, 2011, 1:54 pm

Gente, é muito simples, Se alguém é do Rio de Janeiro, é Carioca, se é do Rio Grande do Sul, é Gaúcho; Isso pq ser chamado de CARIOCA e GAÚCHO não vem em contra-mão a nenhuma regra que seja, pois não tem como confundir-mos Carioca com outra coisa a não ser a quem nasce no Rio de Janeiro e assim vai…
A minha linha de raciocínio é por aí…
Agora, se vc me diz que é Americano, eu posso muito bem considerar que vc é Canadense pq além de estarem na América eles tambem são do Norte. “eles tb são Norte-Americanos.
E aí, o que vc me diz desta linha de raciocínio ???
Obrigado!!!

Cloez May 19, 2011, 7:22 pm

Eu digo o seguinte Claudio, nem todo gaúcho é nascido no RGdo Sul, porque gaúcho é tb a denominação de pessoas que trabalham com gado no Uruguai e Argentina, no entanto, mesmo que haja o mesmo nome como acontece com muitos nomes de pessoas ( homônimos ) há sempre uma possibilidade de vc distinguir um do outro certo ?Se o seu nome for Claudio Barreto por exemplo e houver um outro com o mesmo nome vc poderá distinguir um do outro através de outros dados, portanto se uma pessoa disser que é americana da América do Norte e vc achar que é canadense é simples é só dizer não, eu sou americana dos EUA , mesmo porque quem é do Canadá ou Mexico geralmente usa o nome do país e não do continetne para dizer a sua nacionalidade, aliás eu acho que ninguém usa o continente como base de nacionalidade.
abç
Sandra

Lucinda Haussman April 6, 2011, 9:40 am

Bom, acho que dá pra fazer uma regrinha lógica:
Se sou brasileira, meu país é o Brasil;
Se sou búlgara, meu país é a Bulgária;
Se sou inglesa, meu país é a Inglaterra;
Se sou turca, meu país é a Turquia;
Se sou americana, meu país é a América. Ops, mas América não é continente?.

Em qualquer lugar do planeta, se perguntarem para alguém, jamais essa pessoa dirá que é do país América, pois não existe país América, existe continente América. E isso é regra universal.

Eu tenho amigos dos Estados Unidos, e todos eles se você perguntar: “-Que país você é?”, responderão: “-United States”. Nunca vi algum deles responder que são do país América, tanto quando veem para o Brasil como para Europa. Porém se a pergunta for feita “o que você é” ao invés de de perguntar o país, aí eles dizem American. Mas isso porque lá não há outra opção além dessa. Não tem no vocábulo deles algo que permita substituir o American, por isso dizem que são “americans”, mas do país United States.

A propósito, sou Holandesa e vivo no Brasil há 13 anos, e lá na Holanda ninguém diz que é do país Europa.

Cloez April 6, 2011, 10:02 am

Lucinda, eu nasci no Rio de Janeiro portanto sou Rio de Janeirense né ? Entendi, obrigada pela “aula”
bjs
Sandra

Debora April 6, 2011, 5:52 pm

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkParabéns Sandra!!!Amei a resposta e acho que finalmente vc está respondendo à altura de tanta baboseira!!!Bjos,
Debora

Debora April 6, 2011, 5:54 pm

Europa não é País?Ah,bom…Vivendo e aprendendo,aula boa mesmo…

Cloez April 6, 2011, 7:50 pm

hehehe obrigada Debora, cansei de tentar debater porque não há argumento válido daí é melhor partir para a brincadeira né ?
bjs
Sandra

Fabio May 2, 2011, 11:34 am

Acho que na verdade VOCÊ é a que não tem um argumento válido e simplesmente por não aceitar outra realidade, se defende com seus preconceitos cognitivos.

Cloez May 2, 2011, 12:48 pm

Fábio, eu não tenho que ter argumentos, eu coloquei a realidade, quem tem que ter argumento é vc.
abç
Sandra

Marcelo DZ May 11, 2011, 6:29 am

Nãooooooooooooooooooooooooooo,
essa conseguiu bater o recorde ou record de besteira, ela nem se deu ao trabalho de ler o texto, (sera que sabe ler ?)
bom e isso , eu como bom saopauliense fico admirado demais
parabens pelo texto

Cloez May 11, 2011, 6:30 am

Oi Marcelo, obrigada 🙂 hehehe
abç
Sandra

Rafael July 22, 2011, 8:46 am

Concordo completamente com esse post. Essa história de chamar americano de estadunidense porque americanos todos somos é uma imbecilidade sem limites.

Pra mim um americano é tão estadunidense como um brasileiro é republicano federativo.

Afinal:
Estados Unidos da AMÉRICA
República Federativa do BRASIL

Cloez July 22, 2011, 3:17 pm

Oi Rafael, obrigada por participar 🙂
Abç
Sandra

Gerson April 6, 2011, 3:53 pm

Afinal, América é um país ou continente? Americanos são os habitantes do América ou da América?

Cloez April 6, 2011, 7:53 pm

Que tal ambos ? Ou não pode ter multiplas respostas ?
Sandra

Cris April 7, 2011, 5:08 am

Lucinda,

Seu raciocínio me deixou confusa…rsrsrsrs

Nasci no Rio Grande do Sul então sou Gaúcha ou Rio Grandense do Sul? Se sua opção for a segunda, o que são os que nasceram na cidade de Rio Grande dentro do RIo Grande do Sul?

Agradeço se vc me der uma aula sobre isto…rsrsrsrs

Cris

braian April 18, 2011, 10:21 am

em fim,tudo isso quer dizer que os Estados Unidos,são maiores que nós brasileiros e o resto de paises subdesenvolvidos,fazendo com que o continente ´´americano´´achem que apenas os ´´estadunidenses´´sejem americanos.
como se isso fosse fazer a minima diferença,pois a fome, miseria e doenças que esse continente tem não vão sumir quando todos nós sabermos que somos americanos tambem.

Cloez April 18, 2011, 6:31 pm

Braian, isso que vc escreveu está na sua cabeça, vc se sente assim, mesmo porque o Brasil já deixou de ser subdesenvolvido faz tempo…o resto nem vale a pena comentar….desculpe, cansei..
Sandra

joao October 16, 2011, 5:51 am

quando que o brasil dixou de ser subdesenvolvido? onde voce leu isso? vc mora a onde? alice no país das maravilhas

Cloez October 16, 2011, 7:29 pm

João,eu que pergunto ,que país vc vive ?porque há muito tempoo o Brasildeixou de ser subdesenvolvido e passou a ” em desenvolvimento ” sei que não é ainda considerado primeiro mundo , mas subdesenvolvido?
Sandra

Marcelo DZ May 11, 2011, 6:31 am

nos nao somos americanos, somo brasileiros

Adriano April 25, 2011, 10:04 am

P/ efeito de comparacao, o Brasil e oficialmente estabelecido como “Republica Federativa do Brasil” por consequencia de sua uniao atraves de Federacoes. Ja fomos no passado “Estados Unidos do Brasil” logo apos a proclamacao da Republica, mas nos “transformamos” em Republica Federativa em 1891.
Sempre fomos chamados de “brasileiros” no entanto, nunca vi ninguem mencionar “republicofedarativenses” em nenhum lugar.
Acho que o principio e o mesmo, o resto e sim complexo de inferioridade.

Cloez April 25, 2011, 4:51 pm

Oi Adriano, pois é vc falou tudo !
abç
Sandra

Rosiney de Souza April 29, 2011, 11:17 am

Que revolta amadinha!!!! Continuo defendendo a tese de que também posso ser americana sim senhora! E com presidente(a) com o mesmo direito, sem precisar buscar certidão de nascimento para provar.
Uma observação para complementar… Devemos sempre nos lembrar que o presidente dos Estados Unidos da América não é Americano, e sim estadunidense! Ele nasceu na Oceania, sendo assim… oceânico ou outras variações de nomes referentes.
Nós brasileiros somos americanos … do Sul, porem americanos também.

Cloez April 29, 2011, 5:33 pm

Nossa Rosiney, eu não sei se dou risada ou choro lendo seu comentário ! Vc teve aulas como Lula ou fugiu da escola ? Porque não acredito que vc tenha aprendido isso tudo na escola hehehe …. sei que as escolas do Brasil são melhores que isso !
Enfim, primeiramente, não sei onde vc leu que quem nasce no Brasil NÃO é americano, claro que é e como vc disse, SUL AMERICANO portanto como vc mesmo disse, quem nasce na AMERICA é americano, portanto os ESTADUNIDENSES o SÃO também certo ? só que NORTE AMERICANOS, não lhes tira o direito certo, aliás os brasileiros são LATINO AMERICANOS sabia ?
O presidente dos Estados Unidos não é americano ?
Ele nasceu na OCEANIA ???
Cansei !
Sandra

Marcelo DZ May 11, 2011, 6:48 am

hahahahah
ele nasceu nas oceanias entao ele e oceanidense, ou peixe, ou atlante
ou siri
meu que confusao
sera que ele nao e um et ,
eti que foni dr house….

felipe May 2, 2011, 5:21 am

eu vou chamar as pessoas que nascem no EUA de estadunidenses, pq se vc não sabe historia eu lhe explico, o nome americano vem da da antiga frase: a América para os americanos.
Os EUA se intitulam a América e seu povo os americanos, porém isto não está correto:
a América é um continente e não um país, e americanos são todos os habitantes deste continente.
O que os EUA fez, foi se apoderar do nome América, numa alusão de que todo o Continente lhe pertence, isso se baseou na doutrina de “A América para os Americanos”. Segundo esse pensamento, se apenas estadunidenses são americanos, logo os outros povos do continente, que por sinal leva o nome de AMÉRICA, vivem sob a égide dos Americanos.
Ao proferir a célebre frase “a América para os americanos”, o Presidente dos Estados Unidos James Monroe estava assim reivindicando para o capital estadunidense as antigas possessões coloniais européias no continente, da Patagônia ao Estreito de Bering.
O uso abusivo do nome Estados Unidos da “América” e do epíteto de “americanos” para seus habitantes fornece o campo de ambigüidade semântica onde o projeto imperialista encontra legitimidade conceitual. “A América para os americanos” é a América para os Estados Unidos, já que eles mesmos se denominam Estados Unidos da América. Todo habitante dos Estados Unidos é americano, mas nem todo americano é habitante dos Estados Unidos. O uso abusivo do termo “americano” escamoteia essa distinção fundamental. Os americanos que não são habitantes dos Estados Unidos são pseudo-americanos, semi-americanos, americanos “de segunda classe”.Nega-se assim a nós todos americanos, brasileiros inclusive, o direito de usarmos o nome de americanos. “Americanos” são só eles, os estadunidenses.

Cloez May 2, 2011, 5:39 am

Oi Felipe, obrigada pela “aula” ! Mas como vc mesmo disse : Os Americanos dizem que quem nasce nos EUA é americano portanto vc queira ou não, essa é a nacionalidade.
Você pode chamar do que vc quiser até de FDP não interessa, agora eles se chamam de americanos e pronto.
O uso abusivo do nome Estados Unidos da “América” e do epíteto de “americanos” para seus habitantes fornece o campo de ambigüidade semântica onde o projeto imperialista encontra legitimidade conceitual Esse seu parágrafo mostra o quanto vc se sente inferiorizado e confirma o que digo : que há muito complexo em relação aos EUA
Eu nunca vi alguém reclamando que a Africa do Sul usa o nome do continente, porque essa preocupação só em relação aos EUA ?
Relaxa Felipe, chama de estadunidense, vai viajar de férias pro Peru e enjoy !
abç
Sandra

Marcelo DZ May 11, 2011, 6:34 am

eita vontade de ser o que nao e!!!
ta somo0s todos americanos
nosso presidente e obama e o tiririca apenas um palhaço se apresentando no metro
nossa como e linda nossas listras em nossa bandeira azul e vermelha

Eu May 2, 2011, 10:02 am

Hawaii é uma ilha da Oceania que inclusive faz parte da Polinésia.
Obama nasceu no Hawaii, logo Obama é oceânico.
Hawaii faz parte dos EUA e, portanto, quem nasce lá é Americano de país e Oceânico de continente.

Os EUA é um país sacana e por isso eu os chamo de Estado Unidenses mas concordo que chamá-los assim não tem muito nexo. Mas chamo assim como uma afronta, insignificante ou não, ao seu expansionismo político.

O certo, pelo nome oficial, é chamar de Americano. Não é um nome muito original mas foi o que oficializaram. Entretanto chamar de Norte Americano não pois é inexistente o “norte” no nome oficial dos EUA e ainda por cima ninguém chama os canadenses assim. Tão pouco chamar de latino americano. Não existe país nem continente com tal nome.

O nome dado pra quem nasce em um país/continente é dado pelo nome oficial da região e não de quem vive lá. É o registro sem tirar e nem por.

Cloez May 2, 2011, 9:10 pm

Eu, leia isso :
The states that occupy Oceania that are not included in geopolitical Oceania are Indonesia, Malaysia (through Malaysian Borneo), Brunei, the Philippines, and East Timor. The islands of the geographic extremes are politically integral parts of Japan (Bonin), the United States (Hawaii), and Chile (Easter Island).
Caso vc não entenda Os estados que ocupam Oceania que não estão incluídos na Oceania geopolíticas são Indonésia, Malásia (através de Bornéu malaio), Brunei, Filipinas e Timor Leste. As ilhas dos extremos geográficos são politicamente parte integrante do Japão (Bonin), os Estados Unidos (Havaí) e Chile (Ilha de Páscoa).
Tá explicado ?
Podemos dizer Norte americanos para pessoas nascida na parte norte da america assim como sul americanos para os nascidos na parte sul da america…
Quanto ao Latino Ameericano, é o nome dados à região na América onde são faladas línguas derivadas do latin ok ?
abç
Sandra

Figueiredo May 2, 2011, 1:58 pm

Concordo com você, e me sinto muito ofendido quando em uma vaga de emprego exigem que se tenha inglês fluente, sendo que lá não exigem Português fluente não é…ou seja se você vai para lá tem de ter inglês e se eles vem para cá, nós é que temos de ter o conhecimento da lingua deles…
Considero isso falta de patriotismo…

Parabéns pelo blog…

Cloez May 2, 2011, 9:12 pm

Figueiredo obrigada !
abç 🙂
Sandra

joao October 16, 2011, 5:59 am

que saber porque isso acontece pesquise, Conferência de Bretton Woods em 1944.

Stefan May 5, 2011, 11:34 pm

PUTA QUE PARIU TODA ESSA DISCUSSÃO PORQUE ELES SE DENOMINAM AMERICANOS???SE FUDE PESSOAL,VAMOS NOS PREOCUPAR COM NOIS FODASSE SE ELES SE DENOMINAM AMERICANOS,SE ELES COMEÇAREM A DIZER QUE SÃO ESTADUNIDENSE,VAI MUDAR MUITA COISA???VAI SUMIR A POBREZA???VÃO ACABAR GUERRAS???O MUNDO SERÁ UM PARAISO SEM CRIMES ONDE TUDO É HARMONIA???NÃOOOOOOOOOOOO VAI MUDA PORRA NENHUMA!!!

Marcelo DZ May 11, 2011, 6:43 am

Da raiva de ser brasileiro , o povo invejoso, ao inves de nos esforçarmos para ser um povo melhor, estudando trabalhando,melhorando , ficamos querendo ser igual aos outros e achando sempre que a culpa e dos outros da nossa inferiorizaçao, quer ser melhor que os americanos ou estadunidense vai pra escola vagabundo vai trabalhar vagabundo,
“ah que eu sou tambem americano..” para de ser trouxa seu bando de trouxas, nos nao passamos de um bando de latino americano sem dinheiro no bolso e despeitados continuamos assim
vao assitir bbbb a fazenda novela panico entre outras baboseiras que conceguimos criar assim cresceremos sim, mas como raiz cada vez mais pra baixo
amor proprio se tem nao se rouba de ninguem
orgulho se conquista njao se pede emprestado
e uma rosa nao sera menos rosa se for chamada de margarida
falei muito e falei demais
e nao disse nada pois os revoltados de plantao sentados em frente de seus micros importados nao vao entender nada
O paisinho de fezes

Marcelo DZ May 11, 2011, 8:29 am

descobri !!!!!
eu nao brasileiro , n em americano, nem latino, acho que nem japones e muito menos africano,
E sou mesmo com muito orgulho
TERRAQUIENSE
NAO !! nao eu sou mesmo sistemasolariense do sul
Nao nada disso eu sou via galaxiense externo
ha nao acho que sou um universilense se vc nao for russo pois se for eu sou cosmopoliciense
ou deixa ver
hum dificil

Hernesto Sanchez May 11, 2011, 3:46 pm

Aquí en España nos llaman los Estadunidenses, pero que para nosotros América es un continente e non solamiente uno país.

Gracias.

Cloez May 12, 2011, 7:37 pm

Oi Marcos, eu não acho que escorreguei na resposta pois o princípio é o mesmo, pois o que as pessoas alegam é que por pertencerem ao continente americano tb são americanos e o mesmo se aplica aos europeu ou africanos certo ? Africa é um continente que tem um país chamado Africa do Sul e quem nasce lá é sul africano certo ? Quem nasce na itáia é europeu e italiano tb.
Vc veio discutir o que é certo ou errado ? adorei essa heheheeh existe certo em relação a nomes ? nome é nome não necessariamente tem ligação ou significado, vc pode interpretar dessa forma, eu não, portanto o que é errado para vc não o é para mim, e vc pode estar errado na sua conclusão assim como eu posso estar errada, quem somos nós para dizer se o nome de um determinado país é certo ou errado ?

Cloez May 12, 2011, 7:47 pm

Oi Marcos, eu não havia respondido esse seu comentário, não concordo diga-se de passagem, os EUA não tem “mania de monopolizar” os demais é que tem “mania de seguir” isso é só um questão personalidade, eu por exemplo, adoro filme americano, mas não perco filme europeu, quanto a carros fico com os japoneses portanto as pessoas é que precisam parar de ser Maria vai com as outras.
Eu acho no entanto que os EUA tem sim mania de ser xerife do mundo, isso eu acho, eles acham que tem que “tomar conta” de tudo e de todos, isso porque tem o maior poder bélico do mundo, não acho certo, acho que os problemas internos dos países devem ser resolvidos internamente sem interferência dos EUA ou de qualquer outro país, mas é assim que funciona atualmente, aliás atualmente eles não são os únicos sendo que a França inciou o problema no Libano.

Cloez May 12, 2011, 7:53 pm

Marcos, eu concordo em parte com o que vc falou, mas veja bem estados Unidos da America, poderia ter um outro, Estados Unidos da Africa, quer dizer, um grupo de estados reunidos que formam um país e se encontram no continente America, não vejo nada de errado nisso…
Quanto ao restante eu concordo tb em parte, eu acho que os brasileiros se desmerecem, o Brasil já deixou de ser um país de ignorantes e 3 mundo há muito tempo, por isso mesmo, para mim ser brasileiro me basta ! Não preciso dizer que sou americano para me confrontar com ninguém, me acho superior e gostaria que todos pensassem dessa forma…
abç
Sandra

Cloez May 13, 2011, 8:15 pm

Marcos, vc se enrolou todo na dissolução do meu argumento hein ?
Não existe continente chamado Africa do Sul como tb não existe continente chamado Estados Unidos da America percebe ?
“Da” significa que faz parte, um grupo de estados que unidos pertencem à America (Continente) se isso é dificil de entender ou de aceitar não é meu problema, é apenas a realidade, queira vc ou não, goste ou não é a realidade, e cada vez que eu vejo as pessoas reagindo a isso mais eu vejo o quanto é importante se mostrar melhor que eles…. como eu te disse..para mim, nome é nome, não tem que explicar nada, não tem que provar nada, e quem não gosta tem que engolir assim mesmo..
Você acha que o nome do país é confuso, o Mexico chama-se Estados Unidos do Mexico portanto se vc chamar de estadunidense vc poderá estar se referindo a pessoas nascidas no mexico tb e daí ?
Veja bem, eu não quero convencer ninguém a parar de dizer estadunidense, eu só acho totalmente dispensável, mas não me incomoda de forma alguma , mas não mudarei minha maneira de pensar, como te falei, o fato de brasileiros baterem no peito dizendo-se americanos para mim nada mais é do que triste, me parece que não querem apenas ser brasileiros, como te falei, para mim brasileira me basta com muito orgulho.
Sandra

Cloez May 14, 2011, 2:53 pm

Marcos, mostrar melhor que eles ? o que vc quer dizer com isso ? eu não sou melhor nem quero mostrar melhor que ninguem pelo contrário quem está querendo fazer isso é vc, não consegue engolir um país ter o mesmo nome do continente e daí ? te incomoda ? chama de estadunidense, escreve pro Obama quem sabe ele muda o nome do país né ? Por enquanto o nome é esse a nacionalidade é essa eu vc queira ou não vão continuar sendo americanos.
Não tenho que provar NADA pra vc porque como já falei é a realidade vc tb não tem que provar nada porque não adianta vc gastar seu vocábulo dizendo que o nome está errado, nome é nome … causa confusão ? só se for pra vc porque os demais países tem outras formas para se denominarem sem precisar usar o americano, se quiserem usar o americano que usem, daí expliquem e pronto.
🙂 enjoy !
Sandra

Cloez May 15, 2011, 12:54 pm

Marcos, frases fora de cotexto podem parecer o que não são portanto eu relevo essa bobagem que vc disse que eu disse, acredito que tenha dito, não com o contexto que vc colocou, mesmo porque eu sou americana tb e não me considero melhor do que ninguém aliás minha primeira nacionalidade é a brasileira e é a que considero sempre que me perguntam qual a minha nacionalidade, respeito o país que me acolhe, mas a minha nacionalidade é a brasileira.
Marcos, meus argumentos não terminam, mesmo porque eu não quero ter argumentos, já te falei, quem tem que ter argumentos são aqueles que discordam da realidade, a realidade é essa que está aí, eu aceito porque é a realidade, se mudarem o nome do país como fizeram com a Checoslováquia eu vou aceitar e pronto.
Marcos vc que não entende que o termo americano pode não definir para você mas em inglês é assim entendeu, não tem outro termo goste vc ou não !
🙂
Sandra

Cloez May 15, 2011, 8:27 pm

Marcos, eu nunca falei que o termo não é ambíguo falei ? Eu só falei que não acho isso importante porque os demais países possuem nomes que os identificam ….
O que vc não entende moço , é que os americanos estão pouco se lixando pra isso, ou vc ahca que eles se incomodam quando o povo os chama de gringos , não tão nem aíisso é algo que incomoda algumas pessoas e que eles não sabem nem que existe essa polemica entendeu moço ?
🙂
Sandra
Ah, não minha nacionalidade não é única, é dupla sim, pensei que vc entendesse nas entrelinhas, sorry !

Cloez May 16, 2011, 12:33 pm

Marcos, desenha !
😉

Cloez May 16, 2011, 7:17 pm

Marcos, cade o desenho moço ?
😉

Cloez May 17, 2011, 2:18 pm

Oi Marcos, acho que vc perdeu uma grande chance de ficar calado, mas enfim, quem vai desenhar aqui sou eu…
Primeiramente, eu fiz esse blog com a finalidade de trocar idéias e me distrair, não de convencer ninguém a pensar como eu penso, se vc acha que penso errado pouco me importa, assim como pouco me importa como vc pensa.
Quando vc passou a me ofender, eu tinha duas alternativas, responder à altura e baixar o nivel do blog ou, levar na brincadeira e deixar passar, foi o que eu fiz pra vez se vc vazava, demorou um pouco né ? o meu desenho vai aqui com mais delicadeza, foi bom dialogar com vc, e espero que vc entenda que diversidade de idéias é que trazem as grandes mudanças no mundo.
abç
Sandra

JOAO PAULO May 18, 2011, 6:21 am

O CONTINEMTE AMERICANO RESEPEU ESE NOME EN OMENAGEN A QUEN ESPERO RESPOSTA BJS

Cloez May 18, 2011, 7:25 am

Em homenagem a Américo Vespucio que descobriu o continente.
Sandra

Thalles Luiz June 2, 2011, 1:49 pm

Primeiramente discordo de tudo que vc falou. Seu texto me pareceu um pouco confuso, vc diz:

“primeiro porque isso me parece um enorme complexo de inferioridade por parte desses brasileiros”. — Só é questão de falar corretamente.

“Segundo porque o que determina a nacionalidade de alguém não é o continente onde a pessoa nasceu e sim o país”. — Se a pessoa nasceu nos ESTADOS UNIDOS da América, e óbvio que é estadunidense, “da América” refere-se o continente em que o país está localizado. Assim vivo na República Federativa do BRASIL, não me considero federativo. Sim brasileiro.

Cloez June 2, 2011, 7:54 pm

Oi Thalles, vc tem todo o direito de discordar de mim, assim como eu discordo de vc.
Eu considero o America nome do país embora seja o mesmo nome do continente, faz referencia ao continente ? Sim, mas é nome. Assim como vc citou bem, Republica Federativa do Brasil … Estados Unidos da America….
Vc não é federativo nem eles estadunidenses pela sua logica …. No entanto como eu já disse e repito vcs podem chamar como quiserem, mas não vai mudar mesmo a nacionalidade para eles, quando referem-se a si proprios em ingles 😉
Abç
Sandra

Cloez June 11, 2011, 8:40 pm

Marcos, acho que quem não quer ver a realidade é você, vc gostaria que fosse de outra forma, mas não é, a realidade é outra e se um dia mudar com certeza eu mudarei, por enquanto vc goste ou não quando uma pessoa nascida nos EUA preencher um documento ela vai colocar como nacionalidade americana 🙂
Abç
Sandra

Antônio Carlos June 27, 2011, 2:43 am

Acredito que seja coerente a denominação “Americano” (assim como Estadunidense) para designar a população dos EUA, devido ao fato de que este se chama “ESTADOS UNIDOS DA AMERICA”.
Inicialmente pensava que esse fato era incorreto e me sentia ofendido como brasileiro (do continente americano, obviamente) mas quando no 2º grau me conscientizei (apesar de já sabido anteriormente) da designação oficial do Pais, reformulei meu pensamento.
Penso que seja questionável a intenção da integração do termo “Americano” no nome oficial do pais.

Cloez June 27, 2011, 7:54 pm

Oi Antonio Carlos,eu penso como vc tb ! Quantos homonimos existem no mundo não é mesmo ?hehehe
Obrigada por participar !
Sandra

Antônio Carlos June 28, 2011, 8:23 am

Verdade.
Assim como se evita a utilização do termo Estadunidense para denominar o indivíduos dos EUA, por alguns países.
Devido à possível confusão com os mexicanos, pois seu nome oficial é Estados Unidos do México, o que também remete ao termo Estadunidense para designar o individuo dessa região.

Cloez June 28, 2011, 11:28 am

Pois é Antonio Carlos,mas pouca gente sabe disso, e se sabe finge que não existe hehehe
Abç
sandra

Alvaro June 29, 2011, 9:33 am

Meu Deus do céu. Quanta …. que eu lí nesse comentários, especialmente os da Sandra, que não aceita nada o que os outros dizem.
………. Eu vivo aqui nos Estados Unidos há 10 anos, já vivi em 4 estados diferentes, e em todos eles os Americanos/Estadunidense se denominam Americanos.
Só existe uma verdade, e eu irei a revelar agora… Parararam que rufem os tambores, parararam:
Os Americanos se chamam Americanos porque não existe outra palavra no vocabulário deles, simplesmente não existe.
Agora, nós Brasileiros podemos os chamar de Americanos ou Estadunidenses.
Nos meus documentos em português se lê que eu sou Brasileiro naturalizado Americano.
Sempre foi assim, é assim que é, é assim que sempre vai ser.

Cloez June 29, 2011, 12:28 pm

Alvaro, vc disse que eu falo um monte de m**** e repetiu o que eu falo ?? O que vc quer dizer com isso ? Qu vc tb fala m**** ou o que eu falo não é m **** ??
Da para clarificar ??
By the way, tirei os palavrões porque não considero apropriado,ninguém merece ….
abç
Sandra
P.S. Eu não aceito o que os outros falam pelo menos motivo que vc acabou de escrever acima e cansei de explicar isso, se outras pessoas acham que devem chama-los de estadunidenses tem todo o direito, a língua brasileira assim como a espanhola (de onde foi tirado o termo) possuem o termo, no entanto aos americanos só lhes resta o americano e é assim que se auto denominam.
Achei interessante vc citar que seus documentos dizem que vc é brasileiro naturalizado americano e fui olhar os meus, e não falam isso, apenas dizem a outra nacionalidade é do Brasil eles inclusive usam o termo former .. no entanto sabemos que não há necessidade de abrir mão da nacionalidade brasileira quando se assume a americana pois ambos países reconhecem a dupla nacionalidade…..

Alvaro June 29, 2011, 9:41 am

Desculpe pelos palavrōes usados no meu comentário passado, tava com a cabeça quente.
Ver Brasileiros querendo se denominar Americanos é simplesmente patético e anti patriota, digno de pena.

Cloez June 29, 2011, 12:30 pm

Na verdade os brasileiros não querem se denominar americanos, eles o são quando usam o continente como base, como eu já disse e repito, eu uso o país e para mim brasileira me basta !
abç
Sandra

douglas July 28, 2011, 8:39 am

hahahah… nao tem discussao… os americanos deveriam ser chamados estadunidenses e pronto… eh o mais certo e nao tem disculpa…. soh que como eles foram espertinhos ja escolheram um nome bem apropriado aos interesses deles… (olha a alca ae)… a escolha do nome foi feita ha seculos atras ja mostrando certo tipo de “prepotencia”… mas ja que ficou o nome, chamemo-nos pelo nome… americanos

Cloez, vc eh brasileira? mora onde?

Cloez July 28, 2011, 7:34 pm

Oi Douglas, pois é …isso da muito pano pra manga hehehe
Sou brasileira mas tb tenho a cidqdania americana, moro em Las Vegas
Abç
Sandra

Cloez August 16, 2011, 7:27 pm

Finalmente entramos em acordo, como disse o Douglas no ultimo paragrafo, porque chama-los de americanos ? Porque é o nome que ficou e como vc afirmou , porque é fato !
Sandra

Cloez August 22, 2011, 1:57 pm

Marcos, se vc acha que eu compreendi agora quem não estava compreendendo era vc hehehe porque vc esta falando o que eu sempre falei, esse papo que vc fala com consciencia surgiu agora graças a bobiada de sua ultima participação.
Eu não vou mudar minha maneira de pensar porque para mim, nome é nome, se vc se sente inferior vc comprova o que sempre disse, somente um complexo de sua parte.
Sandra

Cloez August 27, 2011, 6:44 pm

Marcos, existe uma grande diferença entre nós, eu não quero mudar a sua maneira de pensar, pouco me importa o que vc acha, agora vc não se conforma que eu pense diferente e pior, entra no meu site para me ofender, então me esquece tá ? porque quando vc percebe que pisou na bola sai atirando desesperadamente, qual seu problema cara ? Teve visto negado ? Vc mesmo falou eu corcordei, isso é fato, o termo americano existe sim, se vc não quer aceitar não aceite, mas vc mesmo falou é fato !!
E aliás eu não te chamei absolutamente de inferior, eu não tenho costume de ofender gratuitamente as pessoas, se vc vestiu a carapuça, sorry , o que falei foi de forma geral não especifica….
Tchau !
Sandra

Cloez August 28, 2011, 8:09 pm

Marcos, you made may day ! adorei, foi muito bom ler seu comentario… Saber que meu comentario te incomoda…Marcos, eu vou fazer o meu post em negrito !!! Hehehe… Vc não pode perder tempo ? Não perca, eu não me lembro de pedir a você que venha aqui me visitar hehehe
Vc justifica e eu tb, vc não aceita minha justificativa nem eu a sua no entanto eu to pouco me lixando com sua opinião agora vc se incomoda com a minha, eu quero expor, quero e exponho vc goste ou não, porque vc não faz o mesmo ?? Faz um web site e exponha sua opinião ok ??
Enjoy !

Cloez August 29, 2011, 12:04 pm

Marcos, se te incomoda otimo, vai continuar incomodando porque eu não vou mudar nada e so pra vc saber babe, ninguem mais vai ler suas grocerias, nem eu !
Bye bye, kisses and kisses
Sandra

Julia August 30, 2011, 6:21 pm

ADOREI seu post, sou estudante da UFRJ e tivemos uma discussão dessas em classe, realmente não faz sentido essa observação das pessoas pois a nacionalidade é referente ao país não ao continente, portanto se alguém disser americano de nacionalidade só poderá ser dos Estados Unidos da America.
valeu !!!
Julia

Cloez August 30, 2011, 6:27 pm

Oi Julia, obrigada por participar !
bjs
Sandra

Christian Gump October 5, 2011, 9:36 pm

Achei este seu texto procurando referências para um que estou escrevendo, e concordo com você. Eu não gosto do termo “estadunidense”, vem carregado de antiamericanismo, preciosismo e até uma dose de complexo de inferioridade. Além do que “Estados Unidos” é como se fosse um “tipo” da nação (como República Federativa, no caso do Brasil), pois além dos Estados Unidos da América, temos os Estados Unidos Mexicanos e já tivemos, inclusive, os Estados Unidos do Brasil! Mexicanos, então, poderiam ser chamados de estadunidenses também?

Eu não tenho essa birrinha a ponto de ficar ofendido que eles se chamem de “americanos” só porque o continente também se chama América.

Cloez October 6, 2011, 8:20 am

Oi Christian, obrigada pelo comentário, claro que concordo com vc !
abç
andra

digno October 15, 2011, 8:35 am

Assim como eu, brasileiro, não posso fazer juízo isento sobre o assunto, você, autora desta matéria, também não pode fazer, já que em respostas anteriores disse ter cidadania dos EUA. Para melhor esclarecer, a questão é semântica: apenas o português brasileiro admite as variações das terminologias de nacionalidade para os EUA. O português europeu evita usar o termo “americano”, justamente porque americano designa o nativo do continente não do país, logo o termo adotado por esta vertente da língua é “estadunidense”. A discussão de fato não é relevante, mas a palavra “americano” foi indubitavelmente usurpada pelos EUA e isto nada tem a ver com posição antiamericana, é fato, simples assim. No mais seja feliz nesta discussão espiral e estéril.

Obs.: Correção lá no post sobre o Rio de Janeiro: quem nasce lá é fluminense. Se nascer na capital, é carioca, ou de igual forma fluminense.

Não se trata de aula, tá… São esclarecimentos. Devemos nos habituar às opiniões contrárias… Que desperdício seria exercitar o pensamento e opiniões se todos pensassem uniformemente…

Cloez October 16, 2011, 7:33 pm

Digno,gostei do seu comentario, agora medi uma coisa,os brasileiros se dizem americanos porque nasceram na America certo ? Porque quem nasceu nos EUA não pode se chamar de americano tb uma vez que eletb nasceu na America ?
😉
Sandra

Adilson November 5, 2011, 6:21 pm

Se quem nasce nos Estados Unidos da AMÉRICA, deve ser chamado de estadunidense, e não americano, então, na época em que o Brasil se chamava Estados Unidos do Brasil, nos devíamos ser chamados de estadunidenses também.

Ah, e agora que o nome é República Federativa do Brasil, nosso nome deve ser “republicofederativense”!

Cloez November 6, 2011, 2:09 pm

Pois é Adilson, o que tb é interessante é que o brasileiro pode se chamar de americano por ter nascido no continente americano,e o americano dos EUA tb nasceu no continente americano e não pode ne ? hehehe
Abç e obrigada
Sandra

Adilson November 5, 2011, 6:26 pm

O nome do continente, tipo “europeu”, “americano” ou “africano” traz muitas conotações poéticas, ou emocionais e psicológicas.

Mas, para efeito prático, não tem validade nenhuma. Cloez tem razão. O que importa é o pais que a pessoa é.

“América” não é só o nome de um país, ou de uma terra.
América é, principalmente, para os americanos, um ideal.
De liberdade, de não aceitar o controle (nem o apadrinhamento) de governos. Isso porque foi uma nação nascida da perseguição de governos, e que entendem que governos não servem para fazer o bem, mas para atrapalhar a vida das pessoas, suprimir as liberdades, fazer o mal. O estado, para o americano, deve ser o mínimo, o suficiente para fazer as leis serem respeitadas, e defender o país. Só.

A mentalidade deles vem mudando muito depois da invasão de povos que estão acostumados o governo como o grande mantenedor, provedor e regulador de tudo.

fan November 17, 2011, 1:09 pm

to contigo, quem é dos estados unidos devem ser chamados de estadunidenses

Natália November 27, 2011, 2:24 pm

Estados Unidos da AMÉRICA, este último termo está relacionado ao continente em que se situa ou tbm pode trazer o nome do continente como se fosse só o país dos estadunidenses (que se for esse caso, é muita arrogância). Tudo começou com a política chamada “América para os Americanos”, daí pegaram o nome do continente para ser designado apenas para eles, mas eles tem hegemonia e por isso mudar será difícil. Bom, não deixa de ser injusto. Até meu prof de história aqui dos EUA reconhece isso.

Natália November 27, 2011, 2:36 pm

Não que esteja dizendo que vc está errada, pq o seu argumento é bem válido se for pensar na última interpretação que eu disse, mas não deixa de ser arrogância por parte deles. Porém como havia dito, mudar será aquilo… E mesmo no começo seria complicado, pois eles já tinham poder sobre todos os americanos, e pessoas de outros continentes. O melhor é aceitar isso (odeio me posicionar assim, pereço uma acomodada), ainda mais, não tá interferindo politicamente nada o nome.

Natália December 1, 2011, 9:25 pm

Não é complexo de inferioridade e sim da grande arrogância deles. O pessoal daqui é assim, to estudando inglês aqui achando que ia ver algo de bom neles, vi só que tbm vi mais coisas ruins. O povo é fechado, nem ligam pra vc, se você tem dificuldade de socializar-se eles te deixam pra trás (exceto alguns), fazem “piadas” ofensivas e tive que aguntar simplesmente pq não sabia o nome da pessoa. Os adolescentes daqui são de quebrar o queixo, gritam por razões idiotas contra os pais. A minha host sister de 11 anos é um problema, muito mal educada. A mais nova, de 5 anos, começa a brigar com a de onze ou vice-versa por que uma não quer passar o fone de ouvido pra outra ou outra coisa e aí começa a gritaria no carro. É quase sempre assim na volta do colégio. Estressante! As únicas pessoas que valeram a pena conhecer aqui são a minha única amiga daqui, a Kate o prof de história Mr. Ficociello e de religião Mr. Solitario. Os únicos que se preocupam comigo além da minha host family. O povo daqui é simples mente o reflexo da política daqui. E pq será que eles tem o América no nome? “América para os americanos” Política do Grande nem preciso falar o resto. Uma coisa é fato, não deixa de ser egoísmo! E a cara do pessoal daqui.

Natália December 1, 2011, 9:46 pm

Em certo ponto posso falar que me sinto, sim, inferior, mas pelas humilhações que eles fazem. São apenas “brincadeiras”, mas isso machuca e pra sair de mim talvez levará uma eternidade. Ainda guardo rancor deles e isso não acontece só com brasileiro. Ontem foi com o meu amigo venezuelano. Minha amiga Kate contou o que aconteceu. O prof fez uma brincadeira de mal gosto por causa do sotaque dele, era para provocar só que o meu amigo nem percebeu e a Kate sim, ela não gostou. Aqui estrangeiro não é tratado como igual a eles, e deveriamos por causa da constituição e por sermos pessoas. Não é nacionalidade ou etnia que faz as pessoas serem diferentes.
O que sofri pela arrogâncias que saiam da boca deles eu nunca vou perdoar e isso não é droga nenhuma de complexo de inferioridade! É ódio pelos maus tratos e um vem falar desgraças sobre eles não serem arrogantes pq num é vc que teve que presenciar essas coisas! Inferiorizar uma cultura diferente só pq eles se acham os melhores (tipo o aluno Bryce Handerson, algo do tipo o sobrenome, eu não esquecço de tanto ódio) machuca! É isso que sinto sobre eles, ódio e mágoa e me arrependo mto de ter vindo pra cá, só que num dá pra voltar mais cedo (antes que vc fale: “Então pq continua aí”) pq senão n da pra validar as notas. Toda a minha visão deles se baseia em raiva e tristeza. Se ao menos fossem bonzinhos eu nem ligaria pra que nome colocariam, poderia até ser Brasil do Norte ou o que for… Só queria que eles fossem menos frios.

Cloez December 2, 2011, 7:17 pm

Natalia, primeiramente sinto muito que vc esteja tendo uma experiencia tão ruim aqui,ninguem merece isso,no entanto,não querendo defender os americanos,mas apenas querendo te explicar que bullying existe em qualquer lugar do mundo ( talvez aqui exista ate mais do que em outros lugares) e não é privilegio de estrangeiros,acontece e muito com os proprios americanos, e machuca,machuca MUITO,tanto que vc ja deve ter visto caso de alunos que matam colegas e professores tudo por esse motivo…A sua experiencia de Brasil é muito diferente e posso te dizer o porque, vc no Brasil estudava em escola particular,aqui,a menos que seus hosts morem em BeverlyHills vc eve estar emuma escola publica e de nivel mais baixo do que a que estudava no Brasil..posso te dizer que no Brasil a coisa não é muito melhor do que isso tb..eu sempre estudei em colegio particular quando era jovem,quando entrei no colegial meus pais me colocaram no publico para economizar dinheiro, eu so consegui ficar por 3 meses,voltei rapidinho para o particular, a realidade é muito diferente….
Alem disso,não devemos generalizar, eu trabalhei por 22 anos com americanos no Brasil e nunca senti preconceito ou fui mal tratada,moro aqui ha 11 e digo a mesma coisa,sou muito bem tratada, portanto,como eu disse,o bullying não tem a ver com nacionalidade e sim com educação e nivel social…..tenho absoluta certeza que quando vc for adulta e voltar aqui a sua visão sera outa porque vc ja sera mais confiante em si mesma e capaz de colocar esses idiotas no lugar deles…. Se é que adianta eu te dar algum conselho…. Procure se mostrar confiante e não tenha medo de enfrenta-los nem que seja em Portugues, ou ainda procure auxilio com a consuler, ela esta la para te ajudar ok …..?? Nao se deixe abater porque essas pessoas geralmente são invejosas …
Bjs
Sandra

Antonio December 3, 2011, 3:38 pm

Eu particularmente, concordo, no meu ponto de vista, deve-se ver o nome do País para depois dizer, por exemplo, “Eu sou do Brasil e falo Português Brasileiro , logo, eu sou Português e falo Português de Portugal. Agora veja se fosse visto pelo nome do continente. “Eu sou do Brasil e falo Português Americano, eu sou de Portugal e falo Português Europeu. Mas espera ai…. Português não é um idioma regional? Então americano estaria apontando a qual país? e Europeu? Não e toda a Europa que fala portugês assim como não e toda a América que fala português, é só parar e pensar.
Estados Unidos da América –> América TAMBÉM faz parte do nome dos EUA. E querendo ou não , compartilha o mesmo nome com o Continente. Não acho que eles continuem se sentindo TÃO superiores assim. Eles estão muito certo em se chamarem de americanos, uma vez que no nome do seu própio país , a o nome América, e isso não mudará. O que eu acho errado é Nós Brasileiros , nos chamarmos de Americanos, nós fazemos parte da América. mas não necessáriamente somos americanos. somos Sul-Americanos. Afinal, o Brasil não é a américa toda nem os EUA , mas o que difere e que os EUA possui o nome america, só isso e . Essa discussão de América dá mais dor de cabeça do que a discussão de que Portugal é quem tenque mandar no Brasil…

Cloez December 4, 2011, 8:27 pm

Pois é Antonio, quem nasce no Mexico é mexicano, no entanto o país tb se chama Estados Unidos do Mexico…..e eu tb concordo com vc, acho que ser brasileiro me basta, e se o caso é somos americanos porque nascemos na America então os americanos são americanos duas vezes, nasceram tb na america e ainda tem america no nome do país hehehe.
abç
Sandra

Marcelo December 10, 2011, 1:43 pm

Sou professor de Geografia. E a denominação correta é americanos

Cloez December 11, 2011, 4:32 pm

Ufa, obrigada Marcelo !
abç
Sandra

elaine aparecida souza dos santos rebuá December 13, 2011, 3:04 pm

sim o brasileiro e americano também pois o brasil fica na AMÉRICA NO CASO AMÉRICA DO SUL, NÃO TENHA DUVIDA BRASILEIRO é americano sim…………………………………..

elaine aparecida souza dos santos rebuá December 13, 2011, 3:06 pm

brasileiro é americano sim sim sim, pois nasceu na AMÉRICA DO SUL ISTO É INCONTESTAVÉL………………………………..

Cloez December 13, 2011, 7:09 pm

Elaine, eu não sei onde vc leu que falei que brasileiro não é americano, eu nunca falei isso,no entanto, a nacionalidade dos nascidos no Brasil não é americana, porque a nacionalidade não é estabelecida pelo continente e sim pelo país…..
Bjs
Sandra

elaine aparecida souza dos santos rebuá December 13, 2011, 3:08 pm

afinal gente brasil fica na AMÉRICA, SABE OS OUTROS DEVERIAM SIM SABER PARA QUEM nÃO SABE E ISTO AI VAMOS EM FRENTE…………………….

elaine aparecida souza dos santos rebuá December 13, 2011, 3:14 pm

NÃO ADIANTA CONTESTAR, NADA ADIANTA SOMOS AMÉRICANO DO SUL POIS O BRASIL NA AMÉRICA DO SUL……………….COM O EXISTEM A AMÉRICA DOM NORTE, COMO EXISTE AMÉRICA CENTRAL É IS AI PESSOAL, QUEM NASCE EUROPA POR EXEMPLO E EUROPEU, E NÃO AMÉRICANO.E ASSIM VAI………………………………………………………..

elaine aparecida souza dos santos rebuá December 13, 2011, 3:49 pm

é isto mesmo pessoal somos da AMÉRICA DO SUL NO ENTANTO SOMOS AMERICANOS SIM ………………………………..
COMO QUEM NASCE NA EUROPA É EUROPEU E ASSIM POR DIANTE BEIJOS E ABRAÇOS A TODOS………………..

marcos December 23, 2011, 10:36 am

Gente, mas como, uma coisa tão simples e vocês ainda não entendem…

Vocês falam Estados Unidos da América, e não compreendem nada a respeito do nome do país. Oque este nome significa é que os Estados Unidos é da América, pertence à América, isto não quer dizer que o páis se chama AMÉRICA!! E é por este motivo que quando se fala “americano” é impossível dizer que está se falando de pessoas dos Estados Unidos.

Por isso, não existe confusão alguma com por exemplo o Estados Unidos do México, pois logo se sabe que o país, é o México, por isso podemos chamar o povo dos Estados Unidos da América de estadunidenses, pois é a única coisa que lhes serve, devido ao nome registrado à nação.

Em fim, Americano eles o são a partir do momento que nascem aqui, na América, eu sou americano, vocês são americanos, no entanto:

Americano é todo aquele que nasce na América, acaba aquí. Essa é a conclusão. Simples. Agora quem não quizer entender…. paciência…

Cloez December 23, 2011, 4:09 pm

Marcos, acho que quem não está entendo essa coisa tão simples é vc .
Realmente Estados Unidos da America, pertence à America,concordo com vc, no entanto esse país tb tem America no nome e a nacionalidade da pessoa é determinada pelo país certo ???ou seja americanos nascidos no país qie tem America no nome.
Todos nascidos na America continente são americanos,no entanto não tem a nacionalidade americana certo ? ou quem nasci. No Brasil não é brasileiro e sim americano ????
Tão simples,quem não qu entender não entende né ?? hehehe
Agora se vc quiser se referir aos americanos como estadunidenses ,faça isso,mas a nacionalidade deles é americana,quira vc ou não ……..
Sandra

marcos December 24, 2011, 7:03 am

Certo Sandra, certo…. Compreendí sua idéia…
Ela seria perfeita, se não fosse o pequeno detalhe que vc deixou passar, pois por trás do nome deste país existe um contexto, um contexto que não pode ser ignorado, e que não sou eu que digo isso, são os próprios norte-americanos que deixam isso bem claro quando dizem United States of America. Dessa maneira agente só pode concluir que o país neste caso não se chama América, mas sim, os ESTADOS UNIDOS… que pertence à América! Não digo estadunidense porque sou do contra, ou coisa parecida, é porque é o que mais se encaixa. Mesmo que não seja correto, devido a já ter existido outros estados unidos como o México ou o próprio Brasil à muito tempo atrás, porém, nestes casos, ainda não avia erro, pois Estados Unidos do Brasil, é do Brasil, e do México, é do México. Simples. O problema é que as pessoas acham que o país se chama América, só porque ele está no nome, o erro está aí, um pequeno deslize, que passa por despercebido pelas pessoas, uma vez que não se compreende o contexto do nome real, e que por uma série de fatores, devido as circunstâncias, o cabível seja estadunidense mesmo… ou norte-americanos… ou Yankes… ou qualquer outra coisa, que não seja americano como nacionalidade, uma vez que se sabe, que o país não é… América, mas sim, UNITED STATES OF AMERICA.

Cloez December 26, 2011, 12:58 pm

Marcos, que pessoas acham que o país é America ? Se acham é melhor voltarem para a escola….
Claro que é isso mesmo os Estados Unidos que pertencem as America wue tbtem a America fazendo parte do nome do pais e encaixando ou não os estadunidenses a nacionalidade é americana ou seja if you are born in Unitaded States of American you are American encaixando ou nao, vamos supor que eu ache que os nascidos na Republica Federativa do Brasil devam ser chamados de Republicans Federativos , porque faz parte do nome do pais, eu posso achar o que eu quiser porque os nascidos na Republica Federativa do Brasil continuarão sendo brasileiros eu queira ou nao…
Abç
Sandra

marcos December 26, 2011, 2:50 pm

Correto Sandra, veja só… você mais uma vez, demonstrou o erro eminente na pronuncia, e ainda não prestou atenção. Em que parte do nome Estados Unidos da América diz que o país se chama AMÉRICA???

Quem consegue enchergar isso no nome, está redondamente enganado, isso porque ainda não compreedeu o contexto do nome. E para o nosso coleguinha aí, a explicação é simples, apesar de já ter dito anteriormente, mas eu mostro de novo, sem problemas:

Vamos lá, República Federativa do Brasil. Não existe nenhum equívoco no nome. Isto porque, como claramente está escrito, compreende-se que estamos falando da república federativa do Brasil, não foi especificado que é da América. como acontece com o Estados Unidos da América, poderia ser República Federativa da América, daria na MESMA. Pois compreende-se que estamos falando da república federativa que faz parte da América. Não existe nenhuma menssagem dizendo que O NOME DO PAÍS É AMÉRICA!! Isso porque América, é uma coisa só, no entanto fica claro que o problema é que as pessoas acham que existem dois americanos ao mesmo tempo. Os americanos nós, e os americanos eles. Isso não existe, nunca existiu, oque existiu por durante todo esse tempo foi costume, e falta de informação.

Cloez December 26, 2011, 4:07 pm

Marcos, sabe que eu admiro sua persistencia hehehe vc muda o email e volta …eu encherguei o nome no nome hehehe America é um nome ,é o nome do continente e é um nome tambem presente no nome do país,embora vc nào queira ver ele esta là, e quando vc le o nome de umpais vc o le na integra ,vc nao fica separando palavra por palavra como vc esta fazendo a sigla do pais é EUA queira vc ou não, eu não estou dizendo queo nome do país é America e vc sabe disso…
Vc é brasileiro ? eu sou a minahnacionalidade não é americana e sim brasileiro por ter nascido no Brasil ,nunca me considerei americana por ter nascido no continente america sou latino americana ou sulamericana,nao apenas americana…
Olha Marcos, o dia que for mudada a nacionalidade do povo nascido nos EUA dai vc pode dizer o que. disse no seu primeiro paragrafo do seu segundopost,por enquanto,querqueira ou não é isso quetemna certidao de nascimento
Abç
Sandra

marcos December 26, 2011, 4:50 pm

Hehe, Sandra, você sabe que eu gosto de você….

Em fim, veja que, eu não questiono o fato de o país se chamar Estados Unidos da América. E também não estou separando nada de nada. É oque está escrito. E de acordo com oque está escrito, não podemos chamá-los de americanos. É um erro. Assim como ninguém chama de “Repúblicano”, aquele que nasce na República Tcheca. Pois como está escrito, é compreensível que estamos falando da república dos tchecos, da Nação Tcheca. Neste caso, em Estados Unidos da América, não pode-se afirmar que estamos falando de uma nação americana, pois eles não inseriram América para se chamarem de americanos, foi simplesmente, para fazer uma referência local, em forma escrita, especificada, se preferir. Nome é nome, concordo com você, está certíssimo. Cabe agora, compreender o nome, oque pouco acontece. Assim como deve-se compreender Estados Unidos do MÉXICO, pois não existe outro MÉXICO. Nome, pode se escrever de várias maneiras possíveis, mas se não ouver a compreensão, é só um nome. Motivo pelo qual você não precisa me lembrar que é sul-americana, basta falar que é brasileira, pois devido a uma série de informações, é sabível que, você faz parte de um país americano, situado na região Sul deste continente, Que inclui República Federativa no nome nacional, no entanto, não cabe lhe chamar de Republicana, nem de Federativa, já que como informado, o nome do País é Brasil, todas as outras informações, são só, referências.

Cloez December 27, 2011, 8:30 pm

Marcos, entendo seu ponto de vista,nao digo que esta errado’ mas veja bem, vc mesmo deu ai exemplos dizendo que por uma serie de razões é facil saber que sou brasileira,o mesmo acontece com os americanos, ou seja se vc falar que é americano, dificilmente alguem pensara que vc nasceu no chile ou no peru porque esses paises possuem um outro nome que os identifica independente do continente, o unico que nao possui é os EUA , veja bem, se vc diz que oa America seria apenas como referencia ao Continente o que faz sentido, entao o nome do pais seria Estados Unidos apenas, o America no entanto apesar de ser referencia, esta tb no nome do pais como nome apenas e dai a origem da nacionalidade…
Não acho que vc esteja errado porque nao esta, no entanto eu tb nao acho que eu esteja errada uma vez que é fato o nome do pais e da nacionalidade..
Sandra

marcos December 28, 2011, 7:36 am

Ótimo Sandra, a ídeia que você deu é perfeita, e veja que, ela também completa o que digo. Pois de acordo com o que você disse, à respeito do Chile, agente só pode concluir que não existe exceção. Uma vez compreedido que as informações estão aí justamente para identificar, como você pode saber que estou me referindo ao povo dos Estados Unidos quando digo: “Esses americanos metidos”.

E pense bem. Se o nome do Chile fosse: “Chile da América”? Você diria americano, só porque ele está no nome?? Pois faltou compreensão. Pois quem lê, tem que compreender que oque está escrito é: O país Chile, que faz parte da América. É oque está escrito.
As pessoas se acostumaram a dar mais de uma definição para a palavra americano, mas isso não quer dizer que está certo, isto é como fosse… uma “cultura popular”, por assim dizer. Eu até digo que você não está errada. Por compreeder oque digo. Isso só me leva a crer, que você só foi alvo de um costume, e por isso, acha difícil dizer de outra maneira, mesmo que seja a mais lógica.

Cloez December 29, 2011, 8:24 pm

Marcos, veja bem, voltando ao seu exemplo do Chile, se fosse estados Unidos do Chile eles seriam ainda Chilenos e se fosse Chile da America tb ,porque Chile sozinho é um nome enquanto Estado Unidos sozinhos sao estados unidos…veja bem o Brasi lja foi Estados Unidos do brasil e nos sempre fomos Brasileiros…mas saindo so hijpotetico e passando para o real… Sim estou acostumada como termo e acho quenao deve mudar ,seria como mudar o termos carioca, porque os nascidos no Rio de Janeiro sew chamam cariocas ? se é certo ou errado nao importa,nos nos acostumamos com isso e vem dae poca do descobrimento do Brasil o mesmo com os EUA …
Sandra

marcos December 30, 2011, 10:21 am

Certo Sandra, interessante sua observação. Oque tbm merece uma atenção. Veja, tanto Estados Unidos do Chile quanto Chile da América, se sabe que estamos falando do Chile, certo. Isto não é devido você saber que geralmente usamos o termo americano só para os Estados Unidos. É porque é oque compreende-se nos nomes citados, sabemos que não existe outro Chile. Neste caso, é fácil saber que, quando falamos dos Estados Unidos da América, compreende-se que estamos falando do povo que se encontra na América, não de uma nação americana. É só ler. A América está sim no nome, e daí, isso não quer dizer que eles são AMERICANOS, só por isso. Daí vem o exemplo que você deu do Rio, hora, e se fosse Riodejaneirense? Você veria algum problema? Porque? Existe mais algum Riodejaneirense em algum lugar? O motivo que nos leva à chamá-los de Cariocas é que achamos mais cômodo, só isso, mais bonito, em fim, de qualquer maneira sabe-se que não existe outro carioca se não for do Rio de Janeiro. Neste caso, não tem equívoco algum. Em outras palavras, é mais fácil dizer que não existe Estadunidenses em outro lugar do que dizer que não existe americanos em outro lugar. Certo?

Cloez December 30, 2011, 9:15 pm

Ok Marcos, finalmente vou discordar de vc … Veja bem…
O exemplo que dei do Rio cabe direitinho , so é carioca quem nasce na cidade do Rio de Janeiro ( quem nasce no Estado é fluminense), porque existe dosi Rios de Janeiros, assim como existem dois São Paulo… Veja bem eu nasci em SP portanto sou paulistana, se alguem perguntar a alguem que nasceu em campinas de onde ele é e ele responder sou paulista o que vc entende ?? Que nasceu emSP certo ? Dai vem a pergunta , em que cidade ? Entao, geralmente , para facilitar as pessoas ja dizem sou campineira ,assim como eu digo sou paulistana e nào paulista porque é o que usamos para pessoas nascidas na capital,portanto se houver mais de um nome é facilmente identificavel sem problemas…
No caso dos EUA, só existe um pais no mundo com America no nome, entao se perguntarem qual a sua nacionalidade vc vai responder brasileiro, ou chileno, se vc responder americano alem de vc ser vamos dizer desinformado,porque nacionalidade não é adquirida pelo continente e sim pelo país vc ainda tera que responder a segunda pergunta, de que pais ?
O país tem America no nome e dai a identificação dos nascidos naquele país como americanos, por causa do america que esta contida no nome ,não por causa do continente, mas , se for o caso eles tb são americanos porque tb estão no continente americano, mas como nacionalidade não é por continente , esqueça isso….
Seria o mesmo que vc nascer na italia e dizer sou europeu, alguem ira te perguntar de que pais…e é por isso que os paises possuem nomes distintos que geram a nacionalidade, os EUA tem o mesmo nome do continente, mas são o unico país o que faz com que os diferencie dos demais dando apenas a eles a NACIONALIDADE americana, os demais nascidos na america sào americanos mas não tem a nacionalidade americana a nacionalidade é a do país que vc nasceu, não do continente.
Sandra

marcos January 3, 2012, 1:58 pm

Ok! Primeiramente, para ter uma nacionalidade americana, você teria que nascer em um país que se chama AMÉRICA. Esse é o nome do país? Não é. No entanto, o fato de ter América mensionada no nome não diz que o país é americano, ÓBVIO que o país é americano… porque se situa na América. Certo. Entendeu a questão agora Sandra? Percebeu a importância que existe na identidade e origem da palavra? Veja os exemplos dos Paulistas e Paulistanos que VOCÊ mesma deu! Indiferentemente se existem dois São Paulos ou não, é possível, simplesmente dizendo, saber… identificar… se a pessoa é do ESTADO de São Paulo ou das REGIÕES de São Paulo, dizendo Paulista ou Paulistano. O problema é que não é todo mundo que sabe disso, e muitas vezes até sabe mas não liga. Sabe porque?? Costume! O fato de ser um costume fazer oque a maioria faz, não quer dizer que está Correto, Sandra. A consciência é sua, mas o Certo e o Errado, está aí, como já mostrei. Eu também dizia americano, que nem a maioria, e não tenho vergonha de admitir isso, mas hoje, tive que repensar sobre o assunto, porque se você analisar friamente, verá que no fundo, não faz sentido. E as razões, estão aí.
Veja outro exemplo: “Ruela”, é designada para identificar o diminutivo de rua, no mesmo padrão de via ou viela. Porém algumas pessoas acham a palavra engraçada e fazem “brincadeiras” do tipo: ” enfia na ruela dele”, e assim vai, isso porque muitas nem sabem do verdadeiro significado da palavra, e a usam, achando que “inventaram” ela, porém ela já existe e já tem um significado, oque você acha, a sua opinião, não importa. É isso oque a palavra significa e acabou. Não existe palavras de duplo sentido, isso é ilusão de quem não tem conhecimento.
Percebe a diferença quando alguém diz à você: “Sou europeu”, e quando dizem: ” Hei, sou Britânico”. Alguém precisa fazer um formulário pra você entender, sendo que é perceptível simplesmente, lendo, escutando… as palavras por sí só identificam. Sabe-se que um Britânico é também Europeu porque seu país se encontra na Europa, no entanto, se você quizer saber a nacionalidade de um europeu, e ele ainda insistir dizendo: “Europeu”. Ou o país dele se chama Europa, ou ele é um idiota! É o mesmo caso dos Estados Unidos. Como você pode me afirmar que é dos Estados Unidos, uma pessoa que diz: ” Sou Americano”. Onde é que diz isso?? Sendo que o país nem se chama América, só faz parte de um contexto geral no nome da nação, tem a mesma finalidade de, Repúbila Federativa, Federação… só isso. Oque nos leva a crer que os motivos que os levaram a se intitularem os AMERICANOS são Óbvios. Você pode até não gostar mas, não tem outra explicação.

Cloez January 3, 2012, 7:47 pm

Marcos, veja bem, a sua explicação serve e pode ser lida de outra forma….vc diz que o país não chama America, apenas tem american no nome, o Brasil tb não se chama so brasil, apenas tem Brasil no nome no entanto é suficiente para sermos denominados brasileiros…
Bom, seguindo seu exemplo se eu disser sou britanica, de onde vc acha que sou ?? Cada país tem um nome para se identificar , como ja disse e repito o dos EUA é o America que o identifica , pois Estados Unidos como vc mesmo disse tem o mesmo sentido de Republica Federativa…
Pois bem voltando ao seu exemplo … Posso ser britanica e ter nascido na Escocia porque Escocia tb faz Parte da Gran Bretanha, no entanto vc ja viu alguem implicando com isso ??? As pessoas dizem que são escocesas porque apesar da escocia fazer parte da GB ela tem um nome que a identifica e não precisa usar o GB para se identificar…
EU me acostumei a chamar e vou continuar chamando de americanos porque ate o momento essa é a identificação das certidoes de nascimentos de quem nasce nos EUA , vc pode achar errado , mas no momento o errado é vc, se um dia isso mudar mudarei tb, nao tenho o menor problema em mudar, mas não vou mudar para o errado so porque vc ou o mundo acha que esta errado mas que na verdade é o que consta do meu documento…

marcos January 4, 2012, 11:50 am

Em partes, oque você diz é verdade, mas veja que não existem confusões com os britânicos ou os escoceses. Quem acha, é porque não tem conhecimento. Primeiramente porque a Escócia é um país, a Gran Bretanha é um país, o país de Gales é um país, a Inglaterra é um outro país, a Irlanda é um outro país, e juntos fazem parte do Reino Unido, e não da Gran Bretanha como você disse. Ou seja, cada um com suas respectivas indentificações, não tem nada errado aí. A respeito do que você disse dos Estados Unidos, fica claro que pra você é só um nome porque já está abituada à enchergar assim, não porque é o correto. E se mesmo tendo consciência disso e ainda sim insistir, aí, eu não posso fazer nada. O Brasil não tem só isto escrito no nome da nação, mas é preceptível saber que não estamos falando de qualquer outra coisa que não seja, o Brasil. Poderíam colocar mais algumas coisinhas se quisesem, enfeitar mais, daria na mesma. É isso que você não entende. Uma vez que qualquer outra justificativa já não serve mais, você usa o simples fato de que a América estar mensionada no nome é o motivo pelo qual. Não existe palavra que, por um momento, esqueça oque ela significa, pois se fosse assim, nada do que se escreve teria conclusão alguma. América é América e pronto. Não existe essa coisa de essa América aqui, e aquela América deles lá. Tudo tem seu respectivo significado, e uma vez compreendido isto, finalmente conclui-se que Estados Unidos da América nada mais é do que um país que se encontra na América, se só restou o Estados Unidos, aí é um problema deles, é oque está registrado. Poderia ser “Yanques da América”, “O Povo da América”, “A Federação da América”, veja que América sempre vai a América. Não existe a nossa América e a América deles, Sandra. Não pode ser a festa do milho, se não, não existe compreensão alguma.

Não estou discutindo se eles vão mudar os documentos, se eles vão registrar alguma coisa a respeito, em fim, só estou respondendo o assunto do seu blog, e de acordo com os fatos, conclui-se que o termo AMERICANO ESTÁ ERRADO, mau empregado, não está correto! Se eles vão mudar não me interessa, não preciso deles pra saber isso.

Cloez January 4, 2012, 3:02 pm

Marcos, eu entendo quem não entende é vc, que discute fato, eu coloco fato o nome do país é esse e a nacionalidade é essa, se VOCÊ acha que esta errado, tudo bem, mas o fato é que o país tem America no nome e não me fale que não existe America daqui e America de lá porque homônimos existem em tudo, ou só existe um Marcos e uma Sandra no mundo…..
Quanto ao exemplo da GB
The United Kingdom is made up of:
England – The capital is London.
Scotland – The capital is Edinburgh .
Wales – The capital is Cardiff.
Northern Ireland – The capital is Belfast.
England, Scotland and Wales together form Great Britain.
What are people called in the UK?
People in the UK are called British although they have different nationalities.
Portanto se um escocêsdisser que é britanico esta correto tb como eu expliquei..
😉

Budha March 15, 2012, 5:45 pm

O nome América no nome do Estados Unidos é referente ao Continente. pode ver até em história isso.
-A 1ª vez que a palavra América foi usada, foi por volta de 1510(mais de 200 anos antes dos EUA usar o nome “USA”…), para descrever as novas terras do hemisferia ocidental.
-Colombo 1º chegou na Colombia 1º antes de chegar aos EUA.
-o Nome Estados Unidos da América foi 1ª vez usado em 1776/1777 para proclamar a independência do país aos ingleses.
Sandra pare de ser bitolada, você parece criança, não quer ver e nem raciocinar/usar o cerebro para procurar saber das coisas.
não é porque tem “AMERICA” no nome que é eles os unicos que merecem ser chamado de americanos, o qual é bem errado para ser usado como nacionalidade .
não se esqueça que na Africa tem a Africa do Sul, e quem nasce lá é chamado de SUL-Africano.

Cloez March 15, 2012, 6:35 pm

Ok meu amigo Budha, resolvi publicar o seu post so para te responder uma coisa, ONDE VC LEU QUE EU DISSE QUE SO OS AMERICANOS PODEM SER CHAMADOS DE AMERICANOS ?????? Me poupe, bitolado é vc que le o que quer ler não o que está escrito !!!Se precisar de aulinha de compreensão de texto me avise ok ??
Sandra

Budha March 16, 2012, 12:17 pm

“a America fazendo parte do nome do pais e encaixando ou não os estadunidenses a nacionalidade é americana ou seja if you are born in Unitaded States of American you are American encaixando ou nao,”

depois sou eu que preciso de aulas de compreensão de texto né!
e você ainda teima em definir os USA citizien de americanos.
ah! não se esqueça de uma coisa. não somos latinos, pois latinos foram os antepassados dos romanos. não existe américa latina. se for esse o caso, considere os USA(espanhol e ingles) e Canada(francês e ingles) como america latina tbm, já que o inglês é composto de 40% baseado no latim + o alfabeto latino/romano! portanto é um idioma meio latino, se é para tanta encrenca assim.
ex: ingles/latim – machine/machina – ignition/igni, ignitionem – sex/sexus.
vá estudar, vá! ^^

Cloez March 16, 2012, 2:32 pm

English is a Germanic language, having a grammar and core vocabulary inherited from Proto-Germanic. However, a significant portion of the English vocabulary comes from Romance and Latinate sources. Estimates of native words (derived from Old English) range from 20%–33%, with the rest made up of foreign borrowings… Essa é a definição da lingua.. Queira vc ou não e pleo jeito não é o suficiente para chamar o pais de latino americano …mas vc definiu que não existe america latina WOW e vc me manda estudar, quem é vc ? Vai procurar tua turma ok ?To cansada de lidar com gente recalcada … Se para vc ser brasileiro é pouco auto intitule-se de americano, para mim brasileira e mais do que suficiente com muito orgulho !
Sandra !

marcos December 26, 2011, 3:32 pm

No entanto, se o país não se chama América, como nacionalidade, eles não são americanos. Simples. O fato de o nome do continente estar situado no contexto não é o suficiente para chamá-los de tal. E como foi dito em outro comentário, ninguém aquí é criança. Exatamente. ninguém aquí é criança de ainda achar que o motivo deles se intitularem “americans” é a linguistica local. Por favor… quem ainda acha isso, siceramente, deveria voltar pra escola mesmo. Todos sabem que os motivos são políticos, diplomáticos, conspiratórios, coisas que se forem colocadas aquí, demorariamos horas falando.
O povo que se acha A AMÉRICA… Os verdadeiros AMERICANS do mundo, óbvio que eles não vão mudar, não é isto que está em questão.

Adlem December 26, 2011, 9:17 am

Bem galera, só para ajuda a Sandra resolvir posta
o nome do país em questão é
United States of “America”
ou seja o nome é America, Assim como o nosso é
Republica Federativa do “Brasil” ou seja Brasil
Assim sendo quem nasse na Republica Federativa do Brasil é Brasileiro
e quem nasce no United States of America, é American
porém por razões históricas e linguística do idioma local, o Inglês, quando se faz referencia ao pais se Diz que o Seu nome é United States, assim como o United Kikngdom of Great Britain and Northern Ireland, que é populamnete conhecido como United Kikngdom. então espero qeu as pessoas parem de fescura, pois sim quem nasce nos Estados Unidos da América tem sim nacionalidade americana, e vamos deixa de ser criança e aceita a realidade do proximo, se samos brasileiros temos que ter orgulho disso e não briga se o outro é ou não americano, esperto foram eles que deram o nome de seu país “América” se tão com inveja é somuda o nome do brasil para Republica Federativa da América, ha ir sim poderemos nos denominarmos com gantílico americano e não mais brasileiro. fica a dica bjão.

Cloez December 26, 2011, 1:10 pm

Valeu Adlem !!
Abç
Sandra

marcos January 4, 2012, 2:07 pm

Só peço perdão a um erro que cometí sobre a Grã Bretanha, pois é fato que este é o nome que se dá à uma ilha onde se encontram a Inglaterra, país de Gales e Escócia, daí o nome da União deles. Oque quer dizer que isto não identifica uma nação. No entanto, quem diz Britânico achando que está falando de um país está enganado, um equívoco que até eu mesmo cometí, e no momento, corrigido!

Cloez January 4, 2012, 3:04 pm

E viva o Google né ? hehehe …
🙂

marcos January 4, 2012, 5:03 pm

É…….. fato………..

marcos January 4, 2012, 5:01 pm

Hora, uma coisa é saber que homônimos existem, outra coisa é você dizer que só se tornou homônimo porque tem América no nome. Não tem nada a ver. Pois se ficou claro que o termo é usado porque foram eles quem deram um segundo sentido à palavra, conclui-se que o América no nome não é um pretesto. Mesmo porque é o que o próprio nome diz, em nenhum momento se fala que o país se chama América, quem encherga isso, é porque ainda não compreendeu. Isso é tão claro quanto o exemplo de britânico que você deu, óbvio que um escocês é tbm britânico, assim como ele tbm é europeu, e daí. A nacionalidade dele é escocesa, ele é britânico, porque faz parte de uma União chamada Great Britain.
Em outras palavras, eu até entendo você defender sua tese, porque como sabemos, nome não se traduz. Mas você a de concordar tbm que nunca existiu dois sentidos para “americano”, mas sim “popularização” por parte deles, e como você mesma fala: “Continue com eles quem quiser”, “ninguém é obrigado”… ou seja, confrima-se oque digo a respeito.

Cloez January 4, 2012, 8:06 pm

Marcos, confesso que não entendo bem vc, vc defende sua tese em cima do que falei o escocês tem a nacionalidade escocesa mas ele é britanico porque faz parte da GB, exatamente o que falei dos USA, go figure !
Enfim, eu so quero que vc entenda uma coisa, eu não quero te convencer de nada, eu ja falei, vc chama do que quiser e eu tenho certeza que pela sua visão nao é nem de Estadunidense hehehe, agora eu continuarei chamado de americano, meu ponto de vista que ate o momento ninguem conseguiu mudar, poprque fao é fato queira ou não.
🙂

marcos January 5, 2012, 6:35 am

O que eu quero dizer, Sandra, é que britânico não identifica nacionalidade alguma, é uma outra coisa toatlmente diferente, é o nome que se dá à quem faz parte daquela União, só isso, como paulista ou paulistano por exemplo. Ou seja, não tem nada a ver com o que estamos discutindo aquí. Quem ainda acha que é a mesma coisa é você! Continue achando!
E outra, se seguirmos o seu ponto vista, aí é que americano não se encaixa mesmo. Pois segundo você, se o termo é válido somente por estar mensionado no nome, o mais correto é Estadunidense, uma vez que América identifica a localidade do país, e não que é O Nome do país. Certo.

Cloez January 5, 2012, 2:31 pm

Marcos, vc fala e desfalao que falou, ok, britanico não diz nacionalidade , bem se vc que vc não deve falar ingles porque em ingles quando vc pergunta a nacionalidade eles se dizem britanicos..o que quero colocar aqui e que vc não quer entender não a questão em si, mas o porquê da questão, mas deixa pra lá porque na verdade cansei e já te falei, vc não vai me converncer que estou errada porque não acho que estou e tb não quero te convencer que vc está errado porque sei que tb não vai adiantar, vc quer ignorar fato e daí fica dificil…. parei por aqui ok ?
😉

marcos January 5, 2012, 3:59 pm

Sandra, quando um escocês ou um inglês diz: I’m british! Ele só está dizendo que é da ilha da Grã Bretanha. O povo do Reino Unido tem o hábito de usar o termo, porém, não é isso que define sua nacionalidade. O problema é você achar que a Grã Bretanha é um país. Quem não conhece o significado da palavra, acha que é isso oque um britânico quer dizer. Não compreende que isso é só uma outra referência para uma outra coisa. Paciência!

Na verdade, eu vou dizer o que você realmente acha. Você acha que só porque se trata de nome os seus “americanos” podem falar da maneira que quiserem… não devem nada pra ninguém… etc. Ou seja, se a partir de agora, os ingleses gostarem do termo ‘europeu’, e quiserem usar isso para definir sua nacionalidade… tá tudo certo? Agora quem nasce na Inglaterra é Europeu, porque eles escolheram isso e acabou. É assim que funciona, Sandra? Se segundo você, não existe regra alguma pra nada, então os norte-americanos são oque agente quiser, não precisa ter ordem mesmo, oque faz você dobrar a sua lingua quando diz que temos complexo de inferioridade. Pois se estamos usando o mesmo conceito que você usa para o termo! Isso quer dizer que se temos complexo… eles têm complexo… VOCÊ tem complexo.

Ou vamos falar do correto, ou então não se toca no assunto. Não existe meio certo! E depois você vem falar de FATO. O que é fato pra você Sandra? Algo que até certo ponto não precisa ter sentido algum. Só porque você quer??

Sendo assim, é melhor pararmos por aquí mesmo. Pois nada mais é do que o “sujo falando do mau lavado”!

Bye 😉

Cloez January 5, 2012, 7:40 pm

Marcos, vc não consegue mesmo escreverr sem ofender né? discutir com vc tem outro sentido, ou seja se não concordar com vc vc ofende… Tudo bem , vou deixar sua grosseiria aqui porque vale à pena para verem o quanto fino vc é…
Se vc acha que eu acho que GB é país , depois de eu ter te dado uma aulinha sobre o Britanico, vc veio me explicar tudo que eu já sabia que graças ao google vc descobriu depois… Em seguida vem dizer o que eu penso…não vou perder meu tempo porque tenho coisas e pessoas mais importantes que mereecm minha atenção e vc pense o que quiser porque para mim pouco me importa sua idéia racista não muda os fatos …..
🙂

marcos January 6, 2012, 8:01 am

Sandra, você fala oque você acha, porque nada mais é do que uma opinião. Quando as pessoas dizem à vc que existem equívocos nas suas idéias, oque pode tornar sua opinião errônea, vc não aceita. Só porque eu uso o google… hehehe… a internet está aí pra isso Sandra. Acostume-se. O que faz você perceber que vc deve pensar duas vezes no que vai falar. A sua aulinha de britânico foi dizer que a nacionalidade de um INGLÊS é britânico… nota 10 pra vc!
Depois… vc monta um site, expressando suas opiniões, e ao mesmo tempo usando termos grosseiros, dizendo que quem pensa diferente de vc tem Complexo de Inferioridade, não passa de Racista que não gosta de americanos… e assim vai… que isso?? Após tudo isso, vc acha que tem o direito de falar de ofensas??
Vc pode falar o que quiser, quando quiser, ninguém paga suas contas, me lembro bem quando mensiona que não é obrigada a ser democratica… ok! Mas saiba que quem muito fala, tem que aprender a ouvir tbm. É como a física, Sandra. Causa e efeito… não há como fugir disso!

Cloez January 6, 2012, 7:45 pm

Marcos, o que vc falou para mim serve para vc ou seja vc fala a sua opinião, vc ainda não me provou que o que eu falo é errado, mesmo porque não é , a nacionalidade é americana de quem nasce nos EUA, vc gostaria que mudasse, mas a realidade não é essa e isso é FATO queira vc ou não, goste ou não e embora vc queira que esteja errado não está , sorry babe ! Eu não aceito porque não tem porque aceitar a SUA opinião porque está errada e eu te provei isso de várias maneiras que vc não quer ver inclusive porque mesmo que eles não possam se dizer americanos por terem nascidos nos EUA podem se dizer por terem nascido na america certo ? não é isso que vc reinvidica em relação ao Brasil ???
Quanto ao uso do Google eu não quis dizer o que vc entendeu, mas tudo bem, é dificil entender nas entrelinhas, o que eu quis dizer é que como vc havia errado uma coisa poderia estar errado em outras, é para isso que há o Google…
Quanto ao termo grosseiro de complexo de inferioridade, infelizmente não existe outro para pessoas que se sentem inferiores e não conseguem esconder isso, quanto ao termos racista, esse sim, entrou em desuso né ? que tal xenófobo? melhorou ? pessoas que não gostam de outras pessoas por serem de raça, cor ou etnia diferentes são chamadas assim….pela raiva com que vc fala dos americanos eu arrisco que vc já teve visto negado hehehe
Que bom que lembra que quem paga a conta sou eu e que não estou aqui para agradar vc ou ninguem, já falei, não gostou, vaza….
Concordo com vc quem fala o que quer ouve o que não quer, por isso vc está ouvindo o que estou falando com todas as palavras grosseiras que cabem à vc.
E para terminar, nem perca o tempo de replicar porque vai direto pro lixo ! 😉

Paulo January 9, 2012, 7:17 am

Sandra,

As duas formas são aceitáveis na Língua Portuguesa. Mas me parece um tanto arrogante da sua parte achar que não exista “argumento válido” para quem defende o uso de Estadunidense.

Pra começar, a tradução de “American” realmente é “Americano”, mas, diferentemente do que você pensa, “Americano” não é exclusivamente nascido nos EUA.
Segundo os dicionários, o sentido literal de americano significa “relativo à América, nativo da América”.

O nome Americano vem evidentemente de um país formado na América; portanto, é um contrassenso avaliar seu argumento de que seriam chamados de “Americanos” habitantes nascidos num hipotético país “Estados Unidos da América”, na Europa.
O que se pode dizer é que dificilmente seriam chamados de “Europeus”, se houvesse um país chamado de “Estados Unidos da Europa”.

Diferentemente do que você escreveu, o resto do mundo se refere a quem nasceu nos EUA como “Estadunidense”. Vejamos três exemplos:
Na Espanha, “Estadunidense” (como, aliás, foi dito por uma espanhola acima, sem cometário seu); na Itália, “Statunitense”; na França, “États-uniens”.

Ainda diferentemente do que você escreveu, se um Estadunidense preencher uma ficha de emprego no Brasil, ele pode responder “Estadunidense”, porque essa nacionalidade é aceita na Língua Portuguesa.

Não é só porque não existe um equivalente a “estadunidense” na língua inglesa que devemos aceitar “americano” como a forma mais correta e pronto.
Isso sim parece complexo de inferioridade.

Se você quiser chamar de “americanos”, a língua portuguesa aceita o termo. Mas ao menos respeite aqueles que defendem o uso do termo de “estadunidense”, porque a forma é igualmente correta, e, na minha opinião, até mais coerente.

Cloez January 10, 2012, 7:03 am

paulo, por favor leia de novo o que eu escrevi antes de faz criticas,
Primeiro eu NÃO falei que é errado falar estadunidense, tb NÃO falei que não falam em outros países, e tb NÃO falei que o termo americano não é usado para quem nasce na America, o que vc escreveu aí eu sei e já cansei de responder, Tb já CANSEI de repetir de que se vc quiser chamar de estadunidense ou de gringo ou do que vc quiser que chamar pode chamar , mas não queira convencer quem chama de americano que este esta errado porque não está ….achi que vc sim deve respeitar minha opinião não tentar me convencer que o mais correto é estadunindense porque eu acho que não é, se vc acha que é, eu respeito sim sua opnião, vc com a sua eu com a minha….

Enio January 10, 2012, 11:45 am

Bom, eu acho que o certo é dizer estadunidense mesmo, pois é uma regra da nossa língua, mas causo eu converse com um estadunidense, eu nem vou tentar explicar essa situação para ele, pois é muito confusa, vou chamá-lo de americano e pronto! kkkkkkkkk

Wellington February 16, 2012, 5:37 pm

Estadunidense, Norte-Americano e Americano, estão certos, só que, não devemos nos esquecer que o termo Americano foi, nada mais nada menos, que uma “estratégia de marketing” dos Estadunidenses. Com isso, eles conseguiram, de uma certa forma, ganhar a imagem de líderes da América, e realmente, hoje em dia eles são os líderes econômicos de nosso continente, e não só dele, como do mundo. O termo Americano foi, inclusive mais reforçado, em uma campanha política do E.U.A, em que o carro chefe era a “arrogancia” de se dizer o melhor. Até então eles se chamavam de Norte-Americanos, mas à partir desta campanha, eles passaram à se valorizar mais como “Americanos”, ou seja, os líderes de todo este continente. Foi a mesma época do Tio Sam.
A minha preferência pelo termo Estadunidense, vem pela não generalização do termo Americano como, quem nasce nos Estados Unidos da América, já que isso foi, nada mais nada menos, que uma estratégia de marketing, e uma forma de ofuscar seus “conterrâneos”. Mas a forma de se falar, fica designada para como a pessoa achar melhor. Eu prefiro Estadunidense, nosso amigo, dono do blog, Americano, meu irmão Norte-Americano, pois acha Estadunidense um termo estranho, e assim por diante.
Só, por favor, não façam caso por conta disso.

Pablo February 18, 2012, 10:11 pm

Que post ridículo. Pare e pense mais sobre isso.
Se fosse assim, então por que diabos chamamos as pessoas que nascem na Europa de Europeus? Se fosse pelo país como você disse, teríamos que falar ‘alemão’, ‘francês’, etc.
Se eu falo alguma coisa do tipo “os africanos são em sua maioria negros”, eu me refiro a todas as pessoas que nasceram no continente da África, se eu falo “os europeus são em sua maioria brancos”, eu me refiro a todas as pessoas que nasceram na Europa.
Se fosse pra seguir sua linha de raciocínio, então não poderíamos chamar ninguém de asiático, africano, europeu, etc.
Por que tem que ser diferente com o continente americano?
Se nascemos no continente americano, somos ‘americanos’ assim como asiáticos que nascem no continente da Ásia, ou os africanos e europeus como já repeti algumas vezes.

Cloez February 21, 2012, 7:40 pm

Pablo, adorei a sua colocação, vc provou o que eu falei de outra forma hehehe ..ou seja, os nacidos no continente americano são americanos portanto os nascidos nos EUA são mesmo americanos e não estadunidense certo ? Thanks ! heheheh

Agora me diz, ou melhor, copia e cola aqui, onde no post eu falei que quem nasce na America não é americano !!!

Pablo querido, trabalhe mais sua leitura e compreensão ok ??

Bjs
Sandra

anonimo August 27, 2012, 3:18 pm

OS ESTADUNIDENSES, POR NASCEREM NA AMÉRICA, SÃO AMERICANOS, ASSIM COMO OS BRASILEIROS, ARGENTINOS, CANADENSES, MEXICANOS… MAS NO BRASIL É CORRETO MESMO (DIDATICAMENTE E OFICIALMENTE) CHAMA-LOS DE “ESTADUNIDENSES”, VISTO QUE HÁ UMA ENORME CONFUSÃO PELO FATO DE EU E VOCÊ (BRASILEIROS) SERMOS TAMBÉM AMERICANOS.
P.S. é um grande egoísmo eles dizerem: “nossa nação não tem nome, somos os estados unidos da América”

Cloez August 27, 2012, 5:45 pm

Oi, primeiro gostaria de saber onde vc leu que os americanos dizem que o país deles não tem nome ??? que é isso ? claro que tem nome e o nome é ESTADOS UNIDOS DA AMERICA assim como o Brasil ja foi ESTADOS UNIDOS do BRASIL, sabia disso ???
isso que vc falou ai que vc é americano eu sou americana, esta correto, todos somos americanos, no entanto, a sua nacionalidade é americana ou brasileira ??? O nascido nos EUA é americano porque nasceu na America ( certo ?? ele tb nasceu na America porque não pode usar o titulo ? ) e ele é americano porque nasceu em um país oque tem America no nome e a nascionalidad ede quem nasce na America é americana, e não ha confusão nenhuma porque quando vc fala sua nacionalidade vc fala se referindo ao seu país não ao continente onde vc nasceu …..
Sandra

Antônio Lídio Gomes January 22, 2013, 2:57 am

Sandra…
Perdoai-os…eles não sabem o que dizem!!!!!!!
Meu Deus, quanta ignorância, burrice e estupidez juntos!
Parabéns a você, que primou pelo texto brilhante e quero lhe dizer que já sou freguês aqui.

Bem, uma coisa gostaria de registrar aqui para alguns leitores.
Ao invés de o governo brasileiro ficar se preocupando com esse miserável ACORDO ORTOGRÁFICO com Portugal, porque é que a ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRA E O MEC, NÃO PROCURAM CORRIGIR ESSA ABERRAÇÃO DO TERMO AMERICANO SENDO USADO PARA OS NASCIDOS NOS EUA?
Deveriam isto sim, implementar nos livros didáticos, nas universidades, e junto com a imprensa, O TERMO ESTADUNIDENSE QUE é o MAIS CORRETO.
Imaginem um estadunidense, um canadense, um jamaicano, ou um nascido na Guiana Inglesa, dizendo para mim ao celular: SOMOS AMERICANOS.
Irei imaginar que são TODOS nascidos nos EUA!!!!!
Sei que não diz respeito ao texto, mas aproveito aqui para dizer um BASTA NO ACORDO ORTOGRÁFICO, (ATÉ PORQUE OS PORTUGUESES JAMAIS VÃO ACEITAR ESCREVER E LER DE FORMA UNIFICADA CONOSCO), E VAMOS ESCREVER BRASIL COM Z!!!!!! COMO FAZEM CORRETAMENTE OS ESTADUNIDENSES!!!!
BRAZIL, BRAZILIAN!!!!
BRAZIL, BRAZILEIROS!!!!!!!
COMO ERA NA DÉCADA DE 20, QUE A MEU VER, HAVIA MAIS SENSATESZ E INTELIGÊNCIA!!
VAMOS ESCREVER COMO PRONUNCIAMOS!
ISSO SIM É EVOLUIR!!!!
Dizem que de Machado de Assis a Caetano Veloso, o termo americanos sempre foi cantado em prosa e verso – “Americanos são muito estatísticos/ Têm gestos nítidos e sorrisos límpidos”
-DEPLORÁVEL E DE UMA IGNORÂNCIA MONSTRUOSA ESTA FRASE VINDA DE INTELECTUAIS QUE SÃO “ÍCONES” NESTE PAÍS!
APRENDAMOS SE POSSÍVEL, COM OS FALANTES DA LÍNGUA ESPANHOLA, QUE CORRETAMENTE REFEREM AOS NASCIDOS NOS EUA COMO ESTADUNIDENSE.
OUTRA COISA, DIZEM POR AÍ QUE AO USAR O TERMO ESTADUNIDENSE EVOCAMOS UMA TENDÊNCIA ANTI-ESTADUNIDENSE.
SÓ NA CABEÇA DA IMPRENSA BRASILEIRA E SEUS INTELECTUALÓIDES, QUE TEIMAM EM PROPAGAR TAMNHO ABSURDO!

Assim como mineiro pode designar tanto um trabalhador em minas, seja ele búlgaro ou cearense, quanto um natural do estado de Minas Gerais, e o contexto resolve qualquer possível ambiguidade.
Ao enunciar mineiros nascidos na Polônia, por exemplo, direi que os MINEIROS POLONESES, OU OS MINEIROS NASCIDOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS, OU OS MINEIROS CEARENSES; resolve claramente e com coerência a questão.
Então o maior culpado para esta trapalhada, é a PRÓPRIA MÍDIA BRASILEIRA, QUE SÓ “EMBURRECE” A POPULAÇÃO. PORQUE NÃO COMEÇAR A USAR CORRTAMENTE O GENTÍLICO ESTADUNIDENSE?

Valeu Sandra, um abraço.

Paulo December 16, 2016, 8:22 pm

Pablo,
Como mencionado, ninguém entra aqui obrigado. Alguém pôs uma arma na tua cabeça para você ler o Post?
Não! Então, se manca! Americano é quem nasce nos Estados Unidos da AMERICA. (O nome oficial do país). A Constituição Brasileira de 1891 determinava que o nome oficial do nosso país seria “República dos Estados Unidos do Brasil”. Voce nunca viu ninguém chamando um brasileiro de “Estadunidense do Brasil”, Ouviu?
Agora o Brasil se chama “Republica Federativa do Brasil”. Pela tua lógica, Quem nasce aqui deveria se chamar “Republicano”, não é? Então sossega o facho, que o nome certo de quem nasce nos EUA é “Americano”. Em relação ao Continente, O nome é Americas (no plural) E quem nasce na America do Norte é “Norte Americano” (os Mexicanos e Canadenses inclusive) e quem nasce na America do Sul é “Sul Americano”.

Sandra,
Fiquei contente de ver alguém que pensa coerentemente em relação a este assunto. Obrigado.

Sandra December 20, 2016, 6:43 pm

Obrigada Paulo, a reciproca eh verdadeira hehehe
Bjs
Sandra

Diego Tito February 23, 2012, 7:08 am

Minha cara,
a questão do termo “estadunidense” ou “estado-unidense” é na verdade é uma tentativa de resolver um grande mal entendido.
Acontece que algumas pessoas desconhcem a origem da palavra “american” como os estadunidenses são denominados em inglês. Por isso muitos acabam acreditando que a utilização do “american” é um desrespeito aos nascidos no continente americano.
Eu já li o termo “estadunidense” em um livro de geografia e apoio, mas não pelos mesmos motivos que alguns brasileiros complexados tem.

Cloez February 23, 2012, 9:46 pm

Pois é Diego, falou pouco e disse tudo !
abç
Sandra

Budha March 16, 2012, 2:48 pm

america do sul foi o primeiro a ser chamado de america. depois de amerigo vespuccio deu uns pulos pelo continente. não estou dizendo que é ruim ser brasileiro, mas, estou falando de que é um termo incorreto chamar os US de america. pois alem de pegar o nome do continente, eles enganaram o povo do continente com o slogan “america para americanos” o qual fez o continente inteiro apoiar e acabou que na “somos america pelo nome america estar no usa name!”…
america latina foi a expressao que um frances deu as partes que falavam idiomas derivados do latim, pois houve até um termo para uma parte da europa, a qual fala idioma derivado do latim de europa latina(o que seria no dias de hoje – portugal, espanha, frança, romania, italia, talvez até a suiça estaria no meio…) , mas o termo não pegou.
e sim, pelo teu texto voce é bitolada, mente fechada, e cabeça dura!

Cloez March 16, 2012, 6:39 pm

Budha, o que vc ACHA não interessa percebe ? O que interessa são os FATOS ! SE é certo ou não nào importa o que importa é o que é real e eu não vou discutir com vc quhe é um griosso sobre o que VOCÊ acha porque vc é ninguem para mim ok .
Tchau
Sandra

Renata March 27, 2012, 7:49 am

Me diz uma coisa: já ouviste falar na doutrina Monroe “America for the Americans”?

Me diz a que se refere esta frase. Se você acha que quer dizer “Estados Unidos para os Estadunidenses”, reveja seus conceitos.

A sua tese cai por terra quando os próprios estadunidenses referem-se a si mesmos como North Americans (não há “North” em United States of America).

Você acha que os estadunidenses se referem a si mesmos como Americans ou ao seu país como America, sem arrogância, só por uma questão de gentílico. Não somos que nos inferiorizamos, mas talvez você seja ingênua.

Sou Brasileira e Americana, não gosto de ter minha identidade continental confundida com a de um determinado país.

Cloez March 27, 2012, 7:14 pm

Renata, acho engraçado quando vc se refere a si propria como americana e quando ouve a frase America para os americanos so pensa nos EUA, sendo que quando essa frase foi dita ela se referia à não intervenção europeia nos paises pertencentes à American não especificamente EUA !..
Segundo eu não me contradigo no sentido que muitos americanos se referem a si proprios como north americans assim como eu me refiro a mim como sul americana, porem nem eles, nem eu nos referimos a esse termo como NACIONALIDADE ?
Vc se diz americana e brasileira e faz questão de frisar a identidade continental, muito certo porque sua nacionalidade não é americana nem que vc queira, ja os nascidos nos EUA tem a identidade continental americana tb ( certo????) e a nacionalidade americana ou estadunidense para os brasileiros não para eles… Vc pode chama-los como quiser, eles denominam a nacionalidade deles americana goste vc ou não 😉
Sandra
P.S? Alguma vez vc preencheu algum papel e colocou sua nacionalidade americana ??? Ou ainda se o fez foi confundida ?? Hehehe provavelmente sim pois sua nacionalidade nunca poderia ser americana se vc nasceu no Brasil.

Paulo December 16, 2016, 8:42 pm

Renata,
popde dormir tranquila que a sua “Identidade Continental” não sera confundida com a identidade de um país. Ela é “Sul-americana”, não simplesmente Americana. Assim como a identidade continental dos Americanos, Canadenses, e Mexicanos é “Norte-americana”. “Americano” só, é quem nasce nos Estados Unidos da America, Popularmente chamado de America. O nome do continente é “Americas” (no plural) com suas subdivisões America do Norte e America do Sul.
Quem nasce na “Republica Federativa do Brasil” não é chamado de “Republicafederativense”, é? Assim como Quem nasce nos “Estados Unidos da America” não deve ser chamado de “Estadunidense”.
Existem outros países com “Estados Unidos” no nome (Estados Unidos Mexicanos, por exemplo). Assim se voce chama uma pessoa de “estadunidense” pode estar se referindo a um mexicano.

Irlandes April 3, 2012, 5:17 pm

Nunca tinha pensado por este ponto de vista.
Será que se o continente se chamasse Colômbia(em homenagem ao descobridor) os atuais colombianos sofreriam este tipo de perseguição?

De qualquer forma, ja que somos um país emergente, poderíamos mudar o nome para República Federativa da Terra. Então apenas nós, os(atuais) brasileiros, seriamos chamados de terráqueos… queria só ver os americanos reclamando “hey hey, eu também nasci na Terra” kkk

Cloez April 3, 2012, 6:51 pm

Hehehe confesso que achei super engraçado o seu ponto de vista, mas ia ser legal mesmo, como que comprar os direitos autorais da palavra né? Hehehe
Obrigada por participar
Sandra

Irlandes April 3, 2012, 5:24 pm

Alias, acredito que o gentílico “brasileiro” nem é o mais correto, ja que o sufixo é relacionado a algum tipo de atividade, como cartEIRO, FerrEIRO , padEIRO , sendo brasileiro, possivelmente as pessoas que exploravam a árvore pau-brasil.
O gentílico correto deveria ser brasiliano, como a maioria dos povos nos chama .
Ou seja, não sabemos nem o nosso gentílico corretamente e ainda perdemos tempo debatendo o gentílico dos outros.

Cloez April 3, 2012, 6:52 pm

🙂 legal !
Abç
Sandra

Gustavo April 18, 2012, 5:07 pm

Que tal o termo estado-unidense americano?

Cloez April 18, 2012, 8:31 pm

Gustavo esse termo não é usado aqui.
Abç
Sandra

ander ferreira May 12, 2012, 1:52 pm

estupido é você, e inferior é você
Quem nasce na europa é europeu correto, quem nasce na asia é o que, é asiatico, porque quem nasce na america vive nos estados unidos da america, a espanha tem eles como etadounidenses sabia, é como pessoas como você E A GLOBO que isso de chamar eles de americanos não acaba nunca.
O que seria a America se não fosse a amazonia

Cloez May 12, 2012, 2:08 pm

Ander, primeiramente aprenda a ser educado e leia duas vezes o texto antes de falar bobagem, uma vez que uma vez só parece que não deu para vc entender direito ne ? quem sabe uma aula de interpretação de texto resolveria seu problema.
Vamos la, explicando o que vc não entendeu, VOCÊ e quem quiser pode chamar de estadunidense,assim como os espanhois fazem, mas como eu falei, aqui nos EUA, o termo é americano vc goste ou não babe !! Outra coisa, os nascidos nos EUA são americanos tb porque nasceram na America tb certo …..?então onde esta o erro ???
Quando escrever novamente, se escrever….. modere na linguagem porque senão vai morrer no servidor babe!!!
Sandra

João Len June 23, 2012, 4:16 pm

só para complementar esse tópico, existe também um país na América do norte com o nome oficial de ESTADOS UNIDOS DO MEXICO.
Então chamar os AMERICANOS de estadunidense não seria desmerecer os estadunidenses do MEXICO?

vamos discutir um pouco.

Cloez June 24, 2012, 12:55 pm

Oi João, sim, vc tem razão, maas geralmente as pessoas que discordam não querem saber de nada hehehe mas valeu a observação ! Obrigada !
Abç
Sandra

Daniel July 22, 2012, 8:47 pm

Esse termo, um tanto de mal gosto, na minha opinião, está sendo popularizado nas universidades devido a doutrinação nazifacista, marxista, que os idiotas uteis recebem na universidade ha anos. Os adoradores do che inventaram essa moda como muitas outras para através do vocabulário inculcar revolução na cabeças dos jovens…qualquer coisa que se pareça com a falsa luta de classes inventada por Marx. Teu texto é bem elucidativo, mas como o uso do termo é ideológico, tu só desperdiçou tempo, e prepare-se mais ataques raivosos…um abraço…

Cloez July 23, 2012, 8:04 pm

Oi Daniel, obrigada por seu comentário tão simpático e inteligente.
abç
Sandra

edvan September 8, 2012, 4:39 am

Quem nasce nos Estados Unidos do México é mexicano. Este é o nome do país.
Quem nascia nos nos Estados Unidos do Brasil era brasileiro. Ou alguém esqueceu que o país já teve este nome?
Por que quem nasce em nos Estados Unidos da América não é Americano?

Cloez September 11, 2012, 11:09 am

Oi Edvan, esse é um dos pontos que eu considero tb,obrigada por participar ,concordo plenamente com vc.
abç
Sandra

Arthur October 3, 2012, 1:02 pm

Eu tenho dúvida numa coisa: Já que o adjetivo de nacionalidade americano é referente a nacionalidade não ao continente: quando eu falo: sou americano (continente) e um americano diz: I’m american (continente), quando o próprio americano saberá se ele está referindo-se à nacionalidade dele ou ao continente dele? Mas sem usar o termo North american ou South american?? Me imagino no EUA e um americano me pergunta se sou europeu(no caso Portugal), ai eu digo: “não, sou americano” será que ele vai pensar que sou estadunidense? Eu já ouvi fala que o sotaque de português e espanhol é parecido com o de brasileiro.

Cloez October 3, 2012, 6:57 pm

Arthur, vc esta usando ai o termo fora de contexto, porque quando vc diz sou americano (continente) devera ter uma razão outra que não nacionalidade certo ? porque se perguntarem por nacionalidade vc respondera brasileiro não americano, se ele achar seu sotaque europeu e perguntar se vc è europeu com certeza vc respondera, não, sou brasileiro, eu nunca falei sou americana me referindo ao continente, nunca …. se vc disser que é americano com certza ele pensara que vc é dos EUA.
abç
Sandra

Arthur October 3, 2012, 1:55 pm

Discordo totalmente desses comentários que dizem que chamar os americanos de estadunidenses é coisa de socialista ou marxista. Primeiramente respeitem a opinião dos outros, né? Afinal não ser chupador de bolas dos americanos, não é ser socialista, afinal acho que chamar de americano, norte americano ou estadunidense é algo que vai pelo gosto ou vontade do individuo. E entrando na politica,(discordem de mim se eu estiver falando besteira) não é possível que eu seja o único que sente pelo menos um pouquinho inferiorizado já que quando eles se chamam de americanos, dá a impressão de eles serem os donos, representantes ou sei lá da América inteira. Acredito eu que eles se acham assim pois já ouvi em muitos lugares eles se referirem ao próprio país de “America”,no lugar de USA, ou até mesmo naquela politica americana (que eu fiz prova semana passada e ja esqueci o nome kkkkkkkk), “América para os americanos”, acho que não abaixar a cabeça e denomina-los de estadunidense não tem nada de socialista. Lembrando que não me referi ao post deste site, além disso obrigado Sandra, vc tirou muitas dúvidas minhas permitiu eu criar outra visão do assunto.
Abraços

Cloez October 3, 2012, 7:04 pm

Arthur, vc falou o que eu acho, infelizmente quem se importa com o fato de eles se chamarem de americanos è sim pore se sentem inferiorizados…. concordo com vc que cada um chama como quiser, mas eles so podem se chamar de americanos e è isso que muitos não concordam, acham que eles deveriam mudar o termo de referencia as sua nacionalidade…
Quando vc se referiu a Doutrina Monroe America para os Americanos, mais uma cez vc demonstrou o seu complexo de inferioridade pois quando essa politica foi implantada foi exatamente na época em que as colonias dos europeus (espanhois e portugueses) havim conseguido se libertqr e tentavqm manter a independencia, e a America para os Americanos não é em referencia aos americanos dos EUA e sim aos americanos da AMERICA em geral Norte e Sul e veja bem, vc entendeu sendo para os americanos dos EUA apenas ! Por isso eu digo que é picuinha isso A,

abç
Sandra

JR October 17, 2012, 4:02 am

TO COM O PABLO, ESTE RAPAZ AI ENCIMA É UM PERNÓSTICO, TÃO CLARO COM ÁGUA É, NORTE AMERICANOS, CENTRO AMERICANOS, SUL AMERICANOS. NORTE DO CONTINENTE AMERICANO, CENTRO DO CONTINENTE E SUL DO CONTINENTE, POIS TODOS VIVEMOS NA AMÉRICA, TODOS FOMOS AJUDAR A GANHAR A SEGUNDA GRANDE GUERRA, POR ISSO ELES PEDIRAM AJUDAR DOS AMERICANOS OU SEJA, DOS PAISES DO CONTINENTE AMERICANO.

Marcelo November 2, 2012, 9:03 am

Depois de ler o texto e os comentários mudei de opinião. Seria o mesmo que chamar os brasileiros de republico-federativos, já que nasceram na República Federativa do Brasil.
Mas de qualquer forma chamar quem nasce nos EUA de americano causa confusão, pois América também é o nome do continente.
E em inglês existe o termo yankee.
Acho que o gentílico deveria ser algo como americano-estadunidense, americo-estadunidense, sei lá.
Vamos pegar o exemplo da África do Sul: quem nasce lá não é chamado apenas de africano, mas sim sul-africano, o que evita confusões do país com o continente.

Cloez November 2, 2012, 3:55 pm

Marcelo, primeiro, aq eu não estou fazendo um concurso para ver quem acha que nome deveria ser, estou apenas dizendo o que é, isso para os nascidos nos EUA , se os demais querem chamar de outra forma, que o façam, mas para os nascidos aquii, não existe outra forma.
Quanto a causar confusão, só causa se vc quiser porque nacionalidade NUNCA foi por continente e sipor país, portanto, quando perguntam de onde vc é o natural é responder o país, não o continente.
Sandra

Daniel Chui December 13, 2012, 1:22 am

Olá,

Sou estadunidense (ou americano, como queras) e gosto muito do que escreveste. Tenho um canal de Youtube e queria saber se é melhor pôr “estadunidense fala português” ou “americano” ou “norteamericano”. Aqui vejo que muitos acham que, tão como em espanhol, é melhor dizer estadunidense embora os próprios brasileiros podem usar americanos quando estão a falar de nós. É muito confuso para nós 😉

Gosto muito do teu blog. Tomara que possas visitar a minha humilde página.

Cloez December 13, 2012, 6:59 pm

Daniel, você pode usar qualquer termo, o que preferir, nenhum deles é errado, como vc esta se referindo a vc mesmo em português ambos os termos podem ser aplicados corretamente, se vc colocar estadunidense com certeza ganhará muitos fãs hehehe !! Muitos brasileiros não gostam do termo americano.
Visitarei sua página sim, muito obrigada pelo elogio e parabéns pelo português, muito bom !
abç
Sandra

Mike Brin December 20, 2012, 10:17 am

Estadunidense e pronto!

Cloez December 20, 2012, 12:50 pm

Americano e pronto !
Sandra

Walter January 13, 2013, 1:07 pm

Muitas pessoas no Brasil tem um sentimento que pode ser explicado com a seguinte história: Imagine a inglaterra se chamando Inglaterra da Europa e se auto-denominando Europeus em vez de Ingleses; os franceses seriam os primeiros a não chamar os Ingleses de europeus. Quem imagina isso, parou de chamar estadunidenses de americanos.
Para complementar – Os estadunideses tem todo o direito de se auto-denominarem como bem entenderem; se gostam tanto do “american”, então que seja. Em contraponto, os outros países tem todo o direito de chama-los da maneira que melhor os identifique, seja estadunidense, confederado, yankee ou fanfarrão.

Cloez January 13, 2013, 1:33 pm

Walter, se vc como cidadão brasileiro não gostar do nome dado aos nascidos no Brasil vc pode mudar ? Quem nasce no Rio de Janeiro é chamado de carioca, vamos supeur que vc não goste, vc pode mudar ? NÃO, porque é o nome e pronto, não adianta discutir a realidade percebe ?
Quanto ao fato de vc poder chama-los de estadunidense , ou yanke,vc ppode, e isso eu ja falei no post ! Mas eu acho errado vc criticar quem os chama de americanos porque na verdade é o nome dado aos nascidos nos Estados Unidos da America vc goste ou não.
SNdra

Walter January 14, 2013, 3:43 am

Então pare de se incomodar com o fato de chama-los de estadunidenses. Eu sinceramente não me incomodo com o um estadunidense se auto-denominar americano – apenas não sou obrigado a denomina-los desta forma.

Cloez January 14, 2013, 7:18 pm

Walter, eu me incomodo no que me diz respeito porque o correto em ingles é americano e eu sinto que grande parte das pessoas que decidiram mudar a denominação o fez por anti americanismo SIM, como vc diz pessoas de outros países estão fazendo isso, aliás começaram antes e os brasileiros como sempre copiando ne ?

Walter January 14, 2013, 4:17 am

Então pare de se incomodar com o fato de chama-los de estadunidenses. Eu sinceramente não me incomodo com o um estadunidense se auto-denominar americano – apenas não sou obrigado a denomina-los desta forma.
Vc tem razao quando escreve que não adianta discutir a realidade, que os estadunidenses vão continuar a se chamar americanos. Também não adianta discutir o fato de que cada vez mais, pessoas outros países vão continuar a chama-los de estadunidenses “quer vc queira ou não”.

Walter January 14, 2013, 5:13 am

Desculpe eu tomar o seu tempo, mas achei tão incoerente o seu post que não dá pra não comentar.
Vc escreve que: “eu acho errado vc criticar quem os chama de americanos porque na verdade é o nome dado aos nascidos nos Estados Unidos da America”. Eu poderia escrever: eu acho errado vc criticar quem chama os nascidos nos Estados Unidos de estadunidenses. E é exatamente isso que vc faz, critica quem os chama de estadunidenses, mas acha errado que eu critique quem os chama de americanos. Bom na verdade eu não critico – Eu acho que cada um, segundo sua preferência, use o termo que mais o agradar; não deixando de lado a realidade de que cada vez mais está se enraizando a denominação estadunidense, “vc goste ou não”.

Walter January 14, 2013, 10:45 am

Para concluir. No Brasil é o costume chamar o continente americano de América e os USA de Estados Unidos. Usar o gentílico estadunidense para quem nasceu nos Estados Unidos soa tão natural quanto usar canadense para quem nasceu no canadá (dito por brasileiros é claro) – e é uma forma de delimitar geograficamente os USA entre o México e Canadá. Acredite, esta história de anti-americanismo – pelo menos por este motivo – além de ser um exagero da sua parte não é consenso entre estadunidenses; aliás eles nem ligam.

Cloez January 14, 2013, 7:22 pm

Walter, concordo com vc nesse sentido, sim pode parecer natural agora, mas porque a mudança agora ??por casua do anti americanismo, mas tudo bem como vc disse para vc é natural e eu aceito isso, como denominação simples …. agora dizer que confunde com quem nasceu na America me poupe ! porque a nacionalidade não é por continente e sim por país..

🙂

Sandra

Walter January 15, 2013, 2:04 pm

Quando vc fala em nacionalidade e continente me faz lembrar uma historinha. Tia Josefina na 6ª série do fundamental tentando fazer com que a garotada entenda por jogo de palavras:

– Todo Inglês é europeu, mas nem todo europeu é Inglês;
– Todo Mexicano é americano, mas nem todo americano é Mexicano;
– Todo Americano é americano, mas nem todo americano é americano (sic); como fessora? não entendi;
Vamos fazer de outra forma crianças:
– Todo estadunidense é americano, mas nem todo americano é estadunidense – entenderam? Ah, agora sim fessora!!!
Este é meu último texto – Um abração querida. Quem sabe um dia gente se encontre em New York.

Cloez January 15, 2013, 8:58 pm

E tem aquelea historinha da professora que foi explicar nacionalidade para as crianças e disse:

Todos que nascem nos Estados Unidos do Mexico são chamados de Estadunidenses jos Mexicanos ? mexicanos

Todos que nascem no Republica Federativa do Brasil são chamado de Republicanos ou Brasileiros ? Brasileiros

E todos aqueles que nascem nos Estados Unidos da America são chamados de Estadunidenses ou Americanos ? Americanos

Voces sabem porque eles assim se denominam ???
Porque a nacionalidade é diretamente ligada ao País

E o que todos eles tem em comum ?

O Continente em que nasceram ! Muito bem e todos eles são considerados o que ?
Americanos !

E quando alguem pergunta a sua nacionalidade o que vc deve responder se vc nasceu no país Chile que está no Continente Americano por exemplo ?

Devemos responder que somos Chilenos ! Nunca usamos o continente como referencia de nacionalidade !!

Garotos espertos !!

Aulinha por aulinha a minha tb prova meu ponto de vista !

Talvez a gente se encontre quem sabe, mas duvido que seja em NY, vou pouco para lá e eu estou em LV. 😉

Sent from my iPad

Walter January 16, 2013, 7:00 am

Minha querida. Você está correta. Todos os estadunidenses estão corretos. Não há outra forma de se denominarem, a não ser americans.
O que vc não entende é o ponto de vista de outros países.
Vamos supor que existisse na América (continente) um país com o nome “república federativa da América”, e os nascidos nesse país se auto-proclamassem com a nacionalidade americanos. Os nascidos nessa república iriam se intitular americanos e pronto – já os USA iriam chama-los de republicanos, federativanos ou o que seja, apenas para destingui-los.
Os americanos (da republica federativa da américa) e os americanos (dos estados unidos da américa) estão corretos em seus pontos de vista.
Beijos!!

Cloez January 16, 2013, 12:08 pm

Oi Walter, eu entendo sim, quem não entende é vc me dando um virtual exemplo atual.
Veja bem e vai ser minha ultima explicação, os Estados Unidos da America tem esse nome desde 1776, e até pouco tempo atrás nunca se cogitou em mudar o nome dos aqui nascidos, isso aconteceu de um tempo para cá e vc sabe disso tanto quanto eu, tudo devido ao americanismo que tomou conta do mundo.
Os Estados Unidos tem esse nome porque as 13 colonias que declararam independencia se tornaram estados independentes e portanto Unidos sob uma mesma federação se tornaram os Estados Unidos, da America porque estavam localizados na America, e quem assim os denominiou foram os lembre-se que os britanicos que viajavam para uma das colonias britanicas no novo mundo (assim era chamado antes de receber o nome de America em homenagem a Americo Vespucio) e eles começaram a se referir ao local como America apesar de se referirem apenas ao local onde seria USA e o nome ” pegou” como diria o Sr. Lula.
Portanto, como vc disse e concordo, o nome faz sentido para outros países, só acho que não faz sentido a mudanča agora, depois de séculos…..

bjs
Sandra

Giovanni January 23, 2013, 9:18 am

“Portanto, como vc disse e concordo, o nome faz sentido para outros países, só acho que não faz sentido a mudanča agora, depois de séculos…..”

Me repito, como escrevi no outro comentário. Se não houvessem mudanças de pensamento “depois de séculos” (como escrito pela autora), a terra ainda seria plana e o sol estaria em sua órbita.

Mudanças sempre fazem sentido (ao contrário do que escrito pela autora), não fossem elas, estaríamos num estado de pensamento primitivo. Mudanças são bem-vindas sempre!

Se há um novo anseio, e até um desejo do adjetivo americano, o mesmo pode sim ser requerido com exclusividade pelos nativos da América. E a nação sem nome que resolva por si seu problema, sem invasões (nem as linguísticas devem ser aceitas) aos outros povos.

Giovanni January 23, 2013, 9:12 am

“(…) NO ENTANTO, se quiser fazer com que eu MUDE a MINHA opinião, não vai acontecer (…)”.

Independente do assunto em questão, tomar uma atitude dessas é advinda completamente da ignorância e do senso comum.

Penso que a coerência é inalienável na personalidade do ser humano, porém, a verdade é permanentemente mutável, de modo que, solidificar eternamente opiniões e argumentos ao decorrer da aquisição de novas informações (como essa discussão nos comentários) é um erro. É fechar os olhos para novas percepções.

Obrigado.

Cloez January 27, 2013, 2:09 pm

Giovanni, vc compara a mudança,de um nome com ciência… comtinuar pensando que a terra é quadradq faz diferença, agora uqe diferença faz para vc a mudança do nome do país ou de como são chamados os nascidos no determinado país se não for a elevação do ego dos brasileiros que se sentem prejudicados pelo nascido no país que leva America no nome … me poupe !
Os nativos da America podem se auto denominar americanos, claro ue podem agora qual o propósito disso sendo que acima de americano vc é brasileiro, como já disse e repito, a mim basta ser brasileira, não me interessa mais um título …
Ambiguidade nunca houve, sempre sse entendeu que os americanos são os nascidos nos EUA porque é de nacionalidade que falamos e continente não a determina
🙂
Sandra

Marcelo Farias January 24, 2013, 6:05 am

Concordo plenamente com a Sandra, o termo mais usado é o mais correto, e os próprios americanos sempre chamaram a si próprios de americanos desde a fundação de sua nação, portanto os nascidos nos EUA são AMERICANOS.

O termo estadunidense não é necessariamente errado, mas quando é utilizado vem geralmente carregado de uma forte conotação política, como se o termo americano fosse um exemplo do imperialismo destes, que se apropriam indevidamente de uma palavra que se aplica a todos os nascidos no Novo Mundo. Maldito complexo de inferioridade da “esquerdalha” latino-americana.

Não existe confusão nenhuma quando chamamos um americano de americano, até mesmo os mexicanos, que geograficamente são tão norte-americanos quanto os próprios, os chamam de americanos (gringo é mais utilizado no sentido pejorativo, assim como os portugueses nos chamam de brazucas).

Como bem exemplifica Sérgio Rodrigues, do blog Sobre Palavras, “[…] Assim como mineiro pode designar tanto um trabalhador em minas, seja ele búlgaro ou cearense, quanto um natural do estado de Minas Gerais, e o contexto resolve qualquer possível ambiguidade”. O resto é conversa pra boi dormir de gente com complexo de inferioridade.

Cloez January 27, 2013, 2:12 pm

Marcelo, li seu texto e me senti extremamente frustrada por não ter conseguido me expressar tão bem como vc hehhehe.. muito obrigada por seu parecer objetivo e perfeito !
🙂
Sandra

Marcelo Farias February 20, 2013, 2:53 pm

É um prazer contribuir com você, ainda mais em um assunto tão desnecessariamente controverso. Parabéns pelo site!!

Abraços,

Marcelo

Guilherme February 3, 2013, 8:42 pm

Me diga Sandra, por que você defende os Estados Unidos da América tão fervorozamente, sendo que essa nação sempre prejudicou desenvolvimento da sua terra natal (Brasil)? Eu realmente estou curioso em relação à esta questão.

Cloez February 11, 2013, 8:30 pm

Oi Guilherme, especifique por favor.
abç
Sandra

pinino February 22, 2013, 6:38 am

Engraçado, vim à procura de que estatado Brasileiro eram os estadunidenses e dou com esta estranha polémica que me alertou para um assunto que deve dizer respeito tão sòmente aos Brasileiros. Pela a Europa nada disso se discute, estando todos de facto de acordo com a Cloez. Americanos são os nascidos nos EUA. Brasileiros no Brasil, Canadianos ou Canadenses no Canadá, Chilenos no chile,etc. Isso de estadunidenses (palavra difícíl heim!!) , está decerto conectado com alguma rivalidade entre os 2 Países, Brasil e USA. De qualquer modo tenho que agradecer todas as intervenções que foram esclarecedoras e ainda: já sei o que é o termo. ( aposto que se riram qto à minha ignorância) Bem hajam !

Cloez February 22, 2013, 4:06 pm

Oi Pipino, gostei do ponto que vc citou de rivalidade, acho que é isso mesmo ! Valeu !
Abç
Sandra

rudregues November 28, 2013, 10:20 am

É incorreto usar americano para designar nacionalidade dos EUA? Não.
É impreciso? Sim. Precisamos inserir a palavra num contexto em algumas situações, senão num dá pra saber o significado.

Quem nasce na República da África do Sul é sul-africano ao invés de africano.
Quem nasce na República Centro-Africana é centro-africano ao invés de africano.
Quem nasce na Coréia do Sul é sul-coreano.
Quem nasce na Coréia do Norte é norte-coreano.
Sei de onde vem o sul-africano, sei de onde vem centro-africano, sei de onde vem o sul-coreano, sei de onde vem o norte-coreano. Mas não sei de onde vem o americano. É da ‘América’ ou ‘Estados Unidos da América’? A princípio americano significa que nasceu nos EUA, mas será que é sempre assim? As antigas civilizações ‘americanas’ eram dos EUA? Não.
Em qualquer livro de história de civilizações antigas tem a seção Incas, Maias e Astecas, povos americanos…

Essa confusão acontece em português e espanhol, mas nossos companheiros usam estadunidense com naturalidade. Não acontece em inglês, pois ‘american’ é estadunidense e ‘latin american’ é qualquer americano ‘do México pra baixo’. O Canadá é deixado de lado. Nos Estados Unidos, inclusive, America significa Unitad State of America (sinônimos mesmo). Para o continente eles usam o termo Americas.

É comum na língua portuguesa palavras com mais de um significado, entretanto quanto mais significados diferentes existirem, mais precisaremos de um contexto para compreendê-las corretamente. Prefiro usar o termo estadunidense, termo específico para isso, nem de contexto ele precisa para ser entendido. Seria melhor se no Brasil esse termo fosse o padrão. Mas não é errado usar o termo americano e não vou entrar em brigas para que o termo não seja usado.

Sandra November 28, 2013, 9:44 pm

Oi, concordo com vc, realmente é impreciso, mas vc há de concordar comigo que é “entendível” certo ? Há anos que é dessa forma, da mesma forma que os sulafricanos sempre foram conhecidos como sul africanos e não apenas como africanos, quando alguem diz que foi para a Africa do Sul geralmente diz africa do Sul, não Africa apenas.
Não acredito, honestamente que haja confusão quando alguem se diz americano, no entanto, se um brasileiro se disser americano, credite, haverá confusão…
Quando vc diz que prefere usar o termo estadunidense, nada contra, só gostaria que a pessoas não se importassem tanto com o fato dos americanos se referirem a si proprios como americanos, porque não passa de uma nomenclatura, e como vc mesmo disse, ambas são corretas, afinal, se todos que nascem na America são americanos porque eles não podem ser ?
Obrigada por sua opinião !
😉
Sandra

rudregues December 2, 2013, 8:59 am

Então Sandra, até concordo com você… é que nem notebook e computador, posso chamar um notebook de computador sem problemas. Chego pra algum amigo meu e que está usando um notebook e digo “Pode me emprestar seu computador um instante?”. Nada de errado.

Mas isso que você falou “só gostaria que a pessoas não se importassem tanto com o fato dos americanos se referirem a si proprios como americanos” é impossível de acontecer. Diversas são as razões. Haverá pessoas que dizem que é errado, haverá pessoas que pensam que os EUA usam o termo por se acharem donos do continente, haverá pessoas preciosistas, pessoas mal educadas ofendendo-a pela sua opinião entre outros tipos. Não adianta se estressar com isso. Temos que saber até que ponto vale expressar a nossa opinião, pra num perder tempo à toa numa discussão que num vai levar a lugar nenhum.

Obs.: Não a parabenizei antes pela opinião, mas parabenizo agora! As pessoas deveriam ler mais pra não ficar caindo nesse tipo de erro, desenvolver senso crítico.

Sandra December 2, 2013, 3:37 pm

Verdade, como diz o pastor da minha igreja, antes de brigar veja se vale à pena hehehe !
Obrigada ! Volte sempre !
Abç
Sandra

Denis Martins December 17, 2013, 6:14 pm

Ja achei correto o termo estadunidense, refleti e mudei de opinião. A expressão estados unidos da refere-se ao tipo de organização política da República. No Brasil somos uma República federativa e nem por isso somos republicofederativenses. Alem disso aqui no Brasil temos toponimos que causam o mesmo problema, tipo estado de São Paulo e cidade de São Paulo, paulistas e paulistanos, o radical paulist é mantido nos dois gentilicos. E nao causa confusão. Norte americano e ianque sao incorretos de fato.

Sandra December 18, 2013, 7:45 pm

Denis, eu nem havia pensado no tipo de organização política, mas vc tem toda razão. Obrigada por participar.
ab
Sandra

Rafael January 22, 2014, 7:54 am

é sempre assim se eu falo estadunidense vem o puxa saco do estadunidense e diz q é americano ai eu falo americano e vem o antisinho o anti americano falar merda “a vc tem q chamamos de estadunidense” enquanto os caras tão pouco se lixando pra gente pra eles agente é macaco é favelado já aqui tem gente q discute até como devemos chama-los vamos para com isso cada um chama do jeito q quiser é uns puxando saco dos caras outros contra os caras,cada um chama como quer,não precisamos começar uma guerra por isso.

Sandra January 26, 2014, 9:07 pm

Rafael, o faro de chama-los de americano não necessariamente os faz puxa sacos e anti americanos chama-los de estadunidense, alguns acreditam ser esta a forma correta, eu, como afirmo no texto,a cho que o corretoé americano, mas, como vc diz e eu concordo, cada um que os chame como quiser, mas continuo afirmando que eles sempre se auto chamarão de americanos.
ab
sandra

Andre Dias April 20, 2014, 12:01 pm

O que determinados quadrúpedes não percebem é que o NOME do país é AMÉRICA. Estados Unidos, apesar de fazer parte do nome, é a forma de organização do país.
O Brasil se chama “República Federativa do Brasil”, mas todo mundo fala Brasil e ninguém reclama. Agora quando alguém chama os “Estados Unidos da América” de América aparece algum retardado para criar caso. Tenha paciência.
O nome do país é América. O nome do continente é América, uma coisa não anula a outra.

Cidadão do Mundo November 15, 2014, 11:39 am

Data venia à vossa excelência, haverei de discordar. De antemão vos digo que essa luta contra o imperialismo de mais de 100 anos dos Estados Unidos da América sobre o continente americano é legítima. A doutrina Monroe, “América para os americanos”, usa esse duplo sentido da palavra “americano” para justificar a politica externa dos Estados Unidos da América. O significado ingênuo adotado por vossa excelência para essa doutrina é “Estados Unidos da América para os americanos estadunidenses”, porém, há nessa doutrina um significado imoralíssimo subentendido, “Continente Americano para os americanos estadunidenses”. A doutrina Monroe não é a única ideologia imperialista dos Estados Unidos da América. A título de ilustração, pode-se citar também, o “Destino Manifesto”, o “Corolário Roosevelt”, a política do “Big Stick”, e a “Doutrina de segurança nacional”. Enquanto esse revolto cidadão do mundo, que vos escreve, estiver vivo, lutarei com todas as minhas forças contra qualquer soberbidade por parte de nossos irmãos americanos. Quando necessitado a lhes referir, me julgo no direito de usar “americanos estadunidenses” em textos em português; e de usar “united states americans” em textos em inglês.
Como vossa excelência pode observar, os termos usados por mim carecem das deficiências apontadas por muitos nesse blog, e não permitem a ambiguidade que tanto incomoda os revolucionários.
À propósito, com intuito de evitar mal entendidos, vos comunico que hei repudia à qualquer ideologia que pregue igualdade financeira. Também hei repudio à vossa relutância em mudar de opinião. Tampouco hei apreço pelo seu desgosto à democracia.

Sandra November 18, 2014, 10:49 pm

Oi Thomas, eu não mudo de opinião da mesma forma que acho que vc tb não muda certo ? Vc fica com a sua e eu com a minha.
No entanto, creio que vc não entendeu muito bem o que eu disse, se vc quiser chamar de estadunidense, que chame, eu chamo de americano, aliás eu sinto cada vez que vejo alguém me escrevendo da forma que vc o fez, um certo complexo, já disse isso e reafirmo.
abç
Sandra

Marcos February 24, 2015, 10:08 pm

gente que discussão bacana *u* ! eu adoro reflexão! Sério , isso me encanta , porém , repuldio qualquer ato de ofensa . Quanto ao nome do país , é realmente um tanto confuso. O nome Estados Unidos da América , abre espaço pra duas formas de interpretação. De começo eu tinha em mente que , o certo era chamá-los de Estadunidense. Depois lendo as respostas e as explicações da autora estava me convencendo fortemente de o que o certo e unico , era chamar os nativos desse país de americanos, excluindo qualquer outra forma de expressão, porém , ao refletir tanto no assunto eu vi que , tanto estadunidense e americano estão corretos =) . Por que ? Simples ! Porque isso varia da sua forma de interpretação , e não tem como alguém sequer afirmar e bater o pé dizendo o que é o certo. Como disse anteriormente , o nome do país tem duplo sentido , é só analisarmos =). Vejamos : Quando o nome do país foi criado , qual foi a intenção deles ? O real nome é Estados Unidos do país América , ou o real nome é Estados Unidos do continente América ? o nome da nação pode ser tratar de uma simples homenagem , de certo modo ingênuo , como ao mesmo tempo pode se tratar de uma certa dose de orgulho digamos. Ou até mesmo dos dois certo ? Se a intenção deles ao nomear o país foi somente ao território , então o certo é “americano” havendo ai a exclusão de qualquer outra expressão ( porque os Estados Unidos é da América país ) . Agora , se a intenção deles ao nomear o território foi de vender e dominar a imagem , o certo é Estadunidense =) ( o nome do país passaria a ser chamado de Estados Unidos somente , porque os Estados Unidos é da América continente )! Por isto , tanto faz , tanto um como o outro estão certos , indo da preferência de cada um /o/ . Sandra sua linda me leva pra ai rsrsrsrsrrs

Sandra February 27, 2015, 2:14 pm

Oi Marcos, obrigada pro participar da nossa “discussão”heheheh
Realmente vc tem razão, gostei da forma “realista” vamos dizer assim, que vc colocou sua idéia, ou seja, vc não deixou sentimentos interferirem em sua análise, foi apenas no assunto…. eu digo isso porque muitos afirmam que devemos usar o termo estadunidense apenas por serem anti americanos… enfim… eu acho que ambos os termos estão realmente corretos e como sempre digo, use o que vc achar que deve ser usado… mas para o americano só há um que é american…
Venha quando quiser para cá, será sempre “welcome”caso vc não saiba o americano adora os brasileiros ….
bjs
Sandra

Osvaldo March 19, 2015, 4:14 pm

mudar a arrogância deles é impossível , oque eu não entendo é como algumas pessoas se subordinam a ela, pois o capricho arrogante desse auto- denominarem América, é um desrespeito a mais de 50 povos legitimamente americanos do Continente.

Sandra March 21, 2015, 9:15 pm

Osvaldo, mais de 50 legitimamente americanos do continente, inclusive eles certo ? Todos podem se auto intitularem americanos, ninguem proibe ninguem de se auto intitular americano, no entanto outros países possuem um outro nome alem do americano.
O que me surpreende é como algumas pessoas ainda se sentem tão inferiores a ponto de se importarem com isso… não basta para vc ser brasileiro ?
Sandra

Cesar Vieira July 13, 2016, 8:45 am

Gostei do seu post, porém Estadunidense está errado. Americano é o correto, justamente pelo o que você disse: Estados Unidos da America, portanto, Americano! Porém, temos outros Estados Unidos, como os Estados Unidos Mexicanos, chamamos o país de Mexico, e os nativos de mexicanos, mas não de estadunidense. Estadunidense tem vários, mas Estados Unidos da America e Estados Unidos Mexicano é 1 só. Portanto, o correto é utilizar o nome completo do país. A palavra America tem dois significados: País (EUA) ou continente já que o país foi nomeado pelo continente americano. Nos referimos a todos na Europa como europeus porque todos nasceram neste continente, agora espanhol, frances, italiano, alemão, só tem 1.

Sandra July 14, 2016, 9:05 pm

Cesar, verdade, mas , como eu sempre falo, as pessoas tem direito de chamar como quiser, mas a eles só mesmo americans….
Obrigada por participar
SAndra

Caio July 7, 2017, 6:11 am

Não aguento mais essa história de estadunidense. Então não quero ser chamado de brasileiro, sou republicanofederativo. É república federativa do Brasil, não? Mas o que vale é o último. Se chamar de estadunidense os AMERICANOS estaríamos discriminando o México, pois o nome é “Estados Unidos do México”?? Novamente o último nome. E Estados Unidos da América? Estadunidense? NÃO, AMERICANO!

Sandra July 27, 2017, 7:36 pm

Obrigada pelo apoio e participação Caio !
bjs
Sandra

Emma April 7, 2018, 3:30 pm

Olha, eu penso o seguinte: mesmo que no nome do nosso país não esteja escrito América temos o mesmo direito de sermos chamados de americanos. Quando algum brasileiro vai para os EUA não aceitam isso. Dizem que apenas eles são americanos. Mas se fosse como você disse e fossemos apenas denominados pelo nome do país e não do continente não poderiam os que são da Asia serem denominados asiaticos os da Europa europeus e os da Africa africanos! SOMOS TODOS AMERICANOS!!!

Sandra April 8, 2018, 7:42 pm

Emma, já faz tempo que escrevi o post e honestamente não sei se falei que brasileiros não podem se chamar de maericanos, não creio que tenha dito isso, o que falei foi que os americanos são assim chamados pelo nome do país não do continente. Claro que todos que moram na America são americanos, concordo com vc , no entanto, qdo nos referimos à nossa nacionalidade ou seja ou PAÍS em que nascemos nós nos referimos so PAÍS e não ao cntinente certo ? O Europeu diz sou francês, o Americqno do Chile diz sou Chileno e o Americano do Brasil diz sou Brasileiro, porque nacionalidade se refere ao país, portando o Americano que nasceu na America ou Estados uNidos da America é o único que pode ser chamado de americnao em relaço ao País , não ao continente.
Obrigada por participar,
bjs
Sandra

Víctor July 28, 2018, 1:29 pm

Como eu vi aqui, você sempre diz que podemos dizer que eles são americanos, norte americanos, ianque, estadunidense ou qualquer outra coisa, mas ele não podem pois só resta american, não é verdade, existe outras formas come united statesian, u.s. american, usinian, uessian, etc., eu prefiro chamá-los de estadunidense e inglês usonian, que é mais simples.
Muitos que diziam que estadunidense é errado pois, méxico é estados unido mexicanos e etc., é relativo aos EUA e não é relativo a um país que tenha o nome de estados unidos (se alguém descordar aqui um link com o significado: https://www.dicio.com.br/estadunidense/), também a palavra não é de agressividade aos estados unidos, seria como eu não deixasse ninguém ter o mesmo nome que eu tenho e se chamar tipo Víctoro e é uma palavra anti-víctor por exemplo.
Não são duas ou mais Américas, elas são regiões da América, só nos países que falam inglês são duas, mas não são, eu acho que não faz sentido criar um continente e já tudo registrado e depois fazer mudança neles, tipo a África, Europa e Ásia serem um continente se ele já foram colocados como continentes diferentes, não faz sentido, pelo menos pra mim.
Só porque eles tem América no nome eles são os únicos americanos, a África do Sul tem o nome do continente e nem por isso são os únicos africanos.

Sandra July 28, 2018, 4:25 pm

Victor, eu honestamente me perdi nas suas colocações, mas enfim…. o exemplo que vc deu da Africa do Sul foi perfeito, sim quem nasce na Africa do Sul e sul africano no nome certo ? Mas como vc disse, não são os únicos africanos, mas são os únicos que levam o nome na nacionalidade certo ? Quem nasce am Angola na Africa é Angolano não africano , quem nasce no Egito é egípcio, não africano, deu pra entender meu ponto de vista ? A nacionalidade não é por continente e sim por país, portanto chamarem-se de americanos não é errado como todos os demais quererm … pura implicância
O nome do Brasil é Republica Federativa do Brasil e porque nos intitulamos apenas brasileiros ? Claro que todos que nascem no continente Americano são americanos, mas qdo vc diz sua nacionalidade vc não fala pelo continente e sim pelo país.
Se vc encontrar um Europeu e perguntar a nancionalidade ele dirá, Italiano ou Inglês , se ele disser apenas Europeu com certeza vc dirá de que país ? O mesmo acontecerá no sentido America, se vc disser que vc é americano pensarão que vc nasceu nos USA e não no Brasil….
Vamos ser realistas, se quiser falar estadunidense, fale, mais trabalho e da na mesma hehehe
bjs e obrigada pelo seu parecer
Sandra

Víctor July 28, 2018, 1:44 pm

Tenho duas reclamações, primeiro que só porque muitos disseram que ele se intitulam como os únicos americanos porque se acham a parte superior do continente não quer dizer que é complexo de inferioridade, seria se ficássemos se lamento dizendo que somos inferiores, só disseram a verdade que eles se sentem superiores, e a segunda é que muitos ofendiam que fala estadunidense, e você não ligava e a só porque xingavam os ‘americanos’ ou quem fala americano você falava mau.
OBS.: A palavra estadunidense não é de hj, não é pq vi algo agora q quer dizer que foi criado naquele momento, tipo dps de um tempo encontrei esse site e nem por isso ele foi criado naquele momento, essa palavra é antiga.

Víctor August 4, 2018, 1:30 pm

Sim, quem nasce na África do sul não é africano e sim sul-africano, mas se existisse um país chamado África, eles colocariam um gentílico diferente pra não confundi-los, tipo africanense.
Sim que o nome deles tem América, mas nem por isso que só eles que tem que ser os únicos americanos do mundo.
Não quero ser conhecido como americano por nacionalidade e sim por continência.
Se uma pessoa não sabe onde fica o Brasil, você tem que fala americano pra saber onde fica.
Eu não vou conseguir muda sua opinião (que não é o meu objetivo, quero só mostrar meus pensamentos) assim como você não vai conseguir mudar a minha, sim que americano ta certo, pois consta como gentílico pra eles, assim como norte-americano e estadunidense. Prefiro chama-los de estadunidense pois segue a lógica, estadunid – estados unidos, ense – sufixo pátrio, e inglês Usonian, Uso – USA, nian – adjetivo pátrio em inglês.
Se um dia eles colocarem o nome simplesmente EU sem América, ai vão tar errado se chamarem americano sem coincidir com o nome, tipo Países Baixos (Holanda) o gentílico em português é neerlandês, não faz sentido, só em inglês e na língua deles.
Também chama-los por alguma coisa é por questão de preferencia, exemplo os
Emirados Árabes Unidos, você pode chama-los de árabes ou emiradenses (também eles se de emiradenses pra não haver confusão com os outros árabes) e Arabia Saudita, você pode chama-los de árabes ou sauditas, também em outros países.
Abraços.

Víctor August 12, 2018, 6:15 pm

“também eles se chamaram* de emiradenses pra não haver confusão com os outros árabes” esqueci de colocar a palavra.

Sandra October 14, 2018, 9:03 am

Oi Victor desculpe a demora, meu blog ta confuso e eu não tenho tido tempo de vir aqui…. obrigada por participar e colaborar com mais informações.
Bjs
Sandra

Leave a Comment